Governo mobiliza agricultores da Baixada a buscar conhecimentos na Agritec

Foto-2-Governo-mobiliza-agricultores-da-Baixada-a-buscar-conhecimentos-na-Agritec
Horta orgânica com garrafas pet em Matinha

Para divulgar a Feira de Agricultura Familiar e Agrotecnologia do Maranhão (Agritec), o Governo do Estado, por meio da Secretaria de Estado de Agricultura Familiar (SAF), dá continuidade à programação de visitas a prefeituras e entidades rurais de toda a Baixada Maranhense. Durante os dias 12 e 13 foram visitadas as cidades de Cajari, Viana, Matinha, Pedro do Rosário e Penalva. As visitas foram realizadas pelo superintendente de Comercialização, Sayde Zaidan, e pela coordenadora do Departamento de Mudas, Sementes Crioulas e Insumos, Silmara Sousa, ambos da SAF.

“Todos se surpreendem com a proposta da Agritec e se mostram mais que dispostos a participar, de uma forma ou de outra. Convidamos todos a apresentar sua produção, particularmente os produtos que melhor representem seus municípios”, disse o superintendente de Comercialização da SAF, Sayde Zaidan.

Além de oportunidades para exposição de produtos, a feira é uma oportunidade de conhecimentos. “Viana, por exemplo, que já tem um programa de Segurança Alimentar instalado; e Pedro do Rosário, que ainda não tem muito que mostrar, são duas realidades diferentes que se completam e servem à dinâmica de aprendizado da Feira”, disse a coordenadora do Departamento de Sementes da SAF, Silmara Sousa.

Horta orgânica

Durante a passagem pela cidade de Matinha foi apresentado à equipe, pelo secretário de Agricultura Municipal, Jubervan Belfort, o projeto de hortas orgânicas e sustentáveis, construídas com garrafas Pet. A equipe conheceu a plantação na casa do agricultor José Heitor.

“Demos início à construção dos canteiros com garrafa Pet em 2012. Temos 12 funcionando, mas a nossa meta é chegar a 50 propriedades com canteiros iguais aos do senhor José Heitor”, disse o secretário municipal.

Estrutura

A AgriTec, que será realizada entre os dias 27 e 29 de agosto, em São Bento, na Fazenda Escola da Universidade Estadual do Maranhão (Uema), terá uma estrutura com estandes, vitrines tecnológicas, oficinas e alojamento para os participantes. A estrutura está sendo montada para receber os expositores e visitantes.

Governo avalia, em seminário, a ampliação da comercialização de produtos da agricultura familiar

SAF-agricultura-familiar

Temas fundamentais para ampliar a comercialização de produtos da agricultura familiar por meio de uma melhor inspeção sanitária e certificação dos alimentos foram discutidos, esta semana, no Seminário de Inspeção Sanitária e Políticas de Comercialização da Agricultura Familiar, promovido pelo Governo do Estado, por meio da Secretaria de Estado de Agricultura Familiar (SAF).

O encontro, que terminou nesta sexta-feira (24), em São Luís, reuniu representantes de municípios, órgãos públicos estaduais e federais e de entidades dos movimentos sociais. Foi um espaço de troca de conhecimentos com objetivo de articular ações eficientes de comercialização por meio da geração de produtos de qualidade e com possibilidades de maior acesso aos mercados consumidores.

Segundo o secretário de Estado de Agricultura Familiar, Adelmo Soares, a comercialização na área de agricultura familiar ainda enfrenta muitas dificuldades no Maranhão como a falta de certificação dos alimentos. Dentre as ações, ele destacou o lançamento do Programa de Compras dos Produtos da Agricultura Familiar (Procaf).

O Procaf é uma iniciativa do governo Flávio Dino voltada para o aprimoramento da comercialização da produção dos pequenos produtores. Visa a compra, pela esfera pública, de 30% da produção da agricultura familiar.

Adelmo Soares afirmou que já estão sendo colocadas em práticas, este ano, alternativas mais eficientes de comercialização dos produtos da agricultura familiar. Somente no primeiro trimestre deste ano, o Maranhão atingiu 50% do que foi comercializado pelo Programa de Aquisição de Alimentos (PAA) no ano passado. “A perspectiva é que chegue a um volume em torno de R$ 6 milhões, este ano, e ampliação para R$ 18 milhões em compras governamentais no próximo ano”.

O secretário explica que os eixos de desenvolvimento do Maranhão passam pela agricultura familiar e que é importante levar conhecimento ao campo para que agricultores produzam mais e comercializem com facilidade. “Apenas 104 municípios do estado aderiram ao PAA e a nossa missão, por determinação do governador Flávio Dino é levar o PAA a todos os cantos do Maranhão”.

Seminário

Para o superintendente de Comercialização da SAF, Sayd Zaidan, o Governo organizou um seminário inédito que congrega um conjunto de parceiros. “Um marco para estabelecer o sistema de inspeção municipal e estadual, que vai favorecer os agricultores, abrindo acesso a mercados e, com isso, estimulando a produção de alimentos”.

No seminário foram realizadas mesas de discussão e minicursos de capacitação envolvendo temas como PAA, elaboração de projetos para agroindústria familiar, participação do Ministério do Desenvolvimento Agrário (MDA) e do Banco do Nordeste (BNB) em atividades como capacitação de equipes técnicas e projetos agroindustriais.

Entre os temas estudados nos minicursos, procedimentos de registro de bebidas, polpas e sucos; e ações para requerer alvará sanitário das agroindústrias de produtos de origem vegetal.

Flávio Dino anuncia ampliação salarial aos agentes de saúde

Foto4_FranciscoCampos-Seminário-agentes-de-Saúde-1

“Hoje estou vendo uma coisa que nunca tinha visto. O governador no meio do povo pra dizer que nós vamos finalmente ser valorizados pelo Estado. Nunca teve governador que fizesse isso por nós”, foi assim que Lino Moreira, agente de saúde há 4 anos na cidade de Brejo, resumiu o encontro de mais de 5 mil agentes comunitários de saúde com o governador Flávio Dino. No evento, ele anunciou a ampliação do salário dos agentes de saúde, que acontecerá progressivamente ao longo dos quatro anos de governo.

Visitas às casas, cuidado com as famílias dos municípios e atendimento primário são algumas das principais funções dos agentes de saúde comunitária. Para valorizá-los e promover mais qualidade no atendimento à população, Dino garantiu que o Estado vai contribuir para a ampliação salarial da categoria. “Pela primeira vez na história do Maranhão o Estado vai ajudar a financiar essa política de ampliação salarial dos agentes de Saúde. Agora vocês são vistos e valorizados pelo Governo do Estado”, anunciou o governador.

O Executivo Estadual tem trabalhado para ampliar o investimento em medidas de prevenção de doenças e, dentre elas, estão incluídas ações como a valorização dos profissionais que visitam os lares e cuidam das famílias maranhenses. “Vocês representam a força do Estado em seus municípios e em cada lar. São vocês que assistem às pessoas e que executam ações de prevenções para cuidar da saúde e bem-estar da população”, disse o secretário estadual de Saúde, Marcos Pacheco, aos agentes presentes no encontro.

A partir do diálogo com os agentes de saúde e endemias, o Governo do Estado insere os trabalhadores no conjunto de ações prioritárias para o desenvolvimento do Maranhão. O governador Flávio Dino assegurou que a partir de agora os agentes de saúde não são de responsabilidade apenas do Governo Federal e dos municípios. Com a complementação salarial progressiva dada pelo Governo aos agentes de saúde, há a valorização dos profissionais, a garantia de atendimento primário de qualidades às comunidades e atuação na política de prevenção de saúde nos municípios do Maranhão.

Cooperação Governo e UFMA para melhorar atendimento

No evento ocorrido na manhã desta quarta (15), o Governo do Estado também assinou Acordo de Cooperação com a Universidade Federal do Maranhão (UFMA) para estabelecer ações de capacitação aos profissionais do Sistema Único de Saúde.

Foto2_KarlosGeromy-Seminário-agentes-de-Saúde-11

A capacitação e o apoio técnico-científico aos profissionais do SUS nas áreas de Atenção Básica, Vigilância e Gestão em Saúde são alguns dos compromissos firmados no Acordo de Cooperação. No documento, o Executivo Estadual amplia o conjunto de ações voltadas para o atendimento básico de Saúde.

Ao qualificar profissionais nas áreas da Atenção Básica, Vigilância e Gestão em Saúde, o Governo reafirma o compromisso em priorizar a atenção primária atendendo à saúde e bem-estar das crianças, gestantes, diabéticos, hipertensos e hansenianos. Ao cuidar da saúde das pessoas e não só das doenças, o governo Flávio Dino trabalha em prol da qualidade de vida e bem-estar da população do Maranhão.

Governo promove 1.414 PMs e acaba com espera que para alguns já durava 26 anos

FOTO-4-solenidade-PM-Centro-de-Convenções

Mil quatrocentos e quatorze policiais militares foram promovidos durante a solenidade militar realizada, nesta sexta-feira (10), no Centro de Convenções Pedro Neiva de Santana, em São Luís. As promoções são parte das medidas adotadas pelo Governo do Estado para valorização dos servidores públicos estaduais que compõem o Sistema de Segurança Pública. Do total de policiais promovidos, 616 são de unidades operacionais da capital e os outros 798, do interior do estado. A promoção é uma das maiores da história da Polícia Militar do Maranhão.

Durante a solenidade, o vice-governador do Maranhão, Carlos Brandão, destacou a importância das promoções para a nova política de Segurança Pública. “O momento é importante não só para a Polícia, mas para toda a sociedade maranhense. É um estímulo que esses profissionais recebem para fazer bem seu trabalho e, para isso, o governador tem dado todo apoio à Polícia Militar, tanto na parte logística e operacional, como na capacitação e chamando novos policiais”, afirmou.

Foram promovidos ao posto de subtenente 39 praças; de 2º sargento para 1º sargento (140), 3º sargento para segundo sargento (279), cabo para 3º sargento (418), soldado para cabo (538). As promoções seguiram critérios com parâmetros de justiça embasados na antiguidade, tempo de serviço e merecimento.  De acordo com o comando-geral da Polícia Militar, há casos de policiais militares que estavam há 22 anos no mesmo posto aguardando uma promoção e estão sendo promovidos.

“Isto é inédito, nunca houve na história e é marcante porque fica a lição para o futuro. Essas ações corrigem o erro do passado e estabelecem bases para que esse erro não seja repetido no futuro. Nós não podemos deixar que a pessoa tenha sua ascensão às vésperas da aposentadoria. Isso era muito ruim e agora com essa correção histórica, vivemos um momento muito bom para  o Sistema de Segurança”, afirmou o secretário de Estado da Segurança Pública, Jefferson Portela.

O grande número de promoções é resultado da Medida Provisória nº 202, assinada no dia 16 de junho pelo governador Flávio Dino e faz parte do plano de reestruturação de cargos da PMMA. Com a assinatura dessa medida provisória, o governador proporcionou a 1.077 praças alcançar mais uma graduação na carreira militar. Além destas, 337 vagas foram disponibilizadas por conta de um trabalho administrativo da Diretoria de Pessoal da PM em conjunto com a Secretaria de Estado de Gestão e Previdência (Segep) que deu andamento a processos de militares que foram para a Reserva, abrindo assim mais vagas para a promoção.

FOTO 3 - solenidade PM Centro de ConvençõesAlém desta ação, o governo do estado tem desenvolvido ações que resultarão na modernização das forças policiais que integram o Sistema de Segurança Pública, como compra de equipamentos e melhorias na estrutura física dos órgãos.

Novo cenário para a Polícia Militar do Maranhão

Para o comandante-geral da Polícia Militar, coronel Marco Antônio Alves, o cenário na corporação hoje é diferenciado e há o reconhecimento da categoria em relação aos avanços conquistados nestes primeiros seis meses de governo Flávio Dino. “O alcance dos anseios, da valorização salarial, além dos investimentos em contratação de novos policiais, na compra de equipamentos e aquisição de tecnologia, isto é fato e a categoria reconhece isso”.

O coronel também comentou a motivação que as promoções representam para os policiais militares. “Nós temos policiais militares promovidos esta noite que aguardavam há 26 anos, soldados que vão ser promovidos a cabo com 26 anos de espera. Então o ato do governador consolida a autoestima desses policiais, reconhece o trabalho deles e isso vai se reverter na melhoria do atendimento à população, não só na capital, como em todo o Maranhão”, afirmou.

Entre os que participaram da solenidade no Centro de Convenções Pedro Neiva de Santana, o soldado Elcimar Maia aguardava a promoção já há 25 anos. “É uma conquista de 25 anos. Eu sempre trabalhei motivado como policial, mas com a promoção fico mais ainda”, disse ele que agora passa a ser cabo da Polícia Militar.

Governo investirá em tecnologia para dobrar a produção de feijão-caupi no MA

Foto2_Divulgação-Governo-investe-em-tecnologia-para-dobrar-produção-do-feijão-caupi

Para melhorar a produção agrícola, a renda e a vida do produtor rural, o Governo do Estado lançou o Programa de Ações de Pesquisa e Transferência de Tecnologias para a Agricultura Familiar, que será desenvolvido pela Secretaria de Agricultura Familiar (SAF) e Agência Estadual de Pesquisa Agropecuária e Extensão Rural (Agerp), em parceria com a Universidade Estadual do Maranhão (Uema) e Empresa Brasileira de Pesquisa Agropecuária (Embrapa-Agrobiologia).

“O segredo do desenvolvimento de qualquer setor é o conhecimento e a transferência de tecnologias, que levam ao homem do campo melhoria de renda e vida”, disse o secretário de Estado de Agricultura Familiar (SAF), Adelmo Soares, no evento de lançamento do programa, realizado na sexta-feira (26), na UEMA.

O programa tem a meta de melhorar a vida e a renda do produtor maranhense por meio da criação de uma vitrine tecnológica, que prevê criação de laboratório móvel de fertilização de solo, implantação de um sistema de apoio à comercialização, de um núcleo de geoprocessamento composto por banco de dados agropecuários e geoespaciais do Maranhão, além de criar uma rede de estações meteorológicas do estado. Uma inovação no estado, na área da agricultura familiar.

Dia de campo
Foto1_Divulgação - Governo investe em tecnologia para dobrar produção do feijão-caupiApós o lançamento do Programa de Ações foi realizado o Dia de Campo sobre a cultura do feijão-caupi com uso de inoculantes, na Unidade Experimental Participativa (UEP), na Fazenda Escola da Uema. O local serve de intercâmbio e ação compartilhada entre órgãos, onde os alunos que atuam com pesquisa têm a oportunidade de manejar o solo e a cultura, além de analisar a eficiência agronômica, supervisionados por pesquisadores da Agerp, da Embrapa-Agrobiologia e da Uema.

“É isso que o governador Flávio Dino quer dentro do Plano ‘Mais IDH’, aumentar a renda do agricultor, e é através do feijão-caupi que vamos conseguir o aumento da produção e, consequentemente, elevar os ganhos do produtor maranhense”, destacou Adelmo.

De acordo com o secretário, em vinte municípios do ‘Mais IDH’, inicialmente, serão implantadas as Unidades de Referência Tecnológica, um espaço para trocar informações e tecnologias para o agricultor implantar em sua área o feijão-caupi inoculado e a meta é que se estenda aos demais municípios.

No Maranhão, segundo o diretor de Pesquisa e Desenvolvimento da Agerp, Carlos Freitas, o caupi é o típico feijão nordestino, fundamental para garantir a segurança alimentar do agricultor e fonte de renda.

“O agricultor colhe cerca de 500kg por hectare do feijão-caupi, mas com a tecnologia que estamos apresentando, que é inoculado, o agricultor pode dobrar sua produção. Além disso, o caupi é uma cultura de ciclo curto, cerca de 60 dias para colher, fator esse que faz o produtor ter retorno rápido do que plantou,” disse Freitas.

Foto3_Divulgação - Governo investe em tecnologia para dobrar produção do feijão-caupiSegundo a chefe de Transferência de Tecnologia da Embrapa Agrobiologia, Ana Garofolo, o inoculante do feijão-caupi é uma bactéria benéfica para criação de nódulos nas raízes das plantas, que promove a fixação biológica de nitrogênio.

“O feijão-caupi inoculado é um incremento não só para a agricultura familiar, mas um ganho para o meio ambiente. A utilização do inoculante dispensa fertilizantes o que garante recuperação e preservação de solos e reduz custos de produção sem causar danos ambientais”, ressaltou Ana.

Participaram do evento o vice-reitor da Uema, Walter Canales Santana, a secretária-adjunta da Secretaria de Direitos Humanos e Participação Popular, Aracea Carvalho, engenheiros agrônomos da Agerp e estudantes de agronomia da Uema.

Stênio Rezende elogia retomada de obras de infraestrutura no Maranhão

1527102525-1623224243noticia

O deputado Stênio Rezende (PRTB) disse da tribuna da Assembleia, na sessão de ontem (25), que o Maranhão está passando por uma mudança, uma transformação que começa a ser sentida em todos os cantos do estado. “Começo a rodar pelo estado inteiro e ver a retomada das obras de infraestrutura que tinham sido iniciadas um ano atrás e que, devido ao excesso de chuvas e problemas nas prestações de contas ficaram cinco meses paralisadas”, afirmou.

O deputado lembrou que essas obras estão sendo executadas com recursos do empréstimo feito pelo governo estadual junto ao BNDES na gestão anterior, para melhorar a infraestrutura do Estado do Maranhão, e que se encontravam travadas devido à inconsistência nas prestações de contas dos serviços já executados. “A equipe do governador Flávio Dino foi várias vezes à sede do BNDES, no Rio de Janeiro, tratar sobre essa situação e conseguiu destravar as obras, que estão sendo retomadas em todo o Maranhão”, revelou.

A estrada de Barão de Grajaú a São Francisco do Maranhão, que compreende um trecho de 90 km e já se encontra com mais de 10 km pavimentados, e as estradas que formam o chamado Anel da Soja, no Sul do Maranhão, já com três trechos licitados e iniciados, foram citados como exemplo por Stênio Rezende, assim como a estrada de Riachão a Feira Nova, com 66 km de extensão. “O secretário de Obras, Dr. Clayton, já esteve no local, e constatou que essa estrada está bastante adiantada”, observou.

MAIS OBRAS 

Na oportunidade, Stênio solicitou ao secretário de Estado de Infraestrutura que coloque em prática, o mais rápido possível, a conclusão das licitações do Anel da Soja, incluindo o trecho que interliga Balsas a Alto Parnaíba, que mede em torno de 245 km, e que se encontra precisando urgentemente de restauração. “Esses 245 quilômetros estão sendo concluídos hoje em 8 horas de carro. Sai de manhã de Balsas e chega à tardezinha ao município de Alto Parnaíba. É pouco chão para muito tempo”, acrescentou.

O deputado disse ainda que gostaria muito de ver também feita a licitação da estrada Arame a Paulo Ramos e Arame a Marajá do Sena. “A estrada de Nova Olinda até Paulo Ramos já está feita; de Nova Olinda a Marajá do Sena já está licitada e feita boa parte da terraplenagem. Mas o governador Flávio Dino disse que a primeira estrada a ser licitada no seu governo era a estrada de Paulo Ramos a Marajá do Sena. Essa estrada juntamente com o programa Mais IDH vai transformar para melhor a vida das 8.800 pessoas que moram em Marajá do Sena, um dos municípios mais pobres do Estado do Maranhão”, argumentou.

Stênio concluiu seu pronunciamento afirmando: “O Governo do governador Flávio Dino começa a arregaçar as mangas com toda sua equipe de trabalho e começa, efetivamente, a colocar o Maranhão nos trilhos que todos os maranhenses querem e desejam”.

José Leane se reúne com Secretários de Estado em São Luís

O Prefeito de Afonso Cunha José Leane (PMDB), esteve cumprindo agenda de trabalho esta semana em São Luís, onde se reuniu ontem (17) com os Secretários de Estado Áurea Prazeres (Educação) e Bira do Pindaré (Ciência e Tecnologia).

11401073_999701413373231_6816679337566598337_n
José Leane, deputado Fábio Braga e a Secretária Áurea Prazeres

Na pauta apresentada a titular da SEDUC, o Prefeito entre outras demandas solicitou a reforma da Escola Magno Bacelar, a única do Estado presente no município.Durante a agenda com o titular da SECTEC, Leane conheceu os projetos da Secretaria e solicitou a parceria para adesão a cursos profissionalizantes.

11401261_999718746704831_214810822707010649_n
José Leane, Mauricio Fernandes, Bira do Pindaré e Deputado Fábio Braga

O Prefeito esteve na reunião acompanhado pelo Prefeito de São Benedito Mauricio Fernandes e pelo Deputado Estadual Fábio Braga (PTdoB).

Boa notícia! Governo do Estado assumirá tratamento de Bruno Costa

10622770_387255541470997_8563826862547027114_n

O caso do adolescente Bruno Costa, de 12 anos e que ganhou forte repercussão nas redes sociais teve seu encaminhamento finalizado após uma ação parceira desencadeada pela Prefeitura de Coelho Neto através da Secretaria Municipal de Saúde junto ao Governo do Maranhão.

Ele que é morador do Bairro Olho d´aguinha em Coelho Neto, foi diagnosticado com um tumor maligno no olho esquerdo com sinais visíveis de estágio com complicações.

Através da regulação oncológica financiada com recursos da Secretaria de Estado da Saúde, a Prefeitura promoverá a transferência de Bruno para receber atendimento especializado na capital do Piauí.

Ao tempo em que nos unimos em orações pela sua recuperação, cumprimentamos a Subsecretária de Saúde do Estado Rosângela Curado pelo empenho na resolução do caso.

Maranhão sentencia o fim das escolas de taipa

Escola localizada no município de Jatobá-MA, um dos mais pobres do país.

Com crédito autorizado pelo BNDES, o governo do Maranhão inicia este mês a construção das primeiras 30 escolas para substituir unidades de taipa, madeira e sapé que por décadas atendem os alunos do interior do estado.

Um dossiê com 200 páginas nas mãos do governador Flávio Dino (PCdoB) revelam centenas delas espalhadas pelo Estado, sem janelas e algumas com piso de barro batido. A ideia é derrubar todas nos próximos anos e construir unidades de alvenaria.

A situação dos rincões do Maranhão é tão desastrosa que o Governo cadastrou 7 mil cidadãos em extrema miséria, sem documentos, para receberem benefícios.

Coluna Esplanada, com edição do Marrapá

Governo traça estratégias de segurança e anuncia criação de mais três superintendências

Foto-1-Divulgação-SSP-traça-estratégias-de-segurança-integrada-e-anuncia-criação-de-mais-três-superintendências-no-estado-1024x673

A Secretaria de Estado de Segurança Pública (SSP) reuniu, na última sexta (12), todos os representantes do sistema de segurança do Maranhão. O objetivo foi traçar estratégias integradas para um efetivo combate à criminalidade, em todo o estado e anunciar a criação de mais três superintendências de investigação especializadas. O encontro aconteceu na Academia de Polícia Civil, no bairro São Raimundo, onde o titular da pasta, Jefferson Portela, convocou os 18 delegados regionais de Polícia Civil, os 35 comandantes de unidades da Polícia Militar e Corpo de Bombeiros.

“Pela primeira vez, em nosso estado, todos os chefes de áreas demarcadas pela Segurança Pública se encontram para alinhar suas funções, visando encurralar as ações criminosas, porém, agora, de forma integrada. A troca de informações entre policiais civis e militares é imprescindível para que tenhamos resultados satisfatórios, ou seja, para que o policiamento preventivo aconteça e, para quando não for possível evitar o crime, que a investigação seja conclusiva”, destacou o secretário de Segurança Pública explicando que todo o efetivo da Segurança Pública está empenhado em executar a política de promoção de paz do governo Flávio Dino.

Durante a reunião, Portela aproveitou para anunciar ações já aprovadas pelo Governo do Estado para a ampliação e reaparelhamento da Polícia Civil. A principal delas é o aumento do número de superintendências de investigações criminais especializadas, que passarão de quatro para sete; e ainda serão subdivididas por áreas para melhorar a vigilância policial. A boa notícia foi detalhada pelo delegado-geral de Polícia Civil, Augusto Barros Neto.

“Hoje temos a Superintendência Estadual de Investigações Criminais (Seic); a Superintendência de Polícia Técnico-Científica (SPTC); e as superintendências de Polícia Civil da Capital (SPCC) e do Interior (SPCI). No início do próximo semestre, porém, deveremos já ter em funcionamento mais três superintendências de combate a Narcóticos, Homicídios, e Corrupção; e cada uma delas terá quatro diretorias de áreas. Isto é, haverá um delegado responsável por cada parte da região metropolitana de São Luís”, explicou o delegado-geral.

O comandante-geral da PM, coronel Marco Antônio Alves, destacou que o aumento das unidades da polícia favorecerá o trabalho de policiamento ostensivo, principalmente nas regiões mais distantes do Centro. “Algumas localidades, tais como a área Itaqui-Bacanga e o próprio Distrito Industrial de São Luís, ainda são carentes de um policiamento mais robusto, e é justamente onde os traficantes estão buscando guarida. Essa integração associada ao aumento da presença policial certamente irá dificultar essa prática criminosa”, lembrou Alves.

Por fim, depois de delegar as ações de combate à criminalidade na capital e no interior do estado, principalmente aquelas voltadas para o policiamento durante o período de festas juninas, o secretário de Segurança falou sobre a importância do reconhecimento visual entre comandantes e comandados. Jefferson Portela acrescentou ainda o dever de comunicação entre as polícias, e também de proteção mútua, uma vez que o objetivo de ambas as institucionais de polícia é vencer juntas a criminalidade.

“Não podemos admitir, por exemplo, que um delegado ou comandante de batalhão receba a informação que bandidos estão seguindo para uma cidade vizinha e não alerte o colega que trabalha naquela região ao lado. Essa reunião serve ainda para diminuir a distância visual entre nós e nossos policiais”, concluiu.