PF faz Operação Delivery e prende agentes públicos municipais e vereador em União

PF faz Operação Delivery e prende agentes públicos municipais e vereador em União

Cinco pessoas foram presas, incluindo empresários, agentes públicos municipais e um vereador na cidade de união, a 52 km de Teresina, durante a Operação Delivery, da Polícia Federal, realizada nesta terça-feira (12). A PF fez buscas na sede da Prefeitura de União e, segundo nota divulgada pela PF, o objetivo é apurar uma suspeita de desvio de recursos públicos da educação destinados ao município. A Prefeitura informou que ainda vai se pronunciar sobre o caso.

Ainda segundo a nota, os cinco presos, que não tiveram seus nomes informados, são investigados por crimes de corrupção, peculato e fraudes licitatórias. O inquérito policial foi instaurado a partir da apreensão, pela Polícia Militar, de R$ 379 mil em espécie, no dia 1º de maio de 2020. A PF informou que a apreensão aconteceu em um veículo alugado pela prefeitura, em posse de dois funcionários municipais que não esclareceram a origem dos valores.

De acordo com o inquérito policial, a Secretaria de Educação de União teria adquirido livros escolares em quantidade maior que o número de alunos do município, utilizando verbas do Fundeb (Fundo de Manutenção e Desenvolvimento da Educação Básica e de Valorização dos Profissionais da Educação) para a contratação de empresas fictícias de Fortaleza, que seriam responsáveis pelo fornecimento fraudulento do material didático.

Ainda segundo a nota, análises da CGU apontaram que os contratos superfaturados utilizados para a obtenção do dinheiro apreendido geraram ao Fundeb prejuízo mínimo de R$ 500 mil.

Da ação de hoje, a PF informou que participaram 45 (quarenta e cinco) policiais federais e auditores da Controladoria Geral da União, para cumprir 10 (dez) mandados de busca e apreensão nas cidades de Teresina, União e Fortaleza, além de cinco mandados de prisão preventiva, todos expedidos pela 1ª Vara da Justiça Federal em Teresina/PI.

A palavra Delivery tem origem inglesa e faz referência à forma como o dinheiro foi transportado entre os estados do Ceará e Piauí para entrega ao destinatário final em União.

Do G1

Covid-19 já se alastra por 75% do território do Maranhão

Covid-19 já se alastra por 75% do território do Maranhão

Dois meses após o início do combate efetivo à expansão do novo coronavírus, a infecção já se alastra por 75% do território do Maranhão.

Dados do boletim epidemiológico da Secretaria de Estado da Saúdes (SES), emitido na noite deste sábado (9), apontam que a Covid-19 já chegou a 156 dos 217 municípios maranhenses.

São Luís, a capital, segue como a cidade com o maior número de casos: 4.274 dos 7.599 de todo o estado.

Até agora, foram confirmadas 379 mortes, com 1.617 recuperados.

A taxa de ocupação de leitos de UTI na capital passou dos 96%. No interior, ela ultarpassou os 50%,

Mais detalhes aqui.

Do Blog do Gilberto Leda

Covid19- Prefeitura de Duque Bacelar garante a entrega de 03 mil kits de higiene para a população

Covid19- Prefeitura de Duque Bacelar garante a entrega de 03 mil kits de higiene para a população

Entre as providências adotadas pela prefeitura de Duque Bacelar para enfrentar a pandemia do novo coronavírus, uma delas tem sido levar kits de higiene e orientações de prevenção sobre a Covid-19 às famílias carentes. Na primeira edição da iniciativa, centenas de pessoas estão recebendo água sanitária, álcool em gel, máscaras de proteção e sabão.

 Segundo o prefeito Jorge Oliveira, cerca de 3 mil kits já foram montados e novos devem ser preparados em breve. “Estamos atentos à situação da pandeia e buscando atender nosso povo da melhor forma. O objetivo é ajudar a população sem acesso às medidas de prevenção, proporcionando instruções de combate à doença e materiais para higienização”, disse ele.

 A Secretaria Municipal de Saúde está coordenando a ação em parceria com as demais secretarias que seguem empenhadas nessa luta contra a Covid-19, tanto na zona urbana quanto na zona rural.

Rapidinhas da Boca da Noite

Rapidinhas da Boca da Noite

SUMIU

Rapaz desde que uma bomba foi soltada a respeito de um sindicato acolá até agora ninguém teve a coragem de aparecer para explicar os fatos. Quando a gente pergunta soltam logo aquela música: nunca vi, nem ouvi eu só ouço falar kkkkkkkkkkkkkkkkkkkkk

SE SAINDO

Apesar da tal convocatória está assinada usando o nome da diretoria, diversos dele já se manifestaram em grupo de whatsapp para desmentir e negar o conhecimento da tal assembleia. Meu amigo, quem for esperto que se saia pois o pau vai ter que quebrar nas costas de alguém…. de quem será?

MANDA-CHUVA

Será que aquela toda poderosa manda-chuva que nunca deixou de mandar por trás vai ter coragem de mostrar a cara para defender “sua entidade”? Ou vai deixar o cipó quebrar no espinhaço do “jabuti trepado” que eles escolheram como bode expiatório? Kkkkkkkkkkkkkkk Me deram notícia do homem na garapa de acúcar kkkkkkkkkk Te ilude, Maria de Lurde kkkkkkkkkkkkkkkkk

DÚVIDA

Dou um doce a quem souber: será que aquela conta milionária do posto de gasolina já foi paga? Vi uns dois ali falando, mas as caras não estavam muito boas e ao que parece segue os tempos das vacas magras… magras não, magérrimas, quase  desidratadas kkkkkkkkkkkkkkk

CAIU

Quem era o todo poderoso ex-secretário de uma prefeitura acolá que saiu de manda-chuva e agora tá nos cantos das portas tendo que se contentar em dirigir carros oficiais? Virou chofer kkkkkkkkkkkkkkkkkkkkk Quem tu não foi e onde tu chegou né meu filho kkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkk

Hospital em São Luís é multado por não informar quantidade de leitos disponíveis para pacientes com Covid-19

Hospital em São Luís é multado por não informar quantidade de leitos disponíveis para pacientes com Covid-19

O Hospital Guarás foi multado em R$ 114.378,64 após descumprimento da notificação expedida pelo Instituto de Promoção e Defesa do Cidadão e Consumidor do Maranhão (Procon/MA). O órgão havia exigido que os hospitais particulares tornassem públicos os dados sobre a quantidade de leitos disponíveis aos pacientes infectados com o novo coronavírus (Covid-19).

A notificação foi feita a todos os hospitais particulares de São Luís e foi uma das medidas previstas no Decreto Estadual nº 35.746/2020. O objetivo foi garantir a transparência de informações aos consumidores e usuários de serviços de saúde.

Entre as exigências estavam o fornecimento diário ao Procon/MA de informações referentes ao quantitativo de leitos (comuns e UTIs) existentes e quantos destes estariam reservados ou efetivamente ocupados por pacientes suspeitos ou confirmados com Covid-19. Os dados também deveriam ser divulgados, diariamente, de modo acessível e transparente, em meios que garantissem a sua ampla divulgação à sociedade.

“A população, em especial os pacientes que são atendidos pelo hospital, têm o direito de saber, de forma clara e precisa, sobre a capacidade de atendimento dessas unidades de saúde. O desrespeito à legislação não será tolerado e, por isso, o órgão tem intensificado as fiscalizações e agido com rigor para a proteção dos direitos dos consumidores”, afirmou a presidente do Procon/MA, Adaltina Queiroga.

Multa

Mesmo notificado, o Hospital Guarás não apresentou defesa dentro do prazo estabelecido pelo órgão estadual, caracterizando infração, conforme prevê o art. 6°, inciso III, e art. 55, § 4º, do Código de Defesa do Consumidor (CDC), cabendo a aplicação de sanção administrativa contida no art. 56, I do CDC c/c art. 18, I do Decreto Federal nº 2.181/97.

Do Blog do John Cutrim

Após entrevista desastrosa, prefeito reconhece erro e se desculpa com casos confirmados do coronavírus em Coelho Neto

Após entrevista desastrosa, prefeito reconhece erro e se desculpa com casos confirmados do coronavírus em Coelho Neto

O prefeito Américo de Sousa (PT), concedeu uma entrevista ontem (01), para TV local em que ao invés de se limitar passar informações, acabou gerando contrangimento aos casos confirmados de coronavírus em Coelho Neto.

A situação é de tamanha gravidade, que um dos seus porta vozes da comunicação chegou a disparar áudio em grupos de whatsapp atacando de forma leviana com termos nada republicanos o primeiro caso confirmado no município, numa verdadeira falta de respeito com o paciente e com seu atual quadro de saúde.

Após a repercussão imediata do ocorrido, o prefeito reconheceu o seu erro diante da entrevista e o constrangimento ocasionado aos pacientes citados na entrevista.

“No impulso de querer alertar a todos a respeito do isolamento social, fiz referência dispensável a dois pacientes que divulgaram ter testado positivo para COVID-19, e terminei gerando grande desconforto aos dois e, por isso, aproveito para, publicamente, pedir desculpas ao paciente  Ilson Baiano e ao João Osório pela desconfortável citação e ao mesmo tempo pedir a Deus o restabelecimento da saúde dos mesmos”,citou.