Justiça concede liminar e suspende efeitos de assembleia “fantasma” do Sintasp

Justiça concede liminar e suspende efeitos de assembleia “fantasma” do Sintasp

O juiz da 1ª Vara da Comarca de Coelho Neto Dr. Paulo Roberto Brasil Teles de Menezes deferiu parcialmente a tutela de urgência pleiteada para suspender os efeitos da Assembleia Geral Extraordinária para Prestação de Contas e Alteração Estatutária do SINTASP/MCN de Coelho Neto-MA, suspostamente realizada no último dia 23 de abril, divulgada em primeira mão por esse blog.

A ação assinada pelos advogados Dr. Thiago Machado e Antonio Lopes é uma vitória pessoal dos servidores, muitos deles que tiveram nomes incluido na lista de presença, sem sequer terem participado.

Desde que a denúncia fora feita por esse blog, a presidência do SINTASP adotou um silêncio sepulcral e nada fora dito para garantir explicações a categoria.

Nesta segunda (25), os servidores entraram com nova ação desta feita para garantir o afastamento do presidente Izaque Vale do cargo.

Caso Sintasp: Servidora divulga Carta Aberta e denuncia uso indevido do seu nome em Ata da entidade

A servidora Maria Idenê divulgou uma Carta Aberta ontem (16), para tratar da Assembleia “na surdina”, promovida pelo Sindicato dos Servidores Públicos – SINTASP, no último dia 21 de março.

Teor da Carta Aberta

O encontro foi divulgado em primeira mão por esse blog, mostrando várias inconsistências, dentre as quais a marcação da reunião em período que as aglomerações já estavam proibidas e a falta de publicidade da Assembleia confirmada por Maria Idenê.

Apesar de relatar não ter conhecimento da reunião, o nome de Maria Idenê curiosamente aparece na Ata como se ela estivesse estado presente. O que houve? Falsificaram assinaturas? Cometeram crime de falsidade ideológica?

Mesmo sem sequer saber da reunião, nome da servidora aparece na lista dos presentes da entidade

Segundo informações a quele o blog teve acesso, o caso de Idenê não é isolado e outros servidores que também constam com nome na Ata negam ter participado da tal Assembleia. Para apurar o caso, foi formalizado um Boletim de Ocorrência e ao que parece o assunto ainda vai deve render.

BO confirmando que não esteve na Assembleia

Do lado do SINTASP, desde que a denúncia foi tornada pública por esse blog, o silêncio é sepulcral e nenhuma explicação sobre o ocorrido foi dada.

Na velha máxima, de que quem cala, consente…

Blog tem acesso a Ata “na surdina” do Sintasp; Pessoas que aparecem como presentes já questionam documento

O blog teve acesso a Ata da polêmica Assembleia Exraordinária promovida pelo Sindicato dos Servidores Públicos – SINTASP/MCN de Coelho Neto realizada no dia 21 de março e divulgada por esse blog.

Apesar da ata registrar que a divulgação fora feita em jornal, mural da entidade, rádio comunitária e carro de som, a informação entra em conflito com a fala dos servidores, pois além de não fazer uso dos meios de comunicação da entidade, a grande maioria dos associados já se manifestaram ao não conhecimento do encontro.

Nenhum registro fotográfico ou qualquer matéria foi divulgado a respeito da referida reunião que fora realizada coincidentemente após decreto  municipal e estadual proibindo aglomeração.

Segundo fontes ouvidas pelo blog, diversas pessoas que constam o nome como presentes na reunião já questionam a informação e o caso ao que tudo indica vai parar nas barras da justiça.

Registro de Ata confirma Assembleia “na surdina” realizada por direção do SINTASP

O blog conseguiu nesta segunda (11), a confirmação documental de que o Sindicato dos Servidores Públicos de Coelho Neto – SINTASP/MCN, realizou de fato,  mesmo sem conhecimento da categoria a Assembleia marcada para o dia 21 de março. Trata-se uma certidão do Registro de  Ata obtido junto ao Cartório do 2º Ofício.

A denúncia a respeito a dita Assembleia foi feita por esse blog citando fatos estranhos a convocação que aconteceu somente através do Jornal Pequeno, mesmo a entidade contando com blog e perfil na rede social Facebook.

Outro fator estranho do encontro marcado para tratar da Prestação de Contas 2019 e alteração do Estatuto diz respeito a sua realização, exAtamente em dia onde a aglomeração de pessoas já estava proibida por decreto estadual e municipal.

Membros da diretoria e diversos filiados já manifestaram surpresa com a denúncia e cobraram explicações da direção a respeito do assunto.

O que será que está por trás dessa Assembleia e qual o objetivo da alteração do estatuto exatamente em um ano eleitoral? Quem foram os sócios que assinaram o documento?

Desde que a denúncia veio a tona, o presidente da entidade Izaque Vale segue calado e o assunto ao que tudo indica vai parar nas portas da justiça.

Osmar Aguiar reage e cobra explicações da convocação de assembleia feita pela diretoria do SINTASP

Ex-presidente da entidade, o vereador Osmar Aguiar (PT), utilizou sua rede social nesta quinta (07), para cobrar explicações a respeito da convocação de uma Assembleia feita pela diretoria do SINTASP-MCN.

O assunto veio a público após matéria no Programa Em Debate apresentado por esse blogueiro na noite de ontem (06), após provocação do servidor Professor Bastos. Diversos fatores chamam atenção para a convocaçãoque só fora feita estranhamente em um jornal de São Luís para uma assembleia convocada ainda no mês de março, numa quarta (18), para ser realizada em um sábado (21 de março), quando as aulas já haviam sido suspensas, Coicindentemente no domingo (22), as atividades da entidade também foram suspensas por tempo indeterminado.

No comentário em sua rede social, Osmar Aguiar que também é sócio da entidade se une ao coro dos associados que desconheciam a convocação. Agora se os próprios aliados são deixados de fora, que dirá os que não são. Confira a integra do comentário:

Bom dia meu amigos. Ontem fomos surpreendidos através das redes sociais e mensagens de amigos, com uma notícia acerca de uma assembleia ocorrida no mês de março de 2020 na sede do Sintasp, para tratar de prestação de contas e alteração estatutária. Confesso que assim como muitos que alegam não conhecer da assembleia, também ontem que tomei conhecimento da mesma. Espero que tal situação seja esclarecida, com a realidade dos fatos. Não quero acreditar que houve manobras para a realização de tal assembleia, assim como afirmo que não aceitarei qualquer ação que fuja dos termos legais e previsto em lei. Aguardamos um posicionamento da entidade.

Saudações sindicais,

Osmar aguiar Ferreira
Servidor Público e sócio do Sintasp/Mcn

Imagem do Dia: A convocação “na surdina” do SINTASP

O blog tomou conhecimento nesta quarta (06), de uma convocatória do Sindicato dos Servidores Públicos de Coelho Neto – SINTASP/MCN para uma assembleia geral. Nada anormal para um sindicato.

Acontece que mesmo dispondo de página no face e de blog, a convocação só fora feita estranhamente em um jornal de São Luís para uma assembleia convocada ainda no mês de março, numa quarta (18), para ser realizada em um sábado (21 de março), quando as aulas já haviam sido suspensas, Coicindentemente no domingo (22), as atividades da entidade também haviam sido suspensas por tempo indeterminado.

E o que tinha na pauta? Prestação de Contas do Exercício de 2019 e Alteração Estatutária. Detalhe: Os associados não estavam sabendo.

Pelo jeito, o presidente Izaque Vale tem muito a explicar….

Desesperados com intervenção, comissionados do prefeito de Coelho Neto correm atrás de assinaturas…

 

Os dois últimos dias tem sido de correria entre a turma dos lacaios ligados ao prefeito Américo de Sousa (PT), que mantinham o Sindicato dos Servidores do Serviço Público Municipal – SINTASP como um feudo.

Com medo de uma possível auditoria para abertura da caixa preta do órgão após assembleia que destituiu a diretoria “pelega”, os aliados do prefeito que ocupam cargo comissionado abandonaram seus afazeres e estão num corre-corre de fazer pena.

Isso mesmo, o mesmo Américo que antes condenava a participação de comissionados nas decisões do sindicato, hoje apela para estes para tentar reverter a intervenção na entidade promovida pela justiça.

Já são vários os depoimentos de servidores que estão sendo abordados em suas casas por comissionados do prefeito atrás de assinaturas para tentar reverter a decisão judicial.

Alertamos aos servidores sobre o prejuízo de assinar um documento deste, pois o SINTASP encontra-se com sérios problemas na justiça pela desobediência de seu presidente as últimas decisões judiciais.

O clima no QG vermelho é de total desespero…

Fim da pouca vergonha! Juiz põe ordem na casa e garante assembleia de servidores na sede do SINTASP

 

O ainda presidente do Sindicato dos Servidores do Serviço Público da Microrregião de Coelho Neto – SINTASP/MCN, Izaque Vale, sofreu neste sábado (26), nova derrota na justiça desde que assumiu o comando da entidade.

Servidor Oberdan Lopes e o advogado Dr Jardel Seles: vitória na justiça contra os desmandos da diretoria do SINTASP

Vice alçado ao posto de presidente após renúncia do titular, Izaque desde que assumiu no ano passado vem submetendo a entidade a situações vexatórias. Submisso aos caprichos do prefeito Américo de Sousa (PT), de quem é aliado de primeira hora, ele passou a tratar a instituição como uma extensão da sua casa e um puxadinho do governo.

Para blindar “a gestão do companheiro! deixou de fazer as assembleias e reivindicar as pautas de interesse dos servidores. Recentemente teve a audácia de descumprir uma decisão judicial que lhe mandou entregar cópia dos documentos da entidade a um grupo de servidores e nesta semana proibiu esse mesmo grupo de utilizar o espaço do sindicato para fazer uma assembleia.

Portões do SINTASP tiveram que ser arrombados para garantir o cumprimento da decisão judicial

Para garantir que a reunião fosse realizada, o servidor Oberdan Lopes de Oliveira e o advogado Dr Jardel Seles de Sousa entraram na justiça com uma Ação Cautelar Inominada com pedido de Liminar em face do SINTASP. Em sua decisão, o juiz Dr Manoel Felismino Gomes Neto garantiu que assembleia fosse realizada na sede da instiutição.

Prevendo resistência, o juiz acionou o Comando da Polícia Militar e o Delegado de Polícia Civil para garantir a ordem e a segurança dos presentes no local, bem como para garantir o devido cumprimento da decisão, podendo se necessário, proceder ao arrombamento para a entrada dos servidores na sede do sindicato. O juiz foi além e determinou que em caso de desobediência, ficaria recomendado a prisão em flagrante daqueles que agissem de forma a impedir o cumprimento da ordem.

Servidor Oberdan Lopes falando para os servidores na área interna do Sindicato

Confiando na impunidade e se achando acima da Lei, o presidente do SINTASP e sua claque deu com os burros n´agua. Como a sede do sindicato estava trancada, o cadeado teve que ser arrombado para que decisão judicial fosse cumprida na integra.

E é com esse vexame, que o presidente do Sindicato vai dormir hoje… Para vergonha deles e alívio daqueles que ainda acreditam na justiça!

Servidores fazem convocação de assembleia para a sede do SINTASP

 

Diante da chiadeira da cúpula do Sindicato dos Servidores do Serviço Público da Microrregião de Coelho Neto – SINTASP, sobre uma reunião da categoria em um prédio particular, o grupo de servidores que articulou a reunião decidiu fazer uso dos direitos de associados e convocar uma nova assembleia, desta vez para a sede da entidade.

Servidor Oberdan Lopes publicizando a divulgação da convocação

Os servidores tiveram o cuidado de garantir o acompanhamento jurídico para fazer a convocação dentro daquilo que rege o Estatuto, inclusive obedecendo o príncipio da publicidade.

A convocação para a assembleia convocada para o próximo sábado (26), a partir das 17h, trará do pagamento do terço de férias, discussão da criação do Plano de Cargos Carreira e Salários dos Servidores Públicos (já que o existente é direcionado aos profissionais do Magistério), eleição para diretor de escola e outros assuntos de interesse da categoria.

Se o Sindicato permanece engessado para brigar pela categoria, cabe aos servidores fazer esse papel. Confira o edital de convocação:

SINTASP desobedece decisão da justiça e juiz manda endurecer a corda….

Se achando o rei da cocada preta, o presidente do Sindicato do Serviço Público da Microrregião de Coelho Neto – SINTASP, Izaque Vale decidiu afrontar a justiça e não entregar os documentos solicitados pelos servidores e determinado pela justiça.

A reação do presidente do sindicato em preferir pagar uma multa, mostra que a entidade tem muito a esconder.  O juiz Dr Manoel Felismino Gomes Neto havia expedido uma multa diária de R$ 250,00 reais, valor que o sindicato resolveu desdenhar e preferiu pagar. Devem está com dinheiro saindo pelo ladrão não?

Pois bem, diante disso o juiz resolveu expedir uma nova decisão. O enrolado Izaque Vale viajou para não receber a notificação e os diretores se revezaram para também não assinar o recebimento ddo documento, mas não teve jeito.

Na noite de ontem (10), um dos diretores foi encontrado pelo oficial de justiça e não teve como se esconder. De acordo com a nova decisão, o juiz aumentou a multa que era apenas de R$ 250 reais para R$ 20.000,00 (vinte mil) dia chegando até a R$ 1.000,00 (um milhão).

Izaque Vale pensa que o sindicato é um feudo ou uma extensão da sua casa.

Vamos ver se terá peito para continuar afrontando a justiça…