Três morrem em grave acidente em São Luís

Um grave acidente no Jaracaty deixou três pessoas mortas na madrugada deste domingo (8).

Conduzindo um Corolla pela Ponte Bandeira Tribuzzi no sentido da Avenida Carlos Cunha, um homem perdeu o controle do veículo, capotou e caiu no barranco. No local, havia uma pequena festa.

Morreram Carla Correa Diniz, Henrique Martins Durans Neto e Maurício Andrey.

O motorista foi identificado como Victor Yan Barros de Araújo. Segundo testemunhas, ele apresentava sinais de embriaguez.

Do Blog do Gilberto Leda

Ex-vice-prefeito perde esposa em acidente e cobra recuperação de MA-006

O ex-vice-prefeito de Formosa da Serra Negra Domingos de Sá Santos, o Domingos Catraca (PT), gravou na semana passada um vídeo relatando sua indignação com a falta de ação do Governo do Maranhão para recuperar o trecho da MA-006 entre sua cidade e Grajaú.

A via está em péssimas condições há anos, já passou por uma “maquiagem” da Sinfra (saiba mais), mas nunca ficou em condições satisfatórias de trafegabilidade, o que levou caminhoneiros a organizar um protesto há algumas semanas (reveja).

A gravação do ex-vice-prefeito é comovente. Ele perdeu a esposa, Maria Mirtes Menezes dos Santos, num acidente, em junho, naquela estrada. E foi ao local do ocorrido para cobrar do governo a recuperação da rodovia.

Vejamos qual será a resposta dessa vez…

Do Blog do Gilberto Leda

Trabalhador morre após cair de prédio em construção no MA

Um trabalhador morreu na manhã desta quarta-feira (12) após cair do 10° andar de um prédio em construção localizado na Península da Ponta D’Areia. O acidente aconteceu por volta das 8h.

O operário foi identificado como Luiz Carlos Froes, de 59 anos, residente no bairro Anjo da Guarda. Ele era carpinteiro e estava preparando uma estrutura para concretagem quando se desequilibrou e caiu de uma altura de 40 metros.

Ele usava capacete, mas não estava com o cinto, um dos principais itens de EPI para trabalhadores da construção civil. A empresa teria informado que havia fornecido todo o material de segurança.

O Corpo de Bombeiros esteve no local, mas a vítima já havia morrido. Neste momento, o rabecão do IML está no local para fazer a remoção do corpo.

Do Blog do Gilberto Lima

Casal desaparecido na Semana Santa é encontrado morto dentro de carro em riacho, em Caxias

Casal desaparecido na Semana Santa é encontrado morto dentro de carro em riacho, em Caxias

O casal Ailson Oliveira Chaves e Francisca Regina Sena, desaparecido desde desde o dia 18 de abril deste ano, entre os municípios de Timon e Caxias, na região de Nazaré do Bruno, foi encontrado na manhã desse sábado (25). 

O casal foi encontrado morto dentro de um riacho dentro do veículo de Ailson Chaves, um Chevrolet Cobalt branco, de placas NBL-3464, de Porto Velho.

O riacho fica nas imediações do povoado Nazaré do Bruno, em Caxias.

Homens do Instituto de Medicina Legal de Timon foram deslocados para a região para recolher os corpos. Eles devem passar por exames que vão revelar o que causou a morte.

Aílson é da cidade de Caxias, mas morava na cidade de Porto Velho-RO, no norte do país. Ele veio passar a Semana Santa junto com familiares conterrâneos na localidade “Canto Alegre”, vizinho ao conhecido povoado Nazaré do Bruno, na zona rural de Caxias.

No dia 18 de abril,  ele foi a um barzinho localizado na beira do riacho da localidade, onde encontrou e conheceu Francisca Regina, moradora de Timon.

O casal se encontrou à tarde, permanecendo até por volta de 22h conversando e tomando umas cervejas, quando saíram para retornar ao veículo Cobalt. Desde então, ficaram desaparecidos.

Ailson morava na cidade de Porto Velho-RO, no norte do Brasil, mas retornou para Caxias no final de novembro de 2018 para morar perto da família. 


Ele foi passar a Semana Santa na localidade Canto Alegre, vizinho ao povoado Nazaré do Bruno, na zona rural de Caxias, onde reside sua mãe.

Na quarta-feira, dia do desaparecimento, eles foram a um barzinho localizado na beira do riacho da localidade, onde encontrou e conheceu Francisca Regina, que é de Timon.

O casal se encontrou à tarde e permaneceu conversando e tomando umas cervejas até as 23h30. Em seguida, saíram de volta em um veículo Chevrolet/Cobalt, de cor branca, placas NBL-3464, de Porto Velho. Desde então desapareceram o casal e o veículo.

Como é um período de muita chuva na região, existe a possibilidade de o veículo ter sido arrastado por uma tromba d´agua para dentro do riacho e o casal morreu asfixiado. 

Não se descarta a possibilidade de eles terem sido vítimas de latrocínio.

A polícia acha que ainda é cedo para se ter uma certeza sobre o que possa ter ocasionado a queda do veículo no riacho e morte do casal.

A autópsia vai revelar se a morte foi por asfixia ou por uso de algum outro instrumento. 

No último dia 07 de maio, o blog publicou informações sobre o desaparecimento do casal.

Planos de voltar a morar em Caxias

Ailson, após 26 anos morando em Rondônia, voltou a morar em Caxias, onde já havia comprado uma casa, que está passando por reformas.

O objetivo era viver com a namorada Ivelta, que mora em Águas Lindas, em Goiás, com quem tinha um relacionamento há quase dois anos.

Ailson era mecânico e funileiro, e trabalhou os últimos cinco anos na Ford.

Do Blog do Gilberto Lima

Ônibus da Fretur com oito pessoas incendeia entre cidades do Piauí

Ônibus da Fretur com oito pessoas incendeia entre cidades do Piauí

Um ônibus da empresa Fretur pegou fogo por volta das 15h20 deste sábado (25) na PI-211, a cerca de seis quilômetros da cidade de Esperantina. Pelo menos seis passageiros, o motorista e o cobrador estavam na condução.

De acordo com o motorista, o fogo começou na parte dianteira do veículo. “Usei o extintor, mas as chamas se alastraram rapidamente. Um carro que passava no local me ajudou com outro extintor, mas não teve jeito”, disse.

O ônibus seguia rota da cidade de Esperantina para o município de Joaquim Pires. A empresa disponibilizou outro veículo para que os passageiros chegassem ao destino final. Apesar do susto, ninguém saiu ferido.

Fonte: Revista Az

Prefeitura emite nota e esclarece acidente envolvendo dois ônibus escolares em Afonso Cunha

Prefeitura emite nota e esclarece acidente envolvendo dois ônibus escolares em Afonso Cunha

A Prefeitura de Afonso Cunha emitiu nota dando explicações sobre um acidente ocorrido na manhã desta segunda (01), envolvendo dois ônibus escolares que transportavam alunos da rede municipal de ensino.

A seguir a integra da nota:

Sobre acidente envolvendo dois ônibus escolares no início da manhã desta segunda (01), a Prefeitura de Afonso Cunha esclarece que:

1. Diferentemente da Fake News espalhada em rede social, o acidente não teve nada a ver com problemas com manutenção;

2. A falha na verdade foi humana: os dois ônibus vinham próximo e na hora que o da frente parou para pegar uma aluna, o outro bateu na parte de trás;

3. O secretário de Educação professor Milton Bastos ao tomar conhecimento se mobilizou no sentido se inteirar do corrido e prestar a assistência que fosse necessária;

4. Felizmente a situação foi mantida sob controle, com registro apenas de dois alunos com escoriações leves. Os demais ocupantes passam bem;

5. O governo municipal informa que tomará as devidas providências para que um caso como esse não volte a ocorrer.

Assessoria de Comunicação

Mulher que viralizou nas redes sociais como heroína em resgate diz: “Poderia ter feito mais”

Mulher que viralizou nas redes sociais como heroína em resgate diz: “Poderia ter feito mais”

A cena do helicóptero caindo do céu não sai da cabeça de Leiliane Rafael da Silva, 28. A vendedora de veículos e camelô não conseguiu dormir na noite após o acidente entre uma aeronave e um caminhão, que matou o jornalista Ricardo Boechat, 66, o piloto Ronaldo Quattrucci, 56, e que deixou o caminhoneiro João Adroaldo, 52, com ferimentos leves.

Ela é a mulher do vídeo que viralizou nas redes sociais em que, sozinha, estoura um vidro e abre a porta do caminhão para salvar o motorista, enquanto um grupo majoritariamente masculino filmava o momento. “Estou orgulhosa de mim, mas sinto que poderia ter feito mais alguma coisa”, diz Leiliane, em entrevista à Universa. .

Sentada na calçada de sua casa, no bairro Pirituba, em São Paulo (SP), a jovem mãe de três filhos diz que as imagens do acidente e a de um homem em chamas levantando a mão pedindo socorro ficaram se repetindo em sua mente e a fizeram ter dores de cabeça à noite — o homem, porém, ela diz não saber se era Boechat. “Mas esta noite eu espero dormir melhor, porque estarei perto dos meus meninos”, diz. Na noite do acidente, ela dormiu em um hotel, pago por uma emissora de TV. 

Desde que seu vídeo ocupou as redes sociais, o celular de Leiliane não para de tocar. “Tenho muitas solicitações de amizade, mensagens no Instagram. Tem até jogador da Red Bull querendo falar comigo”, fala, não querendo revelar o nome do esportista. No entanto, Leiliane nega o título de heroína. “Pelo amor de Deus. Eu fiz o mínimo, que foi ajudar uma pessoa que estava viva depois de um acidente. É amor ao próximo, mas as pessoas estão mais preocupadas em gravar vídeos para mandar no grupo do Whatsapp“, afirma a jovem. 

Uma das pessoas que estava com o celular em punho, gravando os detalhes no momento do acidente, era o marido de Leiliane, o operador de máquinas Marcio Manuel da Silva Santos, 34. “Eu falei que era perigoso, para ela sair dali, mas ela não me escutava”, diz ele. “O Marcio é uma tristeza. Ele estava gravando para mostrar para a minha mãe o que eu estava fazendo”, comenta a vendedora. 

Colocando a vida em perigo duas vezes

A preocupação de Marcio não é infundada. Leiliane descobriu, quando deu à luz sua filha mais nova, Livia, de quatro meses, que tem malformação arteriovenosa (MAV). No parto, ela teve uma convulsão. Por causa do problema, ficou um mês internada em dezembro e está na fila do SUS para fazer a cirurgia intracraniana. Toda quinta-feira, religiosamente, ela vai ao hospital para ver se consegue um encaixe para fazer a intervenção. “Já desmarcaram a operação quatro vezes”, explica. 

Por causa da malformação, ela não pode ficar muito tempo sozinha, não passar por estresse nem carregar peso. Ou seja, tudo o que ela fez ao resgatar o motorista João. Ela corria o risco de ter um derrame hemorrágico ali em cima da boleia. Assim, colocou a vida em risco duas vezes. “Mas eu não pensava em nada disso. Eu estava ligada no 220”, diz. 

A empregada doméstica e ajudante Lucilene Terto da Silva, 53, não pegou leve na hora de dar uma bronca na filha. “Minha mãe ficou brava. Falou que eu tinha três filhos para criar, que eu não poderia ter feito aquilo. Brigou muito comigo”, ri. Lucilene diz, no entanto, que não esperava outra coisa de Leiliane. “Não tem como fazer essa menina parar, não. Sempre que tem motoqueiro machucado ela encosta para ajudar”, narra.  Marcio concorda. Ele conta que, quando ela esteve internada, era conhecida pelas enfermeiras como “turista”. “Ela não parava quieta no quarto. Estava sempre ajudando outros doentes, dando banho, trocando fralda dos idosos”.

Ainda assim, a família toda está cheia de si pelo feito de Leiliane. “Porém, quando cheguei em casa, ela estava toda contente por eu ter salvado o homem”. A filha mais velha da vendedora, Maria Heloísa, de 8 anos, não esconde o orgulho da mãe. “A roupa dela estava cheia de caco de vidro”, lembra, sorrindo.A vizinhança também está acompanhando de perto a repercussão da história de Leiliane. “Você viu ela dando entrevista na Record? Acabou de passar”, pergunta um vizinho passante para Lucilene. A monitora de transporte escolar Gisele Costa, 37, ajuda a vendedora quando ela precisa que alguém cuide de seus filhos. Segundo ela, Leiliane, que já trabalhou como ajudante de pedreiro do pai, também é mão na massa. “Tive um problema no meu salário-maternidade e, mesmo com bebê, ela foi comigo pegar fila no INSS”, relembra. 

Dores no corpo

Dá para ver que Leiliane ainda está tomada por parte da mesma adrenalina do momento do acidente. Ela diz, porém, que quando deixou a delegacia de Perus, onde prestou depoimento sobre o que testemunhou, se rendeu ao choro. “Mas eu não sabia se estava chorando por tudo o que tinha acontecido ou pela dor no braço, que eu achava que ia acabar causando uma nova convulsão”, fala. 

Além do trauma, Leiliane terminou a terça-feira (11) com o corpo dolorido pelo esforço e arranhões ao longo dos braços. Ela, no entanto, sabe que poderia ter sido muito pior: de acordo com ela e com Marcio, se o helicóptero não tivesse batido na carreta, a aeronave teria acertado a moto do casal em cheio. “As pessoas falam que sou o anjo da guarda do João, que eu o salvei, mas foi ele quem salvou a minha vida. Ele apareceu do nada e evitou que eu e meu marido também morrêssemos”. 

Da Universa

Vascaíno disponibiliza táxi para atender famílias com vítimas em incêndio no Fla

Vascaíno disponibiliza táxi para atender famílias com vítimas em incêndio no Fla

A rivalidade entre clubes de futebol passa longe quando o assunto é solidariedade. A tragédia no CT do Flamengo, que deixou dez pessoas mortas e outras três feridas durante o incêndio no Ninho do Urubu, em Vargem Grande, na Zona Oeste do Rio, na madrugada desta sexta-feira, tocou o coração de Gilmar Silva, um taxista de 40 anos. Torcedor do Vasco, ele teve a ideia de disponibilizar corridas gratuitas para familiares das vítimas do Rubro-Negro.

Morador da Penha, o taxista soube da história enquanto estava em casa com a família, tomando café da manhã. No caminho para o trabalho, pensou em como poderia ajudar, conversou com a sua cooperativa e decidiu abriu mão das corridas para todos os familiares que precisarem se locomover para o Ninho do Urubu, hospitais, IML e cemitério.

– Estou criando um grupo de WhatsApp para ajudar nessa divulgação. Estou impressionado com a repercussão. Mas a minha intenção é só querer ajudar e de graça. Meus amigos estão me apoiando e só quero conseguir dar um alento para essas famílias.

De O Globo

Que coisa! Homem é preso em Brumadinho ao relatar falso desaparecimento de mulher e filha

Que coisa! Homem é preso em Brumadinho ao relatar falso desaparecimento de mulher e filha

Na manhã deste sábado (2), um homem tentou registrar o falso desaparecimento de esposa e da filha, que estariam na pousada que ficava nas redondezas da Mina I de Córrego do Feijão, em Brumadinho, no momento da tragédia ocorrida no último dia 25, e acabou detido.

Após questionamentos da Polícia Civil durante o depoimento, ele admitiu que queria ter acesso à indenização oferecida pela Vale às vítimas da tragédia. A reportagem do Hoje em Dia teve acesso ao boletim de ocorrência do caso.

Segundo relatado no boletim, quando os policiais o questionaram sobre o trajeto realizado até pousada e os motivos da demora em comunicar os desaparecimentos, o indivíduo respondeu de forma inconsistente. 

Foi então que um dos agentes pediu que o suspeito acionasse – do telefone pessoal – o celular que a esposa estaria usando no momento do rompimento. Ele acabou confessando que não tinha mulher ou filha e que os documentos apresentados eram falsos. Outras certidões de nascimento também falsas foram encontradas dentro da mochila do suspeito, que assumiu ter confeccionado ele mesmo os documentos.

O homem, que foi detido, é aposentado por invalidez e já foi preso, em 2014, por fraude no vestibular de medicina. 

Procurada, a assessoria de imprensa da Vale disse não ter informações oficiais sobre o assunto, tendo tomado conhecimento do mesmo apenas através da mídia.

Do Hoje em Dia

Acidente deixa 8 mortos em estrada do Maranhão

Acidente deixa 8 mortos em estrada do Maranhão

Um grave acidente na BR 402 que aconteceu na tarde desta quinta-feira (30), nas proximidades do povoado Arrudinha, município de Morros, deixou várias pessoas mortas, que estavam em uma van.

Segundo as primeiras informações reveladas por fontes que estavam no local por meio de vídeos, a van se chocou com um caminhão e todos os que estavam nela vieram a óbito.

Vale lembrar que na maioria desses meios de transporte não há, ou pelo menos não se é de costume, o uso de cinto de segurança por boa parte dos passageiros, mesmo que em ônibus maiores.

Uma sequência de fotos chocantes começaram a circular pelas redes sociais que apresentam, inclusive, fotos de crianças que estavam na van e morreram no acidente.

Ainda não há confirmação oficial do número de mortos na fatalidade, mas as primeiras informações apuradas pelo Portal AtéHoje são de que pelo menos 10 pessoas perderam a vida no acidente.

Aguarde novas informações.

Do site AindaHoje