Três morrem em grave acidente em São Luís

Um grave acidente no Jaracaty deixou três pessoas mortas na madrugada deste domingo (8).

Conduzindo um Corolla pela Ponte Bandeira Tribuzzi no sentido da Avenida Carlos Cunha, um homem perdeu o controle do veículo, capotou e caiu no barranco. No local, havia uma pequena festa.

Morreram Carla Correa Diniz, Henrique Martins Durans Neto e Maurício Andrey.

O motorista foi identificado como Victor Yan Barros de Araújo. Segundo testemunhas, ele apresentava sinais de embriaguez.

Do Blog do Gilberto Leda

Bolsonaro tem agenda confirmada no Maranhão, em agosto

Depois de muita especulação, o presidente da República, Jair Bolsonaro (PSL), confirmou sua vinda ao Maranhão. Não será para evento partidário nem agropecuário como se pensado anteriormente. Bolsonaro vem inaugurar a obra de recuperação da Rua Grande, que ficará pronta em julho, mas a solenidade oficial de inauguração ocorrerá na primeira quinzena de agosto.

A confirmação veio de Brasília, após a equipe do presidente acertar a agenda com o Instituto do Patrimônio Histórico e Artístico Nacional (Iphan), que é o responsável pela obra em São Luís. Na comitiva de Bolsonaro, virá o ministro da Cidadania, Osmar Terra.

A vinda do presidente é aguardada com expectativa. Explica-se: a ideia é que Bolsonaro conheça as obras feitas pelo Iphan – que incluem o complexo Deodoro e a Rua Grande – e, com isso, o gestor mantenha “os cofres abertos” para mais serviços na capital maranhense.

O complexo Deodoro e a Rua Grande custaram aos cofres públicos R$ 38 milhões. Uma reforma que mudou o cenário das praças Deodoro e do Pantheon e também vem tornando a Rua Grande mais estruturada para comerciantes e consumidores.

Novos investimentos serão anunciados antes da vinda de Bolsonaro a São Luís. O superintendente do Iphan no Maranhão, Maurício Itapary, e a presidente nacional do instituto, Kátia Bogéa, vão anunciar as reformas das praças João Lisboa e Largo do Carmo – que incluirão o Abrigo da João Lisboa. Além dessas reformas, uma nova praça será construída: a Praça das Mercês, que ocupará o terreno onde ficava instalada a antiga fábrica da Oleama.

Tribunal absolve homem que prendeu e atirou na cabeça da ex-companheira em motel de São Luís

Os jurados do 1° Tribunal do Júri de São Luís absolveram nesta quarta-feira (12) Eliezer da Cunha Reis pela tentativa de feminicídio contra Weslayne Maiane Corrêa, que sobreviveu após receber um tiro na cabeça após ser sequestrada e mantida em cárcere privado no Motel Wall Street, no bairro Areinha, em São Luís, em abril de 2018. Ela perdeu a visão do olho direito.

A sentença também revogou a prisão de Eliézer, que continuava preso preventivamente desde a época do crime. O réu foi condenado a três anos de prisão apenas em relação ao cárcere privado, mas pode cumprir a pena em regime aberto e recorrer em liberdade.

A sessão de julgamento em Júri Popular foi presidida pelo juiz Osmar Gomes dos Santos. Após a sentença, o Ministério Público recorreu da decisão dos jurados por entender que foi contrária à prova dos autos.

O crime

O crime ocorreu no dia 05 de abril de 2018, por volta das 18h30, dentro do Motel Wall Street, no bairro Areinha, em São Luís.

Eliezer Reis não aceitava o fim do relacionamento e obrigou a ex-companheira, Weslayne Maiane Corrêa, a entrar em um veículo e partiu rumo ao motel, onde foi iniciada uma discussão.

Os funcionários perceberam que algo estava fora do comum por conta dos gritos e chamaram a polícia. Ali ficou claro a situação de sequestro, cárcere e tentativa de feminicídio.

Mesmo após horas de negociação com polícia, ele atirou na cabeça da refém.

Weslayne conseguiu sobreviver após ser internada em estado grave no Hospital Municipal Djalma Marques, o Socorrão 1, e passar por cirurgia para retirada de balas alojadas na cabeça e no rosto.

Eliézer foi preso e, em novembro de 2018, a Justiça decidiu pelo Júri Popular do caso.

Do Blog do Gilberto Lima

Corpo de mulher é encontrado ao lado da TV Ufma em São Luís

Corpo de mulher é encontrado ao lado da TV Ufma em São Luís

Um corpo foi achado na manhã desta segunda-feira (13), dentro do campus do campus da Universidade Federal do Maranhão, na área Itaqui-Bacanga, em São Luís.

De acordo com as primeiras informações, uma funcionária do setor de limpeza da UFMA achou o corpo, próximo ao prédio da TV UFMA e do Centro de Ciências Sociais (CCSO).

O corpo é de uma mulher, que ainda não foi identificada.

Ao lado do achado cadavérico havia um vestido rasgado e um short. Equipes da polícia que se dirigiram ao local informaram que sinais de agressão foram encontrados no corpo da vítima.

Ainda segundo a polícia, tudo leva a crer que o crime não aconteceu no campus da UFMA, mas o corpo teria apenas sido desovado no local.

Uma equipe do Instituto de Criminalística (Icrim) realizou a perícia e o corpo foi encaminhado ao Instituto Médico Legal (IML). Muita gente acompanha a movimentação na área.

Com informações do Imirante

São Luís e Teresina entre as 27 melhores cidades do Brasil para viver

São Luís e Teresina entre as 27 melhores cidades do Brasil para viver

As cidades de São Luís (MA) e Teresina (PI) apareceram em recente ranking da Federação das Indústrias do Estado do Rio de Janeiro (Firjan) entre as 27 melhores cidades do Brasil para se viver.

A capital do Piauí está em 11°, a maranhense, 22º.

Veja o que o levantamento diz de cada uma delas (acesse aqui a íntegra do ranking).

São Luís, Maranhão
Com 1, 1 milhão de habitantes, São Luís é o município mais populoso do Maranhão e está entre as melhores capitais do Nordeste para se viver. A cidade é litorânea e atrai turistas o ano todo, mas também possui um forte setor industrial, com grandes empresas e corporações, e atua em operações portuárias. No ranking elaborado pela Firjan, São Luiz ocupa a 932ª posição.

Teresina, Piauí
Apesar de ser a única capital não litorânea do Nordeste, Teresina tem muitos outros atrativos para a população. No ranking da Firjan, a cidade obteve bons índices em educação, renda e saúde, ficando na 186ª posição, a quarta melhor colocação entre as capitais brasileiras. Teresina também é considerada um local de inovação e figura entre as 50 cidades mais inteligentes do Brasil, de acordo com a revista “Exame”. A capital possui aproximadamente 812 mil habitantes.

Após corte de Dino, Maternidade anuncia fim de internações

A Maternidade Maria do Amparo confirmou ontem (11), por meio de nota, informação divulgada em primeira mão pelo Blog do Gilberto Léda (reveja) dando conta da necessidade da suspensão de atendimentos em virtude do corte de um auxílio que era dado pelo governo Flávio Dino (PCdoB).

Desde o dia 1º de dezembro, alegando a necessidade de corte de gastos, o Governo do Estado decidiu deixar de pagar pelos serviços de uma equipe médica que trabalhava no local – o pagamento era feito pela Secretaria de Estado da Saúde (SES), via Instituto Acqua.

Sem a equipe, a Maternidade informou que precisou suspender as internações.

Leia o comunicado.

“A Maternidade Maria do Amparo informa a toda a população, que a partir desta desta terça-feira (11.12.2018), as internações estão temporariamente suspensas. As gestantes atendidas serão encaminhadas a outras maternidades de São Luís. Informa ainda que está mantido o atendimento ambulatorial.

A medida adotada é resultado da falta dos profissionais anestesistas e pediatras em seu quadro, após suspensão do auxílio da Secretaria de Estado da Saúde, que cedia os referidos profissionais com o intuito de ajudar a manter o atendimento desta unidade.

A Maternidade Maria do Amparo, que funciona desde 1981 e realiza por mês, cerca de quase 200 partos, sendo a quarta maior Maternidade da capital em procedimentos, pede a compreensão de todos e espera que este problema possa ser solucionado o mais breve possível, junto aos gestores, retornando suas atividades normais assim que possivel.

A DIRETORIA”

Do Blog do Gilberto Leda

Membros da OAB-MA avaliam retiradas de recurso do Porto do Itaqui

Carlos Nina e Rodrigo de Barros Bezerra*

José Clementino, Analista de Relações Institucionais da Vale, publicou há poucos dias na mídia local “O Complexo Portuário da Baía de São Marcos”, com objetividade e riqueza de informações sobre as atividades nesse setor.

Em seu artigo afirmou que a atividade portuária no Complexo “sempre foi de grande expressão no contexto nacional”. Expressou a esperança de que o “desempenho do Porto do Itaqui e dos terminais da Alumar e de Ponta da Madeira são merecedores da atenção e do reconhecimento de nossa sociedade”, mercê da crescente movimentação e do enorme potencial portuário na área.

Lamentavelmente, porém, como recentemente noticiado, a Empresa Maranhense de Administração Portuária – EMAP e o Estado do Maranhão não pensam assim e, por seus prepostos, atuam contra o desenvolvimento portuário defendido por Clementino. E o fazem violando o Convênio n. 16/2000, cuja finalidade foi delegar ao Estado a “administração e exploração do Porto do Itaqui, do Cais de São José de Ribamar, dos Terminais de Ferry Boat da Ponta da Espera e do Cujupe”.

O Parágrafo segundo da Cláusula Terceira do Convênio prevê que “toda remuneração proveniente do uso da infraestrutura aquaviária e terrestre, arrendamento de áreas e instalações, armazenagem, contratos operacionais, aluguéis e projetos associados, deverá ser aplicada, exclusivamente, para o custeio das atividades delegadas, manutenção das instalações e investimento no Porto e demais áreas delegadas.”

A Autoridade Portuária, porém, que, independentemente dessa obrigação, deveria zelar pelo que nela se contém, não o fez e, mais que isso, desprezou – ou ignorou – a importância que o desenvolvimento portuário tem para o Estado e o País, como enfatizou Clementino. Através de seu Conselho, a EMAP presenteou a Fazenda Estadual com mais de cento e quarenta e um milhões de reais. Valor esse que fará falta ao plano de expansão do Itaqui, mencionado pelo analista da Vale.

A Agência Nacional de Transportes Aquaviários (ANTAQ) já determinou (Resolução 6.464, de 17/10/2018) que a EMAP abstenha-se dessas absurdas e indevidas transferências, que, por si só, constituem justo motivo para o rompimento do Convênio, retornando a administração portuária para a União Federal.

Tal medida seria salutar, não só pelas razões expostas no artigo de Clementino, mas pelo descaso da EMAP e o espírito invertebrado que domina seu Conselho, comprometendo “o futuro que nos espera”, ao qual se referiu o analista da Vale.

Solapando os cofres do Complexo Portuário a EMAP e o Estado não estão apenas criando obstáculos para o futuro, mas mergulhando no atraso as esperanças do desenvolvimento do Maranhão e do Brasil.

O primeiro dos signatários deste artigo, em outro publicado no início deste ano, em coautoria com o Comandante André Trindade, ex-Capitão dos Portos do Maranhão, defendeu a instalação, em São Luís, da II Esquadra da Marinha do Brasil, pois, a par do incremento do tráfego marítimo na Baía de São Marcos, a Amazônia Azul está aí, exuberante, rica, exigindo, também, cada vez maior vigilância.

Se a EMAP e o Estado não querem ajudar, que não prejudiquem.

*Advogados. Membros da Comissão de Direito Marítimo, Portuário e Aduaneiro da OAB-MA

Júnior Verde também em dobradinha com Sarney Filho…

Deputado da coligação do governador Flávio Dino reúne-se com motoristas do Transporte Alternativo, em mais uma aliança com o candidato a senador da chapa da ex-governadora Roseana Sarney

Sarney Filho com Verde em encontro de motoristas: apoio aos dois parlamentares

Cada vez mais o deputado federal Sarney Filho (PV), candidato a senador na chapa da ex-governadora Roseana Sarney (MDB), avança sobre as bases do governador Flávio Dino (PCdoB).

Na semana passada, além do apoio declarado do presidente do PP, deputado federal André Fufuca, Sarney Filho participou de reuniões com trabalhadores ao lado do deputado estadual Júnior Verde (PRB).

Os dois discutiram com representantes do Transporte Complementar da Grande São Luís as demandas de melhorias para a categoria.

– O deputado Júnior Verde tem o apoio massivo da nossa categoria, pois foi o único que deu um olhar especial às nossas reivindicações, e sempre batalhou para que os nossos direitos fossem atendidos – afirmou o Bruno Louzeiro, que faz parte da diretoria dos Transportes Complementares.

Os dois deputados na reunião com a categoria

Durante o encontro, os trabalhadores expuseram a situação do setor, pediram empenho do parlamentar federal para ajudar a melhorar as condições de trabalho e ofereceram apoio Sarney Filho, reafirmando o compromisso que já declararam com a reeleição de Júnior Verde.

O apoio de membros do grupo de Flávio Dino ao candidato a senador de Roseana incomoda o Palácio dos Leões; e tem recebido críticas também na base da própria Roseana.

Mas esta é uma outra história…

Do Blog do Marco d´Eça

Duque Bacelar garante vice-campeonato e assegura mais uma vaga para os JEM´s em São Luís

A Escola Maria Vieira consagrou-se vice-campeã na etapa regional dos Jogos Escolares Maranhenses – JEM´s que está sendo realizada em Codó.

O time de futsal infantil feminino fizeram bonito e asseguraram mais uma vaga da represetanção do município para a etapa estadual que acontecerá em São Luís.

“Estamos felizes com mais essa conquista porqe sabiamos que nossos atletas fariam bonito aqui em Codó e vamos torcer para que façam bonito também em São Luís”, destacou o superitendente de Esportes, Professor Rogério Borges.

SNJ lança Inova Jovem em São Luís, no Maranhão

Para enfrentar os altos índices de violência vividos pela juventude negra no Brasil, a Secretaria Nacional de Juventude (SNJ) lançou nesta sexta-feira (27) o Inova Jovem, ação que faz parte do Novo Plano Juventude Viva, em mais um município. Desta vez o lançamento do programa, que tem como objetivo transformar a vida de jovens que vivem em comunidades vulneráveis à violência por meio do empreendedorismo, aconteceu em São Luís, Maranhão.

A cerimônia contou com a presença do secretário nacional de juventude, Assis Filho, do secretário adjunto extraordinário de Juventude do Estado, Paulo Romão, do deputado Estadual e presidente das Comissões de Educação da Assembleia Legislativa do Maranhão, Roberto Costa, do deputado Federal, José Reinaldo Tavares, dos vereadores de São Luís Antônio Garcez e César Bombeiro, dos membros do Conselho Nacional de Juventude Hyago Andrade, Derick Passos e Walber Neto, do superintendente da Fundação Nacional da Saúde do Maranhão (FUNASA – MA), André Campos, do coordenador municipal de Juventude de São Luís, Ulysses Fernandes e do presidente do Centro de Integração Socio Cultural Aprendiz do Futuro (CISAF), Maycon Lopes.

Na ocasião, o secretário nacional de Juventude Assis Filho que o projeto visa capacitar, nessa primeira fase de implantação, dois mil jovens. “O público alvo são os jovens negros de 15 a 29 anos que moram nas periferias dos centros urbanos da cidade. É uma política pública que compõe o plano Juventude Viva de enfrentamento à violência contra a juventude negra”, disse. Assis falou ainda sobre o lançamento de duas turmas em São Luís, no bairro Liberdade, considerado o maior quilombo urbano do Maranhão. “Nós também vamos lançar em outras comunidades de São Luís. Mas, a atividade de hoje é o pontapé inicial para uma série de outras turmas que serão implantadas no Maranhão e em outros municípios. O combate à violência é feito com inclusão social e oportunidade para os jovens. O Inova Jovem é justamente isso”, finalizou.

Segundo o Índice de Vulnerabilidade Juvenil à Violência (IVJ), o estado do Maranhão está em 7º lugar na tabela de risco relativo de um jovem negro ser vítima de homicídio em relação a um jovem branco. São José do Ribamar está em 3º lugar no ranking dos municípios com os maiores índices de vulnerabilidade juvenil à violência, que levou em consideração o indicador de mortalidade por homicídio, acidentes de trânsito, a frequência à escola e situação de emprego, indicador de pobreza e desigualdade. Entre os dez municípios com os maiores índices de vulnerabilidade juvenil à violência no Brasil, seis estão na região Nordeste.

Saiba mais

Os municípios que recebem o Inova Jovem com o curso de empreendedorismo foram escolhidos com base nos índices apresentados pelo IVJ, lançado pela SNJ em parceria com a Unesco e o Fórum Brasileiro de Segurança Pública em dezembro de 2017. Os inscritos apresentam ideias para ter seu próprio negócio e obter renda e autonomia. Além do curso presencial, o projeto oferece também um período de incubação do negócio criado pelo jovem, no qual são acompanhados e instruídos para superar obstáculos e aumentar as chances de sucesso. Ao final do curso, os alunos recebem também um certificado que o qualifica para a gestão de uma empresa.

O Inova Jovem surge em resposta ao IVJ para oferecer alternativas de emprego e renda nas comunidades com maior índice de vulnerabilidade juvenil. O projeto atende jovens negros, moradores de comunidades com maiores índices de vulnerabilidade social, com aulas presenciais de capacitação, mentoria dos negócios, acompanhamento e assistência técnica especializada, possibilitando condições de geração de emprego e renda a partir da criação dos seus próprios negócios.