Braide vence Flávio Dino e Duarte Júnior, e elege-se prefeito de São Luís

Braide vence Flávio Dino e Duarte Júnior, e elege-se prefeito de São Luís

O deputado federal Eduardo Braide (Podemos) é o novo prefeito de São Luís.

Com 89,27% das urnas apuradas, ele já conta com 55,95% dos votos válidos e pode ser considerado eleito.

A vitória do candidato do Podemos marca, além da derrota do seu concorrente direto, Duarte Júnior (Republicanos), um revés histórico para o governador do Maranhão, Flávio Dino (PCdoB).

O comunista já havia sido derrotado no 1º turno, quando seu candidato, Rubens Júnior (PCdoB), ficou apenas em quarto lugar.

No 2º turno, decidiu entrar de cabeça na campanha de Duarte Júnior – e constrangeu secretários a fazer o mesmo -, acreditando que poderia, à força, virar o jogo.

Não conseguiu…

E, agora, deve arcar com o ônus não apenas eleitoral, mas também político da sua decisão.

Econométrica/votos válidos: Braide tem 58%; Duarte, 42%

Econométrica/votos válidos: Braide tem 58%; Duarte, 42%

Pesquisa Econométrica de intenções de votos para prefeito e São Luís divulgada hoje (26) confirma tendência de crescimento do candidato do Podemos, Eduardo Braide, nos últimos dias e aponta vitória dele no próximo domingo com 58% dos votos válidos – excluídos brancos, nulos e não sabe/não respondeu.

Segundo o mesmo levantamento, Duarte Júnior (Republicanos), tem apenas 42%.

São 16 pontos percentuais de diferença – na quarta-feira (25) apontava vantagem de 13,2 pontos pró-Braide (reveja).

Considerados os votos totais, Eduardo Braide aparece com 52,6% e Duarte Jr. com 38,1%. nesse caso, 4,6% disseram votar nulo e outros 4,7% não sabem/não responderam.

O instituto Econométrica ouviu 1.018 eleitores, nos dias 22 e 23 de novembro. A margem de erro da pesquisa é de 3 pontos percentuais, para mais, ou para menos, e o intervalo de confiança é de 95%. O registro na Justiça Eleitoral foi feito sob o número MA-08813/2020.

Migração

A consulta Econométrica aferiu, ainda, a migração de votos dos candidatos que não chegaram ao 2º turno para os dois que seguem na disputa.

Nesse quesito, destaque para os 49% que votaram em Neto Evangelista (DEM) e declararam votar agora em Braide – apenas 38% disseram votar agora em Duarte; e para os 67,1% que votaram em Rubens Júnior (PCdoB) e agora votam no republicano – enquanto 27,1% dos eleitores do comunista agora votam no candidato do Podemos.

DataM: Braide 51,28% x Duarte 33,58%

DataM: Braide 51,28% x Duarte 33,58%

Pesquisa do Instituto DataM divulgada neste domingo (22) confirma vitória de Eduardo Braide (Podemos), com 51,28% das intenções de votos, no 2° turno da eleição em São Luis. Duarte Júnior (Republicanos) tem 33,58%; Não sabem ou não quiseram responder 8,18% e Nenhum ou nulo 6,96%.

O levantamento foi feito entre os dias 16 e 19 de novembro.

Se considerados apenas os votos válidos, Braide chega a 60,4% das intenções de votos.

O levantamento feito pelo Instituto DataM ouviu 800 pessoas, está registrado sob o número MA-1140/2020, tem margem de erro de 4 pontos para mais ou para menos e intervalo de confiança de 95%.

Do Blog do Gilberto Leda

Ibope: 60% acreditam em vitória de Braide no 2º turno

Ibope: 60% acreditam em vitória de Braide no 2º turno

A pesquisa Ibope/TV Mirante também apurou a chamada expectativa de vitória. Nesse quesito, o eleitor entrevistado foi instado a apontar quem ele acredita que será eleito novo prefeito de São Luís no próximo domingo, 29, independentemente do seu voto.

Nesse caso, 60% dos entrevistados afirmaram acreditar numa vitória do candidato da coligação “Pra Frente São Luís”, deputado federal Eduardo Braide (Podemos).

De outro lado, 33% disseram que o vencedor será o candidato da coligação “Resgate o amor pela Ilha”, deputado estadual Duarte Júnior (Republicanos).

Outros 8% disseram não saber quem pode ganhar, ou preferiram não opinar.

De O Estado

Covid-19: Duarte Jr. saiu de isolamento antes do fim de protocolo

Covid-19: Duarte Jr. saiu de isolamento antes do fim de protocolo

O candidato do Republicanos à Prefeitura de São Luís, Duarte Júnior, não contou toda a verdade ao anunciar que um novo exame para Covid-19 aponta para sua cura.

Em postagem nas redes, o republicano diz que já está “110%”, e “apenas esperando o fim do período protocolar de isolamento” antes de retornar à ruas.

“Estou 110%, com meus exames já negativos e apenas esperando o fim do período protocolar de isolamento para voltar às ruas”, disse.

Não é verdade.

Blog do Gilberto Léda recebeu ainda na tarde de ontem (19) informação de que Duarte esteve, pela manhã, no Marcus Barbosa Intellingent Office, um prédio comercial de São Luís – foi após isso, a propósito, que o candidato decidiu publicar uma cópia do exame, colhido e liberado no dia 16 de novembro.

Mais tarde, uma postagem de uma seguidora dele no Instagram confirmou: o republicano não apenas “furou” o isolamento antes do fim do protocolo, como ainda interagiu com pessoas.

Duarte diz estar assintomático. Nesse caso, segundo nova recomendação da OMS, o correto é isolar-se por 10 dias.

Como o candidato confirmou, por meio de exame, estar infectado no dia 11 de novembro, esperava-se que ele se mantivesse em isolamento até o dia 21 de novembro, amanhã.

Ele ainda não esclareceu o motivo pelo qual saiu do isolamento antes da hora.

Cadê o PCR?

Médicos consultados pelo Blog do Gilberto Léda apontam que o exame apresentado por Duarte Júnior não é garantia de que ele já esteja curado da doença. Segundo eles, nesse caso, o ideal é que fosse feito o chamado RT-PCR.

A indicação, inclusive, consta da “Nota 6” do exame apresentado pelo candidato.

“A metodologia adotada nos testes sorológicos para detecção de anticorpo IgG e IgM contra a Covid-19 deve ser utilizada para acompanhamento clínico. Para diagnóstico da infecção o padrão ouro é a RT-PCR”, diz o documento.

O mesmo exame aponta, ainda, que, no caso da Covid-19, “a janela sorológica” para detecção de IgG e IgM ocorre “a partir do décimo dia após o início dos sintomas”.

Se Duarte sentiu-se mal no dia 11, quando suspendeu a campanha e fez exame, essa “janela” só estaria aberta a partir de amanhã (21).

Em tempo: foram apenas cinco dias entre o alegado diagnóstico positivo de Duarte Júnior para Covid-19, no dia 11 de novembro, e o exame negativono dia 16.

Ibope: Braide volta a crescer; Duarte e Neto empatados

Ibope: Braide volta a crescer; Duarte e Neto empatados

G1 Maranhão

Pesquisa Ibope divulgada pela TV Mirante nesta sexta-feira (13) aponta os seguintes percentuais de intenção de votos válidos para a Prefeitura de São Luís nas Eleições 2020:

O percentual de votos válidos de cada candidato corresponde à proporção de votos do candidato sobre o total de votos, excluídos os votos brancos, nulos e indecisos. Um candidato é eleito no 1º turno se obtiver 50% mais um dos votos válidos na apuração oficial.

As perguntas cujas somas das porcentagens não totalizam 100% são decorrentes de arredondamentos ou de múltiplas respostas.

Evolução

Em relação aos votos válidos do levantamento anterior do Ibope, de 6 de novembro:

  • Eduardo Braide foi de 39% para 41%;
  • Duarte Júnior foi de 24% para 19%;
  • Neto Evangelista foi de 17% para 19%;
  • Rubens Júnior foi de 7% para 9%;
  • Bira do Pindaré se manteve em 6%;
  • Jeisael Marx foi de 3% para 2%;
  • Silvio Antônio foi de 1% para 2%
  • Yglésio Moyses foi de 2% para 1%;
  • Professor Franklin se manteve em 1%;
  • Hertz Dias foi de 1% para 0%;

Votos totais

  • Eduardo Braide (Podemos): 37%
  • Duarte Júnior (Republicanos): 17%
  • Neto Evangelista (DEM): 17%
  • Rubens Júnior (PCdoB): 8%
  • Bira do Pindaré (PSB): 6%
  • Jeisael Marx (REDE): 2%
  • Professor Franklin (PSOL): 1%
  • Yglésio Moyses (PROS): 1%
  • Silvio Antônio (PRTB): 1%
  • Hertz Dias (PSTU): 0%
  • Branco/Nulo: 5%
  • Não sabe/Não respondeu: 5%

Em relação aos votos totais no levantamento anterior do Ibope, de 6 de novembro:

  • Eduardo Braide foi de 36% para 37%;
  • Duarte Júnior foi de 22% para 17%;
  • Neto Evangelista foi de 16% para 17%;
  • Rubens Júnior foi de 7% para 8%;
  • Bira do Pindaré se manteve em 6%;
  • Jeisael Marx se manteve em 2%
  • Professor Franklin se manteve em 1%;
  • Yglésio Moyses se manteve em 1%;
  • Silvio Antônio se manteve em 1%
  • Hertz Dias foi de 1% para 0%;
  • Branco/Nulo foi de 3% para 5%;
  • Não sabe/Não respondeu foi de 3% para 5%;

DataM aponta Braide e Neto Evangelista no 2° turno

DataM aponta Braide e Neto Evangelista no 2° turno

MA 10

Faltando três dias para as eleições, o Instituto Data M3 divulgou nesta quinta-feira (12) pesquisa sob Registro MA – 00709/2020 de intenção de votos para as eleições municipais que acontecem neste domingo (15). A pesquisa foi contratada pela Rádio e TV Difusora do Maranhão LTDA.

De acordo com os dados coletados, quando perguntado aos entrevistados “Se os candidatos para prefeito de São Luís fossem esses, em qual destes o Sr.(a) votaria?”, 33,87% dos eleitores afirmaram que votariam em Eduardo Braide. Em seguida, aparece o candidato Neto Evangelista, com 17,5%. 15,2% disseram que votariam em Duarte Jr, 5,7% em Rubens Jr., 3,2% em Bira do Pindaré, 1,3% em Jeisael Marx, Sílvio Antonio e Yglésio Moyses 1,2%, Professor Franklin 0,6% e Hertz Dias 0,1%.

A porcentagem de eleitores que não sabem ou não responderam foi de 13,4%. 6,8% do eleitorado afirmou que não votaria em nenhum dos candidatos.

Foram entrevistadas 1.000 pessoas, entre os dias 09, 10 e 11 de novembro de 2020. O intervalo de confiança estimado é de 95% e a margem de erro máxima estimada é de 3 pontos percentuais para mais ou para menos sobre os resultados encontrados no total da amostra.

Ibope aponta 2º turno entre Eduardo Braide e Duarte Jr.

Ibope aponta 2º turno entre Eduardo Braide e Duarte Jr.

Pesquisa Ibope encomendada pela TV Mirante e divulgada nesta sexta-feira (6) aponta os seguintes percentuais de intenção de voto para a Prefeitura de São Luís nas Eleições 2020:

Eduardo Braide (PODE): 36%

Duarte Júnior (Republicanos): 22%

Neto Evangelista (DEM): 16%

Rubens Júnior (PCdoB): 7%

Bira do Pindaré (PSB): 6%

Jeisael Marx (REDE): 2%

Hertz Dias (PSTU): 1%

Professor Franklin (PSOL): 1%

Yglésio Moyses (PROS): 1%

Silvio Antônio (PRTB): 1%

Branco/Nulo: 3%

Não sabe/Não respondeu: 3%

Evolução

Em relação ao levantamento anterior do Ibope, de 23 de outubro:

Eduardo Braide (PODE) foi de 44% para 36%

Duarte Júnior (Republicanos) foi de 19% para 22%

Neto Evangelista (DEM) foi de 14% para 16%

Rubens Júnior (PCdoB) foi de 6% para 7%

Bira do Pindaré (PSB) foi de 3% para 6%

Jeisael Marx (REDE) se manteve em 2%

Hertz Dias (PSTU) se manteve em 1%

Professor Franklin (PSOL) se manteve em 1%

Yglésio Moyses (PROS) se manteve em 1%

Silvio Antônio (PRTB) não foi citado na primeira pesquisa e passou a ter 1%

Branco/Nulo: foi de 5% para 3%

Não sabe/Não respondeu: foi de 4% para 3%

Rejeição

A pesquisa também perguntou em quem os eleitores não votariam de jeito nenhum. Os percentuais foram os seguintes:

Bira do Pindaré (PSB): 23%

Rubens Júnior (PCdoB): 23%

Eduardo Braide (PODE): 21%

Neto Evangelista (DEM): 16%

Jeisael Marx (REDE): 15%

Yglésio Moyses (PROS): 15%

Silvio Antônio (PRTB): 14%

Professor Franklin (PSOL): 13%

Duarte Júnior (Republicanos): 11%

Hertz Dias (PSTU): 10%

Poderia votar em todos: 4%

Não sabe/Não respondeu: 10%

Os entrevistados podiam apontar mais de uma resposta, por isso a soma dos fatores ultrapassa 100%.

Simulações de segundo turno

O Ibope também questionou, caso haja segundo turno, em quem os entrevistados votariam:

Braide 49% x 40% Duarte (branco/nulo: 8%; não sabem ou não preferem opinar: 4%)

Braide 52% x 32% Neto Evangelista (branco/nulo: 11%; não sabem ou não preferem opinar: 5%)

Sobre a pesquisa:

Margem de erro: 3 pontos percentuais para mais ou para menos

Quem foi ouvido: 805 eleitores de São Luís

Quando a pesquisa foi feita: 4 a 6 de novembro

A pesquisa foi encomendada pela TV Mirante

Número de identificação na Justiça Eleitoral: MA‐01947/2020

O nível de confiança utilizado é de 95%. Isso quer dizer que há uma probabilidade de 95% de os resultados retratarem o atual momento eleitoral, considerando a margem de erro.

Do G1

Prever: Braide, 41,3%; Duarte, 19%; Neto Evangelista, 13%

Prever: Braide, 41,3%; Duarte, 19%; Neto Evangelista, 13%

Pesquisa do Instituto Prever divulgada nesta quarta-feira (4) pelo blog do Diego Emir, avalia o atual cenário eleitoral de São Luís.

Os novos números apontam Eduardo Braide, candidato pelo Podemos, com ampla vantagem em relação aos seus adversários.

De acordo com os números, Braide aparece com 41,3%. das intenções de votos. O segundo colocado é Duarte (Republicanos), com 19%. Eles são seguidos por Neto Evangelista (Democratas) com 13%; Rubens Júnior (PCdoB) 6,9%; Bira do Pindaré (PSB) 3,8%; Jeisael Marx (Rede) 2,7%; Yglésio Moyses 2,1%; Professor Franklin (PSOL) 1%; Sílvio Antônio (PRTB) 0,6% e Hertz Dias (PSTU) 0,1%. Não souberam ou não responderam somam 8,3% e brancos e nulos são 1,2%.

A pesquisa do Instituto Prever ouviu 1.000 eleitores entre os dias 31 de outubro e 3 de novembro. A margem de erro é de 3 pontos percentuais, para mais ou para menos. O intervalo de confiança é de 95%. O registro da pesquisa no TRE-MA é MA-05600/2020.

DataM: Braide lidera com folga; Neto Evangelista na frente de Duarte Jr.

DataM: Braide lidera com folga; Neto Evangelista na frente de Duarte Jr.

Pesquisa DataM de intenções de voto para prefeito de São Luís divulgada hoje (3) pela TV Difusora confirma que o candidato do Podemos, Eduardo Braide, segue com ampla liderança na corrida eleitoral, com 38%.

A novidade do levantamento é que o candidato do DEM, Neto Evangelista, aparece pela primeira vez à frente do candidato do Republicanos, Duarte Júnior: 14,7%, contra 14,5%.

Na sequência, estão Rubens Júnior (PCdoB) com 6,4%, Bira do Pindaré (PSB) com 2,7% e Jeisael Marx (Rede) com 1,7%. Yglésio Moyses (PROS) tem 1,2%, Sílvio Antônio (PRTB) 1%, Hertz Dias (PSTU) 0,1% e Professor Franklin (PSOL) não pontuou.

Não sabem ou não responderam somou 12,9% e nenhum candidato 6,7%.

A pesquisa ouviu 801 pessoas entre os dias 29 e 30 de outubro. O registro na Justiça Eleitoral foi feito sob o número MA-094791/2020. A margem de erro é de 4 pontos percentuais, para mais ou para menos, e o intervalo de confiança é de 95%.