Econométrica também aponta vitória de Braide no 1° turno em São Luís

Econométrica também aponta vitória de Braide no 1° turno em São Luís

Pesquisa do Instituto Econométrica, em parceria com a TV Guará, confirmou hoje (30) dados já levantados pelo Ibope e também revelou que o candidato Eduardo Braide (Podemos) lidera com folga a corrida eleitoral em São Luís.

Com 47,3% dos votos totais, Braide seria eleito em 1° turno, já que a soma de todos os demais candidatos não chega a 40% – em votos válidos, excluídos brancos/nulos e não sabe/não respondeu, o candidato do Podemos teria 55,7%.

A pesquisa foi realizada em 44 bairros da capital e entrevistou 1.000 eleitores nos dias 20 a 22 de setembro de 2020. A pesquisa foi registrada no TSE via PESQELE em 24/09/2020, com número de identificação MA-06272/2020. O erro amostral foi de 3,1% com um intervalo de confiança de 95%.

No cenário estimulado, a pesquisa perguntou: Caso a eleição para Prefeito fosse realizada hoje, em qual destes candidatos o(a) Sr(a) votaria? Em primeiro lugar está Eduardo Braide com 47,3% das intenções de voto, seguido por Duarte Jr. com 10,8% e em terceiro lugar Neto Evangelista marcou 10,6% pontos percentuais. Rubens Jr. vem logo a seguir com 6,0%, Bira do Pindaré e Adriano Sarney com 2,6%, Jeisael Marx com 1,5%, Yglésio Moises com 1,2% e Carlos Madeira com 1% das intenções de voto. Silvio Antônio, Hertz Dias e Franklin Douglas foram citados por menos de 1% dos entrevistados. Nulo marcou 6,6%. Não sabem 8,5%.

O deputado Adriano Sarney aparece por que quando o levantamento foi feito, ainda não havia retirado a candidatura, que ocorreu no último fim de semana.

O levantamento quis saber também em quem o eleitor não votaria e perguntou: Se as eleições fossem hoje, em quem o Sr. (a) NÃO votaria para Prefeito? Adriano Sarney teve 33,2% de rejeição, seguido por Bira do Pindaré com 27,5%, Eduardo Braide com 19,1%, Neto Evangelista com 18,8%, Rubens Jr. com 18,0%. Já Jeisael Marx teve 15,7% , Duarte Jr. com 15,6%, Yglésio Moises com 12,8%, Carlos Madeira teve 11,5%, Silvio Antônio com 7,3%, Hertz Dias com 6,8%, Franklin Douglas com 5,9%. 4% não votariam em nenhum dos candidatos e 10,6% não sabem/não responderam.

Do Blog do Gilberto Leda

São Luís tem 17 assassinatos em uma semana

São Luís tem 17 assassinatos em uma semana

Violência e descontrole

Da coluna Estado Maior

Vila Luizão, bairro de São Luís, 22h do dia 24 de setembro. Membros de uma facção criminosa invadem as ruas daquela localizadade. Com armas de grosso calibre em punho e de forma ostensiva e até organizada, atacam membros de uma facção rival.

O saldo: um jovem morto, sangue nas ruas, pânico na comunidade, medo nos olhos das pessoas. Quase que no mesmo horário, dois outros jovens foram executados no Cruzeiro do Anil, em ação semelhante, que deu novos contornos a uma guerra aberta e declarada entre os bandidos.

Nos dias anteriores, casos de mesmo formato e não menos brutais foram registrados na Cidade Operária, onde um jovem foi executado; no Turiuba, em São José de Ribamar, onde também houve assassinato e uma criança acabou baleada; além de ações criminosas na região Itaqui-Bacanga; Alto Turu; São Critóvão e em outros bairros.

Um policial e um bandido também morreram após troca de tiros, na quinta-feira, em São Luís, e um motorista de ônibus foi vítima de latrocínio no sábado (19), próximo ao retorno da Cohama, o que provocou paralisação da frota de ônibus no domingo e uma série de protestos de rodoviários contra a violência na capital.

Ao todo, até meio-dia de sexta-feira, 17 homicídios já haviam sido registrados na Ilha num período de apenas uma semana.

Em meio a todo esse caos e pânico na sociedade, é perceptível a inexistência de um plano de ação eficaz de combate às facções criminosas que dominam bairros e também presídios – com alas divididas por seus próprios membros -, e que apavoram a periferia da capital.

A população grita por socorro. O comando da Segurança Pública precisar dar respostas efetivas e enérgicas. Do outro lado, criminosos sentem-se à vontade para agir, de dia e de noite, numa rotina de barbárie, insanidade e desrespeito à vida humana.

Braide segue liderando em São Luís

Braide segue liderando em São Luís

Pesquisa Ibope de intenções de votos para prefeito de São Luís confirma que o pré-candidato do Podemos, deputado federal Eduardo Braide, segue na liderança na capital. De acordo com o levantamento, ele aparece com 39%, seguido ainda de longe pelo deputado estadual Duarte Jr, do Republicanos, com 13%.

Na sequência:

Wellington do Curso (PSDB) – 9%
Neto Evangelista (DEM) – 8%
Bira do Pindaré (PSB) – 5%
Adriano Sarney (PV) – 3%
Detinha (PL) – 2%
Jeisael Marx (Rede) – 2%
Rubens Jr. (PCdoB) – 2%
Carlos Madeira (SDD) – 1%
Yglésio Moyses (Pros) – 1%

Franklin Douglas (PSOL) e Saulo Arcangeli (PSTU) não pontuaram. Branco e nulo somaram 9% e outros 6% não sabem ou não responderam.

A pesquisa Ibope foi realizada entre os dias 30 de julho e 5 de agosto e ouviu 602 eleitores. A margem de erro é de 4 pontos percentuais, para mais, ou para menos, e o intervalo de confiança é de 95%. O registro na Justiça Eleitoral foi feito sob o número MA-05532/2020. A contratante foi a Jakarta Publicidade.

Do Blog do Gilberto Leda

São Luís: PTB frustra comunistas e anuncia apoio a Neto Evangelista

São Luís: PTB frustra comunistas e anuncia apoio a Neto Evangelista

Os comunistas, pelo visto, cantaram vitória antes do tempo.

Nesta quarta-feira (5) – após dois dias de membros do PCdoB anunciando apoio do PTB a Rubens Júnior – o deputado federal Pedro Lucas Fernandes, presidente petebista no Maranhão, confirmou que o partido vai mesmo é com Neto Evangelista, do DEM.

“O PTB caminha a partir de agora com o pré-candidato a prefeito, Neto Evangelista, por acreditar no seu projeto para São Luís. O nosso partido tem uma grande história de trabalho por São Luís. Vamos juntos, lado a lado, construir o futuro da nossa cidade”, destacou Pedro Lucas no Instagram, ao posar para foto ao lado do democrata.

Aliados de Rubens estavam confiantes no acerto porque mantiveram conversas com Pedro Fernandes e o próprio Pedro Lucas. Ao primeiro, ofereceram até mesmo vaga no Senado (entenda aqui), o que, pelo visto, não surtiu efeito.

Do Blog do Gilberto Leda

JPesquisa: Braide tem 40% em São Luís; Duarte e Neto na sequência

JPesquisa: Braide tem 40% em São Luís; Duarte e Neto na sequência

Pesquisa realizada pelo instituto JPesquisa, com 1.000 entrevistados, mostra o deputado federal Eduardo Braide (Podemos) em primeiro lugar na corrida pela Prefeitura de São Luís, com 40% das intenções de voto no cenário estimulado.

O segundo colocado é do deputado estadual Duarte Jr (Republicanos), com 15%. O deputado estadual Neto Evangelista vem na terceira colocação, com 9% – eles estão tecnicamente empatados, no limite da margem de erro, de 3 pontos percentuais, para mais, ou para menos.

O também deputado estadual Wellington do Curso (PSDB) vem na sequência, com 7%. Estão empatados com 4% o líder da Oposição na Assembleia  Legislativa, deputado Adriano Sarney (PV), e os deputados Bira do Pindaré (PSB) e Rubens Júnior (PCdoB).

Empatados com 3% estão o juiz federal aposentado Carlos Madeira (SD) e o deputado estadual Yglésio Moises (Pros). O radialista Jeisael Marx (Rede) tem 2%. Não pontuaram na pesquisa estimulada a deputada estadual Detinha (PL), o jornalista Franklin Douglas (PSOL) e o sindicalista Saulo Arcangeli (PSTU). Nenhum deles, 6% e não sabe/não respondeu, 3%.

Votos válidos

Os resultados apurados pela JPesquisa indicam que, se as eleições para prefeito de São Luís fossem hoje, haveria segundo turno. Isto porque, nos votos válidos, este é o cenário: Eduardo Braide tem 44%, Duarte Jr 16%, Neto Evangelista 10% e Wellington do Curso 8%. Empatados com 4% estão os deputados Adriano Sarney, Bira do Pindaré e Rubens Júnior. Empatados com 3% estão Carlos Madeira e Yglésio Moisés. E Jeisael Marx tem 2%.

Portanto, a tendência de haver um segundo turno, apontada nesta pesquisa, evidencia-se no fato de que Eduardo Braide detém 44% e todos os outros pré-candidatos somados totalizam 56%.

Com margem de erro de 3 pontos percentuais, para mais, ou para menos, a pesquisa ouviu 1 mil eleitores, entre os dias 21 e 24 de julho. O registro na Justiça Eleitoral foi feito sob o protocolo n° MA-02519/2020.

Do Blog do Gilberto Leda

Datailha confirma que Braide está próximo da vitória no primeiro turno em São Luís

Datailha confirma que Braide está próximo da vitória no primeiro turno em São Luís

Mais uma pesquisa eleitoral foi divulgada nesta quarta-feira (22), e os números evidenciados pelo Datailha evidenciam que Eduardo Braide (Podemos), está muito próximo de uma vitória ainda no primeiro turno. O estudo mostra uma ampla vantagem do deputado federal em relação aos seus adversários. Duarte Júnior segue consolidado como o melhor nome do grupo de Flávio Dino.

Os números apresentados pela Datailha, contabilizando os brancos, nulos e não souberam ou não responderam são os seguintes:

Já o cenário estimulado e contando apenas os votos válidos, os números ficam da seguinte forma:

Eduardo Braide 49,2%

Duarte Júnior 11,6%

Wellington do Curso 9,5%

Neto Evangelista 8,2%

Bira do Pindaré 5,8%

Adriano 4,8%

Rubens 4,2%

Yglesio 2,7%

Jeisael 2,4%

Madeira 1,3%

A Pesquisa DataIlha foi encomendada pelo blog do jornalista Jorge Vieira e registrada na Justiça Eleitoral sob o número 0027/2020. Foram ouvidos 1.014 eleitores, entre os dias 13 a 15 de julho deste ano. A margem de erro é de 3 pontos percentuais, para mais, ou para menos. E o índice de confiança é de 95%.

Vale lembrar que a pesquisa Datailha excluiu quatro pré-candidatos: Detinha do PL, Silvio Antonio do PRTB, Franklin Douglas do PSOL e Saulo Arcangeli do PSTU.

Do Blog do Diego Emir

Agência Espacial Brasileira investirá em infraestrutura para Alcântara

Agência Espacial Brasileira investirá em infraestrutura para Alcântara

A Agência Espacial Brasileira (AEB/MCTI) formalizou na semana passada Plano de Trabalho em Conjunto com o Ministério da Infraestrutura (Minfra) para implementar ações relacionadas com o Programa de Desenvolvimento Integrado para o Centro Espacial de Alcântara (PDI-CEA). O documento foi assinado na quinta-feira (2) pelo Secretário-Executivo do Minfra, Marcelo Sampaio, e pelo presidente da AEB, Carlos Moura.

A reunião tratou ainda de projetos e sinergias relacionados a Alcântara, para melhorar a infraestrutura do município, com vistas a transformar o Centro Espacial em uma base de lançamento competitiva internacionalmente. O secretário comentou que conhece Alcântara e que sabe da sua riqueza cultural. Sampaio reforçou que será gratificante trabalhar em prol de entregas ao município e a toda sociedade brasileira.

Durante o processo de discussão do Acordo de Salvaguardas Tecnológicas (AST), o Ministro de Ciência Tecnologia e Inovações, Astronauta Marcos Pontes, assegurou que, uma vez aprovado o acordo, AEB e MCTI se debruçariam no planejamento de todas as ações e melhorias técnicas e de infraestrutura para que Alcântara entre no mercado internacional de maneira competitiva, e leve a um processo de desenvolvimento socioeconômico inclusivo. “Essa parceria com o Ministério da Infraestrutura é um exemplo concreto do governo federal arregaçando as mangas para viabilizar a melhoria dos diversos modais de transporte que atenderão Alcântara e região”, afirmou o presidente da AEB, Carlos Moura.

Alcântara precisa de implementação de infraestrutura em seu retorno. Para isso, AEB/MCTI e MINFRA trabalharão juntos, a afim de entregar benefícios ao estado do Maranhão, e para o Brasil.

Covid-19: São Luís tem 6ª maior taxa de letalidade entre capitais

Covid-19: São Luís tem 6ª maior taxa de letalidade entre capitais

A cidade de São Luís está entre as recordistas de taxa de letalidade no novo coronavírus.

Levantamento da GloboNews, a partir de dados do Ministério da Saúde, apontam que a taxa de mortalidade pela Covid-19 entre pacientes da capital maranhense é de 6,3%.

A média nacional é de 4,2%.

São Luís, de acordo com esses números, é a sexta capital em taxa de letalidade do vírus, à frente até mesmo de São Paulo.

O mais recente boletim emitido pela SES informa que foram registradas 12 novas mortes na cidade nas últimas 24h – contra 24 em todo o restante do estado.

Do Blog do Gilberto Leda

São Luís é 4ª capital com menor ritmo de contágio de coronavírus em todo o Brasil

São Luís é 4ª capital com menor ritmo de contágio de coronavírus em todo o Brasil

O ritmo de contágio do coronavírus na capital maranhense está caindo e entrou na faixa abaixo de 1. Quanto menor o número, menos a doença se espalha. Os dados são da plataforma Farol Covid, que analisa a situação de cidades e estados.

De acordo com o estudo, São Luís teve na segunda-feira (15) um ritmo de contágio de 0,88, o quarto menor entre todas as capitais dos 26 estados e do Distrito Federal.

Quando a taxa é superior a 1, cada contaminado transmite a doença para mais de uma pessoa, logo o vírus ainda avança. Quando é abaixo de um, a tendência é que os novos casos comecem a cair. Afinal, uma pessoa passa a contaminar cada vez menos outras pessoas.

Na prática, isso significa que algumas pessoas passam a não mais contaminar outras. Por isso, a quantidade de casos novos vai se reduzindo.

Em outras palavras, o número de casos ativos (de pessoas com a doença) passa a crescer bem menos e o número de pessoas recuperadas passa a crescer bem mais.

O cenário perfeito é quando a taxa chega a zero, ou seja, não há contaminações. Mas esse é um cenário ainda distante para todas as capitais brasileiras.

Capacidade hospitalar

O estudo do Farol Covid mostra que a tendência de contágio na capital maranhense está na classificação “melhorando” e o ritmo está em “bom”.

Outro dado contido no levantamento é a capacidade hospitalar da cidade, classificada como “boa”.

Isso quer dizer que os leitos não estarão todos ocupados por pelo menos dois meses, “indicando que o poder público terá tempo para organizar uma resposta caso o número de casos venha a crescer de modo inesperado”.

Farol Covid

A plataforma Farol Covid foi desenvolvida pela Impulso em parceria com o Instituto Arapyaú e InLoco. A ferramenta calcula o ritmo de contágio a partir dos dados oficiais divulgados pelas secretarias estaduais de saúde.

O Farol Covid pode ser visto aqui: https://farolcovid.coronacidades.org/

Capitais

Veja a lista das capitais e seus respectivos riscos de contágio, do menor para o maior, no dia 15 de junho, segundo o Farol Covid:

1 Manaus 0,63
2 Recife 0,79
3 Rio de Janeiro 0,84
4 São Luís 0,88
5 Fortaleza 0,88
6 Belém 0,92
7 Rio Branco 0,95
8 São Paulo 1,01
9 Macapá 1,06
10 Florianópolis 1,12
11 Maceió 1,13
12 Salvador 1,15
13 João Pessoa 1,17
14 Natal 1,2
15 Boa Vista 1,21
16 Goiânia 1,23
17 Palmas 1,24
18 Belo Horizonte 1,28
19 Vitória 1,29
20 Brasília 1,33
21 Curitiba 1,35
22 Porto Alegre 1,35
23 Porto Velho 1,36
24 Aracaju 1,38
25 Teresina 1,4
26 Campo Grande 1,45
27 Cuiabá 1,62

PF prende três por fraude de R$ 2 mi na compra de máscaras em São Luís

PF prende três por fraude de R$ 2 mi na compra de máscaras em São Luís

A Polícia Federal, com o apoio da Controladoria Geral da União (CGU), deflagrou, nesta terça-feira (9), a Operação “Cobiça Fatal” com a finalidade de desarticular associação criminosa voltada a fraude em licitações com o intuito de desviar recursos públicos federais que seriam usados no enfrentamento do novo coronavírus (Cocid-19) em São Luís/MA.

Foram cumpridos três mandados de prisão, 14 de busca e apreensão, além do sequestro de bens e bloqueio de contas dos investigados no valor de R$ 2,3 milhões.

Segundo as investigações, foram verificados indícios de superfaturamento na compra de 320 mil máscaras pela Secretaria Municipal de Saúde de São Luís (Semus). A PF afirma que a pasta pagou R$ 9,90 por cada unidade, quando o preço médio praticado no mercado nacional é de R$ 3,17, apontando pra um superfaturamento aproximado de R$ 2,3 milhões.

“Não bastasse isso, documentos que robustecem a investigação, demostram que, poucos dias antes do processo de dispensa de licitação, a Prefeitura de São Luís, por meio da própria Semus, havia contratado o fornecimento de máscaras do mesmo modelo junto a outra empresa pelo preço de R$ 2,90 a unidade, totalizando a quantia de R$ 980 mil”, diz comunicado dos federais.

Nesse caso, a diferença entre as duas compras é de mais de 341%.

Ainda de acordo com a PF, contratos das mesmas empresas que forneceram para a capital são investigados em de Timbiras/MA, e Matinha/MA. “Sabe-se também que a principal empresa investigada também já teria formalizado contratos, após dispensa de licitação, para fornecer insumos para o combate ao COVID-19 com os municípios de Icatu/MA, Cajapió/MA, Lago do Junco/MA, e Porto Rico do Maranhão/MA”, completa a nota oficial.

Do Blog do Gilberto Leda