Dino manda recado a prefeitos: ‘O que vale é o decreto do governo’

Dino manda recado a prefeitos: ‘O que vale é o decreto do governo’

O governador Flávio Dino (PCdoB) mandou um recado a prefeitos do Maranhão que têm editado decretos municipais alterando regras sobre o funcionamento do comércio.

Durante entrevista coletiva no Palácio dos Leões, na manhã de hoje (30), ele informou que medidas assim não têm prevalência sobre o decreto estadual que determinou o fechamento do comércio até o dia 4 de abril.

“Nós não temos uma pluralidade de normas no Maranhão, é importante fixar isso. O que vale no território maranhense é o decreto do Governo do Estado, em proteção à saúde pública de todos os maranhenses. O que é possível é um prefeito, ou outro, tratar de coisas que são coisas específicas da sua cidade, temporariamente, mas não negar a validade do decreto estadual”, ressaltou.

Do Blog do Gilberto Leda

Reivindicação atendida: Presidente da Câmara elogia ampliação de horário no atendimento do Banco do Brasil

Reivindicação atendida: Presidente da Câmara elogia ampliação de horário no atendimento do Banco do Brasil

O presidente da Câmara Marcos Tourinho (PDT), elogiou nesta segunda (30), a ampliação do horário de atendimento do Banco do Brasil em Coelho Neto. A gerência anunciou que o horário nos dias úteis que era apenas até as 18h fora estendido para até às 22h, além da garantia da abertura nos finais de semana e feriados.

Ele lembrou que o assunto foi tema de diversos discursos na tribuna e de que chegou a apresentar na sessão do dia 20 de setembro do ano passado o Projeto de Lei nº 025, que obriga estabelecimentos a manterem disponíveis os serviços dos caixas eletrônicos no período das 07h às 22h e dá outras providências (relembre AQUI).

Na sua justificativa ele chegou a dizer que a medida já havia sido tomada por iniciativa do parlamento em outros municípios e que em Coelho Neto era urgente diante dos transtornos que o fechamento antecipado (como acontecia no Banco do Brasil), causava a clientes e usuários.

Na sessão do dia 09 de outubro, o presidente da Câmara cedeu espaço para o novo gerente do Banco do Brasil Edoaldo Melo, que se comprometeu junto a Superintendência a atender a reivindicação de ampliação do atendimento.

“Recebemos com muita alegria o atendimento dessa reivindicação que foi tão esperada por todos nós vereadores. Todas as vezes que levei o assunto a tribuna não era uma reivindicação apenas minha, mas da comunidade e da classe trabalhadora que ficava com horário limitado para ir na agência. Tivemos ai uma coincidência entre a aprovação do meu projeto e a chegada do novo gerente que pediu tempo para que o assunto fosse resolvido e agora tivemos a resposta que tanto aguardávamos. Parabenizo o gerente Edolado Melo e a superintendência do Banco Brasil pela sensibilidade em compreender a importância desse pleito”, disse Marcos Tourinho.

Sarney: ‘Sei pela fé que Deus vai nos salvar e está chegando’

Sarney: ‘Sei pela fé que Deus vai nos salvar e está chegando’

Sempre tive febre de conhecimento. Talvez uma Enciclopédia Popular que meu avô José Adriano, professor — “mestre escola”, como assim se chamava naquele tempo, em São Bento, onde passei a minha infância —, me tenha despertado essa curiosidade.

Na cidade nem na nossa casa não tínhamos livros para minha idade. Havia apenas o Almanaque de Bristol e essa Enciclopédia, que meu avô recebia mensalmente, e era minha fonte de conhecimentos novos. Eu tinha uma grande pressa em esperá-la mensalmente.

Daí meu hábito da leitura e a companhia do maior amigo que encontrei para a vida inteira: o livro.
Crescendo adquiri uma outra grande curiosidade: a física de partículas de altas energias, para descobrir aquela peça fundamental que gerou, do Nada, o Universo.

Quando Presidente da República visitei o Fermilab, em Chicago, nos Estados Unidos, o grande laboratório acelerador de partículas, onde trabalhava uma equipe de jovens brasileiros, sob a direção do grande físico brasileiro, Professor Alberto Santoro, que, ao lado do Prêmio Nobel Lederman, que descobrira os neutrinos, continuavam a busca da partícula “quark top”, uma das necessárias para explicar o chamado Modelo Padrão. A última descoberta foi a do bóson de Higgs. Mas até hoje não encontraram a chamada “partícula de Deus” — nem a encontrarão.

Já mais velho, depois que, em Xangai, ouvi Helmut Schmidt falar das doenças desconhecidas e que elas ameaçavam mais o futuro da humanidade do que a bomba atômica, comecei a interessar-me por elas e ler o que me aparecia à mão.

Isso começou a apavorar mais os cientistas depois que, em 1967, o Filovirus de Marburg foi isolado, vindo de macacos trazido de Uganda para estudos científicos, com 31 infecções e 7 mortes no laboratório que realizava os estudos, provocadas por severas hemorragias. Pouco depois apareceu o Ebola, também um Filovirus. Antes, em 1960, foi isolado o Coronavírus responsável pelo resfriado comum. Ao longo da História diversas espécies de peste mataram multidões de seres humanos. Mataram e matam. Todo ano morrem muitos milhões de pessoas por impaludismo, sarampo, AIDS…

Agora, surge o SARS-CoV-2, candidatando-se a ser o apocalipse com sua doença, a COVID-19. O mundo é outro, o homem sabe tudo, descobre tudo, a sociedade é outra, os medicamentos são descobertos — e o homem quer matar Deus.

Mas é ELE quem vai nos salvar e em breve, pela mão d’Ele um novo Sabin ou Fleming — descobridores da vacina contra a paralisia infantil e da penicilina — virá em nosso socorro. Para mim, depois de ter lido tanto, sobre nosso Princípio e Fim, sei pela FÉ que Deus vai nos salvar e está chegando.

José Sarney

Presos que estiverem em grupo de risco vão passar a quarentena em casa no Maranhão

Presos que estiverem em grupo de risco vão passar a quarentena em casa no Maranhão

Os detentos do regime semiaberto de São Luís que pertencerem ao grupo de risco do novo coronavírus (Covid-19) ficarão em prisão domiciliar por trinta dias, por determinação do juiz titular da 1ª Vara de Execuções Penais, Marcio Castro Brandão. São idosos, hipertensos, portadores de diabetes, doenças cardiovasculares, respiratórias ou renais crônicas, portadores de HIV, mulheres grávidas e lactantes.

Esse ano, tiveram direito ao benefício 70 internos de 10 unidades prisionais da capital maranhense. A Portaria 03/2020 foi editada a partir da listagem nominal elaborada pela Secretaria de Estado de Administração Penitenciária (SEAP), em consulta aos prontuários dos internos.

Conforme o documento, durante o período da prisão domiciliar o apenado será submetido às seguintes condições: não se ausentar do endereço indicado à unidade prisional, sem justificativa ou autorização do juiz; uso de monitoramento eletrônico, em havendo disponibilidade do equipamento; e apresentar-se espontaneamente à unidade, no 31º após sua saída da unidade.

O descumprimento dessas medidas importará a expedição do mandando de prisão e abertura de procedimento disciplinar para apuração da falta grave, suspensão de benefícios e, se for o caso, regressão ao regime fechado.

Não serão beneficiados com a saída temporária os internos que não apresentarem boa conduta carcerária ou tiverem com mandado de prisão provisória. Nesses casos, deverá a unidade prisional providenciar o devido isolamento para a proteção do apenado, em conformidade com o plano de contingência do COVID-19, estabelecido pela Secretaria de Administração Penitenciária.

Enquanto Isso no Maranhão

11 anos de blog…

Editorial

O início de 2020 trás consigo a sensação do dever cumprido: 11 anos de blog. Há cada novo ano é um motivo a mais para comemorar tamanho feito desse projeto que é uma realização pessoal e o que é melhor, gozando da fidelidade plena dos nossos leitores desde os primeiros aos que seguem nos dias atuais.

Não teria como dizer que foi fácil, mas foi desafiante como tudo em minha vida. Quanta coragem para um jovem do interior ter a audácia de criar um blog para divulgar noticias, quando sequer tinha computador em casa e quando esse meio de comunicação ainda estava penetrando nas cidades do interior do Estado.Quis fazer história. E fiz!

Quando se faz as coisas com boa vontade, Deus se encarrega de ajudar e naquele tempo enviou uma “anja” para me presentear com o tal computador. “Que blogueiro é esse que não tem computador? Arruma o melhor computador pra esse menino aqui cuidar no blog dele”, disse ela na época com seu jeitão despachado a um vendedor. Na hora agradeci meio encabulado, mas em casa chorei muito. Era o empurrãozinho que eu precisava e a  gratidão que ela terá de mim para o resto da vida.

De lá para cá não parei mais de escrever e adotei a blogosfera como uma espécie de sacerdócio. Entrei na faculdade de jornalismo, tranquei e voltei de novo com vistas a aperfeiçoar esse dever diário que é redigir, que certamente é um dom divino. Passado todo esse tempo, sou grato de completar 11 anos ininterruptos de muita informação e de prazerosamente ser identificado nos locais como “o blogueiro”.

11 anos não são 11 dias e nesse meio termo também nasceu um livro que está pronto para ser lançado. Esse ano é de contabilizar vitórias que vieram a partir da arte de escrever que aprendi na Escola Chapeuzinho Vermelho. Foi sob o comando rígido, mas sem perder a ternura da Tia Graça Melo que construi o alicerce pelo gosto da escrita cultivado nas séries seguintes na Escola Magno e Escola CEM. Quem teve Francisco Lima como professor de português não pode se dar ao luxo de dizer que não gosta de redação, porque quem não gostava com certeza teve que aprender a gostar.

Por esse tempo tive a honra de ter pessoas que contribuiram diretamente com seus textos em colunas semanais, dentre eles o ex-prefeito Magno Bacelar com um quadro de sucesso e crônicas que os leitores apreciavam e correram o país. O quadro Rapidinha da Boca da Noite é sucesso absoluto, inspirando inclusive algumas imitações estilo “tabajara”, que não tiveram o mesmo sucesso, mas que valeu a intenção.

Nesses 11 anos não tivemos férias, não houve tempo para aposentadoria, não teve descanso e muito menos repouso. Alguns dias escrevendo mais, outros dias nem tanto devido a outras atribuições, mas sem abrir mão da missão.

Em um ano de grandes vitórias como esse, agradeço a Deus e aos leitores que nos permitiram chegar até aqui. Há 11 anos em Coelho Neto era só eu, hoje são vários blogueiros que junto comigo dividem a missão de informar, cada um a seu jeito, com seu estilo e com suas caracteristicas próprias.

Como bem cantou Gonzaguinha, “aquele que sabe que é negro o coro da gente e segura a batida da vida o ano inteiro, aquele que sabe o sufoco de um jogo tão duro e apesar dos pesares ainda se orgulha de ser brasileiro…. 11 anos segurando o rojão, sem fugir da fera e enfrentando o leão. E vamos a luta!

Muito Obrigado!

Coelho Neto deverá receber R$ 112 mil extra para ações direcionadas ao coronavírus

A Comissão Intergestora Bipartite – CIB do Maranhão editou a Resolução Ad Referendum 02/2020 em que aprova a distribuição do recurso do Bloco de Custeio das Ações e Serviços Públicos de Saúde – Grupo de Atenção de Média e Alta Compelxidade Ambulatorial e Hospitalar.

Ao todo foram mais de R$ 20 milhões disponibilizado pelo Ministério da Saúde ao Estado e aos municípios maranhenses destinado ao custeio das ações de saúde relacionados ao enfrentamento da circulação do COVID19 no Brasil.

Ao município de Coelho Neto será destinado o montante de R$ 112.711,80 (cento e doze mil, setecentos e onze reais e oitenta centavos).

Prefeitos pedirão suspensão do pagamento de dívidas com a União

Prefeitos pedirão suspensão do pagamento de dívidas com a União

De O Estado

O prefeito de São Luís, Edivaldo Holanda Júnior (PDT), avaliou ontem, durante entrevista coletiva após uma videoconferência com gestores membros da Federação Nacional dos Prefeitos, que a atual crise sanitária por que passa o Brasil em virtude da expansão do novo coronavírus (Covid-19) e das medidas que vêm sendo tomadas em todos os âmbitos para contê-lo, deve provocar uma crise fiscal nos próximos meses.

Segundo ele, ainda não há um levantamento claro do impacto, nas contas públicas, das ações que os governos têm adotado no combate à doença .

Por isso, os prefeitos já se reúnem para começar a pedir do governo federal isenções que garantam alguma folga aos orçamentos municipais, a exemplo do que já foi oferecido aos estados.

“A crise na saúde que o país está vivendo, em breve pode se tornar, também, uma crise fiscal. E muitos dos prefeitos colocaram a preocupação de algumas medidas serem tomadas por parte do governo federal para os municípios, a exemplo da suspensão das dívidas [com a União], o que já foi sinalizado e garantido para os governos estaduais. Que essa medida possa, também, ser estendida às prefeituras”, declarou Edivaldo.

Ela disse, ainda, que os prefeitos também devem formalizar um pedido de suspensão do pagamento de encargos da folha de pessoal. Seria uma espécie de desoneração temporária, durante o período crítico em que ações mais efetivas serão demandadas para conter o avanço da Covid-19.

“Um dos pontos que será também levado ao governo federal será a suspensão do pagamento dos encargos da folha de pessoal, outro ponto que também preocupa bastante os prefeitos de todo o país”, completou.

Impactos

Na avaliação de Edivaldo Jr., os efeitos nas contas públicas devem ser sentidos em um ou dous meses. Ele contou que o assunto também foi tema da videoconferência de gestores da Federação Nacional dos Prefeitos.

“Na reunião com a Federação Nacional dos Prefeitos, a avaliação que nós estamos fazendo é que são medidas, no que diz respeito à questão econômica, que vão ser sentidas daqui a 30, 60 dias. São números que, nesse momento, são incalculáveis”, afirmou.

“Se a crise perdurar na saúde, por conta do novo coronavírus, sem dúvida alguma, é consenso dentro do colegiado de prefeitos, em um prazo breve todos serão afetados”, concluiu.

Coronavírus: Deputados André Fufuca e Glaubert Cutrim oferecem apoio para Coelho Neto

Os deputados André Fufuca (federal)  e Glaubert Cutrim (estadual) gravaram vídeo falando da preocupação com a pandemia do coronavírus e oferecendo ajuda para a cidade. Na sua fala André Fufuca diz que sabe dos problemas da cidade por intermédio do ex-prefeito Soliney Silva e do empresário Bruno Silva.

Durante o vídeo, o deputado federal que integra a Mesa Diretora da Câmara dos Deputados faz uma fala direcionada ao prefeito de Coelho Neto Américo de Sousa (PT), onde se coloca a disposição para ajudar a cidade no que for preciso.

Em sua fala o deputado Glaubert Cutrim também fala da preocupação com o Estado e a  cidade em decorrência do coronavírus e se comprometeu intervir junto ao Governo do Estado para disponibilizar na sua cota cestas básicas para doar ao município.

Ao falar da manifestação de apoio dos parlamentares, o empresário Bruno Silva elogiou o compromisso dos deputados. “É na hora da necessidade que vemos quem realmente está disposto a ajudar. Há dois anos só o que tinha era deputado andando na cidade atrás de votos mas numa hora dessa ninguém aparece para oferecer apoio. Essa discussão não envolve política partidária, tanto que deixamos claro aos dois que o pedido de ajuda era para a cidade”, disse ele.

A disponibilidade dos dois deputados deve ser elogiada e enaltecida, já que até o presente momento NENHUM dos deputados que foram votados na cidade (nem do prefeito, nem os ligados a terceira via) se manifestaram para manifestar pelo menos solidariedade, que dirá ter um gesto de ombridade de oferecer ajuda.

Segue o vídeo dos deputados:

Prefeitura de Chapadinha cria canal de apoio social ao enfrentamento do Coronavírus

A Prefeitura de Chapadinha disponibiliza, a partir desta quarta-feira, 25 de março, o Disque Central de Apoio Social como canal de comunicação para o enfrentamento do Coronavírus.

O canal de atendimento tira dúvidas da população sobre a doença, esclarece sobre medidas de contenção instaladas na cidade, recebe denúncias e terá profissionais para apoio psicológico à população em geral.

O serviço irá funcionar de domingo a domingo das 8 às 12 e de 14 a 20h.

Segundo a Prefeitura, a medida visa evitar o deslocamento das pessoas. A linha também será usada para tirar dúvidas da área de Saúde. Os números de contato são: 0800 280 125 / 98 3417 1321 / 98 99232 1004

Rejeitado: Pesquisa mostra que 80,67% não votaria na reeleição do prefeito Américo

Rejeitado: Pesquisa mostra que 80,67% não votaria na reeleição do prefeito Américo

A Pesquisa Marketing Político e Pesquisa de Opinião confirmou a rejeição extratósferica e praticamente irreversível do prefeito de Coelho Neto Américo de Sousa.

Quando os entrevistados são perguntados se votaria na reeleição do prefeito Américo de Sousa 80,67% responderam que não votariam de jeito nenhum, 8,44% que votariam com certeza, 6,67% que poderia votar e 4,22% Não sabe/Não responderam.

Quando ao entrevistado é perguntado como avalia a administração do prefeito Américo 0,89% disse que ótima, 8,89% boa, 19,78% regular, 30,44% ruim, 39,33% péssima e 0,67% Não sabe/Não responderam.

Dentre os principais problemas da administração a saúde segue liderando a rejeição com 49,34%.

Quando aos entrevistados é perguntado se aprova ou desaprova o governo do prefeito Américo de Sousa, 78,89% disseram que desaprovam, 16,00% disseram que aprovam e 5,11% não sabe/não responderam.

DADOS

A pesquisa Brasil Marketing e Opinião registrada sob o número MA-05547/2020 ouviu 450 eleitores em Coelho Neto nas zonas urbanas e rural entre os dias 19 a 20 deste mês e tem intervalo de confiança de 95% e margem de erro de 4,0% para mais ou para menos.