Desesperados com intervenção, comissionados do prefeito de Coelho Neto correm atrás de assinaturas…

 

Os dois últimos dias tem sido de correria entre a turma dos lacaios ligados ao prefeito Américo de Sousa (PT), que mantinham o Sindicato dos Servidores do Serviço Público Municipal – SINTASP como um feudo.

Com medo de uma possível auditoria para abertura da caixa preta do órgão após assembleia que destituiu a diretoria “pelega”, os aliados do prefeito que ocupam cargo comissionado abandonaram seus afazeres e estão num corre-corre de fazer pena.

Isso mesmo, o mesmo Américo que antes condenava a participação de comissionados nas decisões do sindicato, hoje apela para estes para tentar reverter a intervenção na entidade promovida pela justiça.

Já são vários os depoimentos de servidores que estão sendo abordados em suas casas por comissionados do prefeito atrás de assinaturas para tentar reverter a decisão judicial.

Alertamos aos servidores sobre o prejuízo de assinar um documento deste, pois o SINTASP encontra-se com sérios problemas na justiça pela desobediência de seu presidente as últimas decisões judiciais.

O clima no QG vermelho é de total desespero…

Fim da pouca vergonha! Juiz põe ordem na casa e garante assembleia de servidores na sede do SINTASP

 

O ainda presidente do Sindicato dos Servidores do Serviço Público da Microrregião de Coelho Neto – SINTASP/MCN, Izaque Vale, sofreu neste sábado (26), nova derrota na justiça desde que assumiu o comando da entidade.

Servidor Oberdan Lopes e o advogado Dr Jardel Seles: vitória na justiça contra os desmandos da diretoria do SINTASP

Vice alçado ao posto de presidente após renúncia do titular, Izaque desde que assumiu no ano passado vem submetendo a entidade a situações vexatórias. Submisso aos caprichos do prefeito Américo de Sousa (PT), de quem é aliado de primeira hora, ele passou a tratar a instituição como uma extensão da sua casa e um puxadinho do governo.

Para blindar “a gestão do companheiro! deixou de fazer as assembleias e reivindicar as pautas de interesse dos servidores. Recentemente teve a audácia de descumprir uma decisão judicial que lhe mandou entregar cópia dos documentos da entidade a um grupo de servidores e nesta semana proibiu esse mesmo grupo de utilizar o espaço do sindicato para fazer uma assembleia.

Portões do SINTASP tiveram que ser arrombados para garantir o cumprimento da decisão judicial

Para garantir que a reunião fosse realizada, o servidor Oberdan Lopes de Oliveira e o advogado Dr Jardel Seles de Sousa entraram na justiça com uma Ação Cautelar Inominada com pedido de Liminar em face do SINTASP. Em sua decisão, o juiz Dr Manoel Felismino Gomes Neto garantiu que assembleia fosse realizada na sede da instiutição.

Prevendo resistência, o juiz acionou o Comando da Polícia Militar e o Delegado de Polícia Civil para garantir a ordem e a segurança dos presentes no local, bem como para garantir o devido cumprimento da decisão, podendo se necessário, proceder ao arrombamento para a entrada dos servidores na sede do sindicato. O juiz foi além e determinou que em caso de desobediência, ficaria recomendado a prisão em flagrante daqueles que agissem de forma a impedir o cumprimento da ordem.

Servidor Oberdan Lopes falando para os servidores na área interna do Sindicato

Confiando na impunidade e se achando acima da Lei, o presidente do SINTASP e sua claque deu com os burros n´agua. Como a sede do sindicato estava trancada, o cadeado teve que ser arrombado para que decisão judicial fosse cumprida na integra.

E é com esse vexame, que o presidente do Sindicato vai dormir hoje… Para vergonha deles e alívio daqueles que ainda acreditam na justiça!

Servidores fazem convocação de assembleia para a sede do SINTASP

 

Diante da chiadeira da cúpula do Sindicato dos Servidores do Serviço Público da Microrregião de Coelho Neto – SINTASP, sobre uma reunião da categoria em um prédio particular, o grupo de servidores que articulou a reunião decidiu fazer uso dos direitos de associados e convocar uma nova assembleia, desta vez para a sede da entidade.

Servidor Oberdan Lopes publicizando a divulgação da convocação

Os servidores tiveram o cuidado de garantir o acompanhamento jurídico para fazer a convocação dentro daquilo que rege o Estatuto, inclusive obedecendo o príncipio da publicidade.

A convocação para a assembleia convocada para o próximo sábado (26), a partir das 17h, trará do pagamento do terço de férias, discussão da criação do Plano de Cargos Carreira e Salários dos Servidores Públicos (já que o existente é direcionado aos profissionais do Magistério), eleição para diretor de escola e outros assuntos de interesse da categoria.

Se o Sindicato permanece engessado para brigar pela categoria, cabe aos servidores fazer esse papel. Confira o edital de convocação:

SINTASP desobedece decisão da justiça e juiz manda endurecer a corda….

Se achando o rei da cocada preta, o presidente do Sindicato do Serviço Público da Microrregião de Coelho Neto – SINTASP, Izaque Vale decidiu afrontar a justiça e não entregar os documentos solicitados pelos servidores e determinado pela justiça.

A reação do presidente do sindicato em preferir pagar uma multa, mostra que a entidade tem muito a esconder.  O juiz Dr Manoel Felismino Gomes Neto havia expedido uma multa diária de R$ 250,00 reais, valor que o sindicato resolveu desdenhar e preferiu pagar. Devem está com dinheiro saindo pelo ladrão não?

Pois bem, diante disso o juiz resolveu expedir uma nova decisão. O enrolado Izaque Vale viajou para não receber a notificação e os diretores se revezaram para também não assinar o recebimento ddo documento, mas não teve jeito.

Na noite de ontem (10), um dos diretores foi encontrado pelo oficial de justiça e não teve como se esconder. De acordo com a nova decisão, o juiz aumentou a multa que era apenas de R$ 250 reais para R$ 20.000,00 (vinte mil) dia chegando até a R$ 1.000,00 (um milhão).

Izaque Vale pensa que o sindicato é um feudo ou uma extensão da sua casa.

Vamos ver se terá peito para continuar afrontando a justiça…

SINTASP: Um sindicato de posições ridículas…

Presidente do SINTASP Izaque Vale: nem um pio sobre o descaso da “companheira” Williane na Secretaria de Educação, mas repudia servidora que denunciou assédio moral do governo. Foto: CN Bambu

O Sindicato dos Trabalhadores do Serviço Público da Microrregião de Coelho Neto – Sintasp, se transformou num poço de contrariedade. A entidade que deveria ser implacável na defesa do direito dos servidores tem visto inerte o desrespeito do governo atual com os servidores sem qualquer reação.

Alguém viu o SINTASP se posicionar contra o descaso da secretária de Educação Williane Caldas no trato com o ano letivo? A secretária conduziu o pior início do ano letivo sem que o presidente da entidade, o letárgico Izaque vale desse um pio.

Ontem (06), em pleno sábado, o Sindicato lançou uma nota de repúdio contra uma servidora pública que havia denunciado o governo municipal. É isso mesmo, o sindicato que não repudiou a incompetência da Secretaria de Educação de prejudicar alunos e professores na condução do ano letivo, se manifestou para repudiar uma servidora que denunciou um assédio moral por parte da secretária de Saúde Olímpia Delgado. Trágico não?

Para quem não sabe, Ana Linne é a agente comunitária de saúde que denunciou a situação de descaso com os banheiros do Hospital Municipal. Ao invés de se manifestar e corrigir o problema, ela denunciou que a secretária de Saúde teria dito que uma bonificação que a classe tem direito seria suspensa em decorrência de sua denúncia, o que é grave e inaceitável. A secretária não desmentiu a denúncia, na máxima de que quem cala, consente.

Perdido, o SINTASP segue sem rumo e a deriva.

Sob o comando de um fantoche despreparado e sem qualquer noção das posições ridículas que tomado em tão curto espaço de tempo…

Imagem do dia: Servidores com a cara na porta…

Professores com a cara na porta na “própria casa”

O dia desta terça (10), foi marcado marcado por cena constragedora e ao mesmo tempo lamentável. Parte dos servidores de Coelho Neto tiveram negado o direito de usar as dependências do Sindicato dos Servidores – SINTASP para realizar uma assembleia e acabaram dando com uma cara na porta.

Pasmem! Os servidores que tem seus salários descontados mensalmente e ajudam a manter o funcionamento da entidade sindical não podem sequer se utilizar das dependências para uma simples reunião. O engraçado disso tudo é que o presidente Izaque Vale se refere aos servidores de “pequeno grupo”, mas esquece que é esse “pequeno grupo” que ajuda manter o sindicato que ele preside. Na hora de “apurar” o dinheiro das mensalidades no final do mês o presidente não acha o grupo pequeno não é?

Esse é mais um capítulo desastroso da atual gestão do SINTASP. Nunca na história do sindicato se viu tamanha submissão as vontades do governo. A entidade se tornou um “puxadinho do Executivo”, graças ao comando de um capacho subserviente.

Comissão de Servidores consegue vitória na justiça contra o SINTASP

A Comissão de Servidores que decidiu intervir nos desmandos do Sindicato dos Servidores Públicos Municipais da Micorregião de Coelho Neto – SINTASP/MCN teve nesta segunda (02), uma importante vitória na justiça.

É que diante da truculência, arbitrariedade e da intransigência do atual presidente Isaque Vale em atender o pedido de documentos que seriam de interesse público feito pelos servidores, a justiça determinou que o Sindicato forneça as informações que foram solicitadas.

Na ação ajuizada pelo servidor Oberdan Lopes de Oliveira contra o SINTASP, ajuizada pelos advogados Jardel Seles de Souza e Dayana Seles de Souza, a justiça determinou medida favorável a solicitação dos servidores.

“Diante do exposto, DEFIRO a tutela de urgência e determino ao réu (SINTASP) que exiba os documentos solicitados pelo autor (Oberdan): lista de associados ativos e inativos, estatuto atualizado instituição e a cópia das atas e editais das 03 (três) últimas eleições ocorridas no referido Sindicato no prazo de 48 (quarenta e oito) horas, sob pena de multa diária por descumprimento a qual fixo em R$ 250,00 (duzentos e cinquenta reais).

Achando que o Sindicato é uma extensão de sua casa, a causa representa uma vitória importante contra a maneira desastrosa que Izaque Vale vem conduzindo o SINTASP. Por que será que o presidente não quis repassar os documentos que deveriam ser públicas?

Parabéns aos servidores!

Pressão! Servidores reagem e colocam SINTASP contra a parede…

Capacho do governo, subserviente ao extremo e sem qualquer poder de reação, o presidente do Sindicato dos Servidores do Serviço Público Municipal da Microregiao de Coelho Neto – SINTASP, Izaque Vale sentiu na pele pela primeira vez os ônus do cargo que ocupa.

Desde que foi alçado ao posto com o afastamento do agora ex-presidente Lima Júnior (premiado com uma sinecura no governo esse ano), Izaque atua como mero figurante e nunca convocou uma Assembleia sequer para discutir pauta alguma de interesse dos servidores.

Nos últimos dias chegou a confidenciar que quem falasse dele agora seria acionado na justiça, como se dizer que ele se comporta como serviçal do governo não fosse uma realidade. Com todo o desrespeito do governo aos servidores no ano passado, o presidente do Sindicato dos Servidores nunca disse um pio sobre nada, ao contrário, sentou-se à mesa para tomar um café com o patrão enquanto o circo pegava fogo.

Pois bem, ameaçados com o novo pacote de maldade da dupla Américo e Williane, os servidores resolveram reagir e cobrar do presidente a convocação de uma Assembleia imediata.

Na primeira conversa Izaque não quis marcar e depois de muita pressão pediu um tempo para ver com os outros da diretoria uma data, como se o presidente precisasse ouvir a diretoria para marcar uma Assembleia que é uma das atribuições do presidente. Quer uma prova mais forte que estamos diante de um capacho do governo?

Ou os servidores reagem ou terão seus direitos atropelados. E o que é pior: por um prefeito que foi presidente do sindicato e se intitula “representante da classe”, por uma secretária de Educação que também é professora e representados por um presidente totalmente submisso.

Pense num trio desastroso…

Tá explicado! Lima Júnior troca sindicato por sinecura no governo…

Lima Júnior com Américo: troca de mandato por sinecura subalterna no governo… vai entender

Pense numa troca mal explicada é essa. O então presidente do Sindicato dos Trabalhadores do Serviço Público da Microrregião de Coelho Neto – SINTASP/MCN, Lima Júnior, no início do ano passado decidiu de uma hora para houra pedir licença do comando da entidade.

A licença que nunca foi muito explicada se deu após Júnior expor para professores em tom de desabafo as dificuldades que estava tendo com o prefeito Américo de Sousa (PT), que sequer estava respondendo as correspondências da entidade.

Curiosamente o pedido de licença terminou e Lima Júnior ao invés de reassumir suas funções decidiu abrir mão do mandato. Sem qualquer justificativa plausivel para aqueles que lhe confiaram o voto, o então presidente saiu sem sequer dizer até logo.

Para surpresa de alguns, o agora ex-presidente aparece nomeado para o cargo de Coordenador Pedagógico e de Formação de Jovens e Adultos da Secretaria de Educação. Júnior abriu mão de um mandato de presidente para assumir um cargo subalterno? Estranho não?

Sei não, mas nesse angu tem caroço…

Lima Júnior cede a pressão e não voltará ao comando do SINTASP

Lima Júnior cede e Izaque Vale (a direita) se efetiva no comando da entidade

Conforme antecipado por esse blog, o presidente-licenciado do Sindicato dos Servidores do Serviço Público Municipal da Micorregional de Coelho Neto – SINTASP, Lima Júnior, cedeu a pressão e não deve retornar ao comando da entidade (relembre AQUI)

Júnior havia se licenciado no ano passado, após um período em que sua gestão azedou de vez a relação com o então prefeito Américo de Sousa (PT), chegando a confirmar que o mandatário sequer respondia as correspondências da entidade.

Assumiu em seu lugar o vice-presidente tampão Izaque Vale, responsável por domesticar a entidade e transformá-la num puxadinho do governo.

O retorno de Lima Júnior estava previsto para o último dia 03 e passou a se cogitar que o sindicato voltaria a ser protagonista de grandes lutas com seu retorno. Ledo engano. O homem amarelou e preferiu ceder a pressão. Ele mesmo já chegou a confirmar para servidores que não retornaria para o cargo.

Com isso o SINTASP continuará amordaçado.

Do jeito que a “guverna” gosta…