Marcos Tourinho prestigia Diplomação de Eleitos em São Luís

 

O presidente eleito da Câmara de Vereadores de Coelho Neto, Marcos Tourinho (PDT), esteve em São Luís na última terça (18), participando da Diplomação dos Eleitos 2018.

Durante a solenidade foram diplomados o governador, vice governador, senadores, deputados federais e estaduais eleitos no último pleito.

Tourinho pousou para fotos ao lado do deputado estadual Rafael Leitoa (PDT) e deputado federal Rubens Júnior (PCdoB), para quem fez frente e trabalhou politicamente no âmbito do município. Nas fotos ele aparece com a secretária de Articulação Política Cristiane Bacelar e o também vereador Wilson Vaz (PPS).

Prefeitura emite nota e explica “descaso” com obra em Afonso Cunha

 

A Prefeitura de Afonso Cunha emitiu nota nesta terça (18), para explicar a “situação de abandono” cobrada pelo ex-prefeito José Leane (MDB), em sua rede social sobre a obra do Balneário Prainha.

A seguir a integra da nota:

Sobre o “total estado de abandono” do Balneário Prainha cobrado pelo ex-prefeito José Leane em sua rede social e para reparar a verdade dos fatos, a Prefeitura expõe o que abaixo segue:

1. O prefeito cobra a conclusão de uma obra que sequer foi iniciada, ou melhor, foi deixada com umas marcações no solo, bem longe do que representa o valor recebido pela prefeitura;

2. O projeto de implantação de infraestrutura no Balneário Prainha é fruto de um convênio celebrado pela Prefeitura e o Ministério do Turismo cujo primeiro contrato foi assinado em 16 de janeiro de 2013 no valor de R$ 487.500,00 (quatrocentos e oitenta e sete mil e quinhentos reais), tendo sido liberado para a obra 50% do valor desse recursos, ou seja, R$ 243.750,00 (duzentos e quarenta e três mil, setecentos e cinquenta reais), pago no dia 30 de junho de 2014;

3. Para a mesma obra foi feito um novo contrato para a execução da segunda etapa no dia 31 de dezembro de 2013, no valor de R$ 400.000,00 (quatrocentos mil reais), tendo sido liberado o valor de R$ 195.000,00 (cento e noventa e cinco mil reais), pago no dia 21 de dezembro de 2015;

4. Se juntarmos os dois recursos foram repassados para a Prefeitura o montante de R$ 438.550,00 (quatrocentos e trinta e oito mil, quinhentos e cinquenta reais), para a execução da obra que não saiu de meios fios. Para onde foi o dinheiro? Quem é o verdadeiro culpado pelo abandono e pela paralisação da obra?

5. O Balneário Prainha se junta a tantas outras obras paralisadas pelo governo anterior, na sua maioria por má-versação de recurso público;

6. O atual governo acionou o governo anterior judicialmente e articulou com a Caixa Econômica os trâmites legais para a retomada da obra. Com a assinatura de um novo contrato com vigência até 2020, a Prefeitura deve iniciar nos próximos dias o começo da obra e as garantias de sua entrega para a população.

Ambev lança cerveja maranhense vinda da mandioca

A cerveja MAGNÍFICA nasce para exaltar as tradições e identidades do povo do Maranhão. Genuinamente maranhense, a novidade tem como principal ingrediente a mandioca, tradicional da gastronomia da região.

A cerveja MAGNÍFICA exalta as tradições, os costumes e a cultura maranhenses, trazendo em sua identidade as cores alegres do Bumba Meu Boi, do Tambor de Crioula e dos Azulejos de São Luís. “Ela foi criada para homenagear os maranhenses, que tem uma cultura rica, singular e marcante”, afirma Bernardo Paiva, presidente da Cervejaria Ambev, presente no lançamento, nesta terça-feira (18), em São Luís.

Produzida na cervejaria Equatorial, localizada em São Luís, a MAGNÍFICA utiliza em sua receita mandioca cultivada por 78 famílias de agricultores no interior do Maranhão. A expectativa é chegar a 500 famílias atendidas no projeto. “Do campo ao copo, ela é produzida no Estado, por maranhenses e para os maranhenses. Com a MAGNÍFICA contribuímos com desenvolvimento da região e oferecemos para o consumidor mais uma cerveja com a qualidade da Cervejaria Ambev”, completa Bernardo Paiva.

Para celebrar a beleza, os costumes e tradições maranhenses, a cerveja MAGNÍFICA traz em seu rótulo os clássicos azulejos da região. A mistura de elementos da cultura popular e a receita especial preparada com ingredientes locais, asseguram a originalidade da mais nova cerveja da Cervejaria Ambev.

“A cerveja MAGNÍFICA tem tudo a ver com os momentos mais simples e ricos da vida como curtir um dia de praia, dançar um reggae juntinho, reunir os amigos numa mesa de bar, entrar na roda do tambor de crioula e acompanhar o bumba meu boi até o dia raiar” ressalta a diretora de marketing de marcas regionais da Cervejaria Ambev, Taciana Avila.

O mestre-cervejeiro Antoine Tavares, que juntamente com um time de mais de dez mestre-cervejeiros da Cervejaria Ambev, recebeu o desafio de criar uma receita que privilegiasse este ingrediente marcante nas mesas dos maranhenses, explica que a mandioca traz refrescância ao líquido, de cor dourada e espuma densa.

“Essa cerveja é MAGNÍFICA na essência. E o melhor: não precisa de muito ritual para bebê-la. A MAGNÍFICA harmoniza muito bem com a culinária regional, como a macaxeira frita, as patas de caranguejo, e tantas outras iguarias comuns em qualquer mesa de bar das nossas cidades” indica o Antoine. Comercializada em garrafas de 600 ml, a cerveja MAGNÍFICA será encontrada, a partir de hoje, em diversos pontos de venda de todo o estado.

Do blog do Luis Cardoso

Coelho Neto: 13º de um lado e demissões de outro…

 

 

O prefeito de Coelho Neto Américo de Sousa (PT), mandou que sua claque de aliados fizessem festa nas redes sociais pela liberação do 13º salário e pela injeção de quase R$ 3 milhões na economia local.

Mas como já dissemos em outra postagem, até quando tenta agradar o petista desagrada. Esqueceu de dizer em meio à festa se ainda pretende pagar com 1/3 de férias de 2016 e quando pagará o 1/3 de férias de 2018.

Na última semana, foram cerca de 300 contratados demitidos pela Secretaria de Educação – Semed e outros tantos na fila de espera aguardam apenas a entrega dos diários de classe para também irem para a rua. A grande inquietação dos contratados diz respeito aos proventos dos dias trabalhados do mês de dezembro, pois o prefeito não disse ainda se pagará ou se dará um outro calote como fez no ano passado.

De acordo com fontes do blog com trânsito no governo, servidores de outras secretarias também corre o risco de entrar na tesoura. Se juntam as demissões do governo as que foram efetuadas pelo Grupo João Santos e que até agora o prefeito permanece em silêncio sem sinalizar qualquer ajuda a quem saiu do emprego com uma mão na frente e outra atrás.

A situação econômica do município enfrenta dias difíceis e bem diferentes do que vende as matérias do governo municipal…

Prefeitura de Chapadinha dialoga com Sindicato dos Servidores

 

Em audiência realizada em seu gabinete na manhã desta terça (18), o prefeito Magno Bacelar recebeu uma comissão e a diretoria do SINDCHAP para tratar sobre o pagamento dos servidores da educação referente ao mês de novembro.

Estiveram presentes na reunião além do prefeito Magno, o presidente do SINDCHAP professor Alcides, o represente jurídico do sindicato Lourival Soares, membros da comissão, professoras Madalena e Rosário e professores Miro e Orlando, além do controlador do município Felype Lima, a secretária de educação professora Vânia Cristina, a equipe da contabilidade (professora Meire Lucia e Terezinha), professora Jane Andrade e os vereadores Nonato Baleco, Missecley Araújo, Júnior Carneiro, Marcely Gomes e Antonio Gedeão Neto (Netinho).

O prefeito Magno Bacelar tratou entre outras coisas da situação dos repasses dos últimos anos e as dificuldades encontradas na própria estrutura educacional de Chapadinha, que depende dos repasses federais em especial do Fundo de Manutenção e Desenvolvimento da Educação Básica e de Valorização dos Profissionais da Educação (Fundeb) para cumprir seu calendário de pagamento.

A secretária de educação, professora Vânia Cristina, informou que o valor de FUNDEB recebido por Chapadinha desde o dia primeiro de dezembro até hoje é de: R$ 1.122.532,03 e que com a complementação que entrar dia 20 em comum acordo com os presentes na reunião ficou definido que será efetuado o pagamento dos servidores de menor orçamento na folha, ou seja, dia 21 serão efetuados os pagamentos de vigias, auxiliares de serviços gerais e professores da educação infantil.

Os demais servidores terão os proventos referentes ao mês de novembro pagos com os repasses do 28 de dezembro. O salário de dezembro deverá ser efetuado mediante repasse de Complementação da União a serem feitos pelo Governo Federal até o dia 05 de janeiro de 2019.

O presidente do Sindicato dos Servidores, Professor Alcides, reconheceu a crise financeira, a queda nos valores repassados e a falta de recursos, falou das dificuldades que os funcionários da educação estão passando e que espera que os salários sejam atualizados o mais rápido possível.

O prefeito Magno Bacelar finalizou dizendo que não está feliz com o atraso, que sua maior alegria é cumprir sua obrigação de pagar em dia, mas com a queda de repasses infelizmente não foi possível fazer isso. Ele propôs receber mensalmente a partir de fevereiro de 2019 a diretoria do SINDCHAP para dialogar e definir metas para a reestruturação da educação de Chapadinha.

Prefeitura conclui primeira etapa da nova iluminação de avenida em Afonso Cunha

 

Antes relegada a escuridão, a histórica Avenida Antônio Bacelar começa a receber os primeiros investimentos do atual governo.

Como parte de um projeto de modernização, a via passou por uma etapa de arborização com palmeiras e agora recebe a nova iluminação em LED instalada no canteiro central.

 

A intervenção dessa etapa está sendo custeada com recursos próprios e integra o planejamento da prefeitura voltado para a urbanização e paisagismo com várias obras previstas para iniciar paralelamente.

A via ainda receberá um novo canteiro e o governo municipal está buscando assegurar investimentos necessários para sua pavimentação.

Sargento da PM diz que recebeu R$ 100 mil para matar prefeito de Davinópolis

Em uma acareação realizada na quarta-feira (12), o sargento Wilame Nascimento da Silva, lotado na Polícia Militar em Grajaú, admitiu conforme apuração do Jornal Pequeno, que o mecânico José Denilton Feitosa Guimarães, mais conhecido como “Boca Rica”, ofereceu R$ 100 mil para que o militar matasse o prefeito de Davinópolis, Ivanildo Paiva Barbosa (PRB). A vítima foi assassinada a tiros e cinco pessoas já foram presas por envolvimento (relembre).

O delegado Lúcio Rogério Reis, titular da Superintendência de Homicídios e Proteção à Pessoa (SHPP), que está na cidade de Imperatriz participando da força-tarefa para elucidar o crime, disse que o sargento confessou isso na frente de “Boca Rica”, durante a acareação. O militar já tinha admitido esta oferta de R$ 100 mil em depoimento prestado ao delegado Renilto Ferreira, da Delegacia Regional de Barra do Corda.

Wilame contou que estava em Grajaú, quando recebeu uma ligação do mecânico, para que ambos batessem um papo em Imperatriz. Lá, “Boca Rica” ofereceu a grana para que o policial executasse o prefeito de Davinópolis. O sargento disse que, naquele momento, não aceitou o dinheiro. Já Denilton, na acareação, negou que tenha oferecido os R$ 100 mil ao PM, mas confessou que a reunião com ele de fato aconteceu.

As investigações do Departamento de Homicídios e Proteção à Pessoa (DHPP) apontam “Boca Rica” – que estava com tornozeleira eletrônica por uso de documento falso – como o articulador do crime e que o policial militar de Grajaú foi um dos executores, assim como o pistoleiro Gean Dearlen dos Santos Neres, o “Gean Estrada”. Os outros presos por envolvimento na morte de Ivanildo são o cabo Francisco de Assis Bezerra Soares, o “Tita”, da PM do Pará, e o motorista de Uber Douglas da Silva Barbosa, 21.

Douglas, conforme o delegado Lúcio, emprestou seu carro para que cerca de três suspeitos seguissem viagem até a fazenda do prefeito de Davinópolis, a fim de matá-lo. A fonte observou que os mandantes são da Região Tocantina, mas não se estendeu nas explicações não prejudicar as investigações, pois o sigilo é imprescindível para a elucidação.

O motorista do Uber, assim como os demais, está encarcerado por força de mandado de prisão temporária de 30 dias, que foram cumpridos nas cidades de Imperatriz e Grajaú, no Maranhão, e Dom Eliseu, no Pará, durante a terça-feira (11).

Do Blog do Domingos Costa

No Maranhão, adolescente morre eletrocutado em armadilha do pai preparada para ladrões

O adolescente Leandro da Sousa Silva, de 16 anos, residente na Rua Tomaz de Aquino, no bairro Santo Antônio, em Vargem Grande, morreu nas primeiras horas da manhã desta segunda-feira (17) após sofrer uma descarga elétrica quando tocou o portão de sua casa.

Segundo os vizinhos e os demais populares que se encontravam no local, o pai da vítima havia utilizado uma conhecida tática para evitar assaltos, mas esqueceu de desligar a ‘armadilha’ e ocorreu essa tragédia.

Ficam aqui nossos sentimentos para com os familiares e amigos e que Deus possa confortar o coração de todos.

Do Blog do Alpanir

1ª Vara de Coelho Neto recebe homenagem de Produtividade Judiciária

O juiz Dr. Paulo Roberto Brasil Teles de Menezes esteve agora pouco em São Luís recebendo homenagem de produtividade judiciária da 1ª Vara, da qual é titular.

A solenidade foi realizada o auditório José Joaquim Filgueiras, no Fórum Desembargador Sarney Costa, na capital maranhense.

Durante o evento, a 1ª Vara recebeu a homenagem  figurando entre as 10 (dez) mais produtivas do Estado através do certificado da Gratificação de Produtividade Judiciária – GPJ 2018, fruto do trabalho do juiz e sua equipe. Parabéns!

A situação de abandono dos equipamentos de Educação Física da rede municipal de Coelho Neto

 

A foto abaixo é da Quadra de Esportes da Escola Leozinho Sabido, que integra a rede municipal de ensino de Coelho Neto.

É nesse espaço que dezenas de alunos fazem a prática de Educação Física e são submetidos ao desrespeito da Secretaria de Educação.

Mesmo com os milhões que caem nas contas todos os meses, a secretária de Educação Williane Caldas faz vistas grossas da necessidade de manutenção desse equipamento.

A incompetência e o descaso é tamanho que nem dá pra colocar a culpa no governo anterior, pois já se fazem 02 (dois) anos em que a situação é a mesma. A quadra de esportes da Escola Raimundo Guanabara também não fica atrás.

Confira o vídeo e a veja a forma desrespeitosa em que são tratados alunos, professores e atletas que precisam fazer uso desse equipamento: