Com apoio do grupo político de Jorge Oliveira, Luis Sousa é confirmado pré-candidato a prefeito de Duque Bacelar

Com apoio do grupo político de Jorge Oliveira, Luis Sousa é confirmado pré-candidato a prefeito de Duque Bacelar

Prego batido e ponta virada! O prefeito Jorge Oliveira (PCdoB), confirmou o apoio do seu grupo ao nome do empresário Luis Sousa como pré-candidato a prefeito em Duque Bacelar.

A confirmação vem exatamente após o anúncio da saída do ex-prefeito Flávio Furtado do seu próprio grupo político, para se unir ao ex-prefeito Chico Burlamaqui – seu adversário histórico.

Sabendo do seu compromisso com a cidade e em respeito ao legado da sua gestão, o prefeito Jorge Oliveira tratou de se movimentar para garantir que seu grupo político tivesse um nome a altura da continuidade do trabalho iniciado há quase quatro anos.

APOIO POLÍTICO

Para referendar o nome do empresário Luis Sousa que sai da inciativa privada para disputar um cargo eletivo foi necessário primeiro buscar o apoio político. A primeira coincidência favorável foi manter o pré-candidato a sucessor como um nome do PCdoB e naturalmente manter o apoio do governador Flávio Dino (PCdoB) ao correligionário.

Logo depois foi possível obter apoio dos deputados mais votados da cidade a esse projeto politico que tem legado de serviço prestado e trabalho pela cidade.

O deputado estadual Adelmo Soares (PCdoB), gravou vídeo entusiasmado de apoio ao nome de Luis Sousa fazendo destaque para a necessidade de fazer muito mais pela cidade.

O presidente Estadual do PCdoB e deputado federal Márcio Jerry, também fez questão de destacar o apoio a Luis Sousa destacando a parceria do governador Flávio Dino.

APOIO DO GRUPO DO PREFEITO

O prefeito Jorge Oliveira enalteceu as qualidades de Luis Sousa com histórico na terra, como empresário bem sucedido, como homem de palavra e como sangue novo para trabalhar pela cidade.

Ele destacou que os verdadeiros aliados do seu grupo político seguirão unidos e que farão uma campanha pé no chão, de diálogo e de propostas.

“Quem consegue ser bom na iniciativa privada, será aprovado também pelo povo como administrador da coisa pública fazedno uma grande administração em Duque Bacelar”, disse o prefeito.

PERFIL

Luis Sousa tem 43 anos, é filho de seu Marcelino e Dona Maria, casado com Marilene Sousa e pai de duas filhas: Ariane e Ana Luisa. Ao longo de mais de 10 anos se tornou empresário bem sucedido na cidade a custa de muito trabalho e gerando emprego e renda no município.

São Luís: PTB frustra comunistas e anuncia apoio a Neto Evangelista

São Luís: PTB frustra comunistas e anuncia apoio a Neto Evangelista

Os comunistas, pelo visto, cantaram vitória antes do tempo.

Nesta quarta-feira (5) – após dois dias de membros do PCdoB anunciando apoio do PTB a Rubens Júnior – o deputado federal Pedro Lucas Fernandes, presidente petebista no Maranhão, confirmou que o partido vai mesmo é com Neto Evangelista, do DEM.

“O PTB caminha a partir de agora com o pré-candidato a prefeito, Neto Evangelista, por acreditar no seu projeto para São Luís. O nosso partido tem uma grande história de trabalho por São Luís. Vamos juntos, lado a lado, construir o futuro da nossa cidade”, destacou Pedro Lucas no Instagram, ao posar para foto ao lado do democrata.

Aliados de Rubens estavam confiantes no acerto porque mantiveram conversas com Pedro Fernandes e o próprio Pedro Lucas. Ao primeiro, ofereceram até mesmo vaga no Senado (entenda aqui), o que, pelo visto, não surtiu efeito.

Do Blog do Gilberto Leda

Com registro de casos de Covid-19 em queda, Seinc defende retomada gradual e controlada de eventos no MA

Com registro de casos de Covid-19 em queda, Seinc defende retomada gradual e controlada de eventos no MA

Com redução dos casos da Covid-19 em todo o Maranhão – como na pesquisa nacional do Centro de Liderança Pública (CLP), que colocou o Maranhão em primeiro lugar no índice de melhor desempenho no combate ao coronavírus -, a Secretaria de Indústria, Comércio e Energia (Seinc) está dialogando com empresários dos ramos de eventos e cerimonialistas para a construção de protocolos sanitários.

Em reunião com cerimonialistas nessa segunda-feira (3), foi discutida a aplicação de um protocolo para retomada do mercado de eventos do Maranhão. Durante a conversa, os empresários comentaram sobre diversas atividades que foram afetadas, como casamentos, festas de 15 anos e formaturas, mas ressaltando que retomar com eventos deste porte requer uma ação organizada e alinhada ao Governo do Estado, via Seinc.

“Estes setores envolvem profissionais de diversas áreas, que foram duramente afetados com a crise sanitária em todo o mundo. Dialogar com eles não é somente conversar com o empresário em si, mas pensar em toda uma cadeia afetada, que envolvem do decorador ao motorista, por exemplo. E foi dialogando que chegamos neste protocolo, que ainda será implementado até a retomada do funcionamento do setor”, comentou o secretário da Seinc, Simplício Araújo.

A Seinc, juntamente com os representantes desta classe empresarial, debateu as medidas sanitárias e elaborou os protocolos específicos do segmento, viabilizando agora o encaminhamento para a Casa Civil e para análise do governador Flávio Dino. Sobre os protocolos, Simplício Araújo pontuou, ainda, que diversas ações necessárias devem ser tomadas, semelhantes às adotadas na reabertura do comércio, que foram respeitadas e colocaram o Estado em um período de estabilidade no número de casos.

“As mudanças efetivas só ocorrerão se buscarmos, em cada aplicação de protocolo, um respeito ao próximo, fundamental neste período de crise. Da higienização dos ambientes à utilização de máscaras, de medidas de segurança para convidados à espaçamento entre mesas e cadeiras, por exemplo, cada medida é fundamental para que avancemos juntos nesse combate à pandemia”, ressaltou o secretário.

“Estamos felizes pelo reconhecimento dos profissionais envolvidos com a área de eventos. Esta ação da Seinc, em dialogar com as classes empresariais, é uma ação de valorização do profissional e a reunião com o secretário [Simplício Araújo] reforçou a necessidade destas profissões tão importantes”, disse a cerimonialista Gisela Diniz.

Retorno de eventos

Na manhã desta terça-feira (4), o secretário Simplício Araújo participou de nova reunião – desta vez, com empresários dos ramos de grandes eventos. A proposta do encontro foi, também, dialogar sobre a retomada das atividades, mas desde que respeitadas as normas sanitárias.

“O diálogo tem que ser permanente. Aprendemos ouvindo, em todos os segmentos. Estou muito satisfeito pelo que tenho ouvido nos últimos meses na Seinc. Temos conseguido seguir em frente no objetivo de gerar emprego, renda e dar suporte para que a cadeia produtiva de vocês possa avançar”, afirmou Simplício Araújo.

O secretário ressaltou novamente o zelo à cadeia produtiva, pontuando a necessidade dos representantes em se pensar nos músicos, nos proprietários de som, nas produções, nas bandas, entre outros envolvidos.

Nos próximos dias, a Seinc discutirá com o governador Flávio Dino as propostas de protocolo para retomada do setor.

Do Blog do John Cutrim

PF investiga compra de respiradores em Bacabeira, Santa Rita e Miranda

PF investiga compra de respiradores em Bacabeira, Santa Rita e Miranda

A Polícia Federal realizou hoje (5) operação de busca e apreensão nas prefeituras de Bacabeira, Miranda do Norte e Santa Rita, no Maranhão, em uma investigação sobre a compra de respiradores.

Segundo apurou o Blog do Gilberto Léda, as três gestões adquiriram os equipamentos, pagaram, mas eles não foram entregues.

Além da apreensão de documentos, os secretários responsáveis pelas compras em cada um dos municípios foram ouvidos pela PF.

Do Blog do Gilberto Leda

PM saca arma para agentes da PRF em abordagem e é morto

PM saca arma para agentes da PRF em abordagem e é morto

Um policial militar identificado como Subtenente Baltazar, lotado em Caxias, morreu na noite de domingo (2), após sacar uma arma durante abordagem da Polícia Rodoviária Federal (PRF).

A versão é dos agentes da PRF.

Segundo eles, uma equipe realizava rondas pela BR-316, no povoado Descanso, proximidades da entrada pra o município de Coelho Neto, quando se deparou com um acidente na estrada.

Um dos condutores, que era o Subtenente Baltazar, estava embriagado, ainda de acordo com os PRFs, e apresentou-se como PM, embora se negasse a mostrar sua identificação.

Após muita discussão, o militar sacou a arma e apontou para os agentes da PRF, sendo, então, alvejado duas vezes e morrendo.

O caso está sendo acompanhado pela Polícia Federal.

Do Blog do Gilberto Leda

Maranhão perde R$ 100 milhões em arrecadação em meio à Covid-19

Maranhão perde R$ 100 milhões em arrecadação em meio à Covid-19

Folha de S. Paulo

Em meio à crise econômica causada pela pandemia do novo coronavírus, os estados brasileiros atravessaram o primeiro semestre de 2020 com uma queda na arrecadação de R$ 16,4 bilhões em comparação com o mesmo período do ano passado.

Levantamento da Folha com base nos relatórios de execução orçamentária dos estados aponta que, das 27 unidades da federação, 20 registraram queda na arrecadação nos primeiros seis meses deste ano. Seis estados e o Distrito Federal tiveram arrecadação maior que no ano passado, com destaque para Mato Grosso e Amapá.

Ao todo, os estados tiveram uma receita com impostos, taxas e contribuições de R$ 251 bilhões entre janeiro e junho de 2020 contra R$ 267,6 bilhões no mesmo período de 2019, em valores atualizados pela inflação; uma queda de 6%.

No caso do Maranhão, a queda absoluta de receita foi da ordem de R$ 100 milhões – foram R$ 3 bilhões arrecadados no primeiro semestre de 2019, contra R$ 2,9 bilhões no mesmo período de 2020.

Especialistas apontam que não há paralelo de baque tão grande no cofre dos estados na história recente do país. O resultado já é pior do que o obtido nas crises de 2008 e 2015.

No primeiro semestre de 2015, por exemplo, a queda na arrecadação dos estados foi de R$ 14,6 bilhões, em valores atuais, comparado ao mesmo período de 2014.

Extra

Apesar da baixa arrecadação, pelo menos no Maranhão a ajuda do governo federal compensou as perdas.

Levantamento de O Estado divulgado há duas semanas apontava que, entre março e julho, o governo Flávio Dino (PCdoB) e as prefeituras maranhenses já haviam recebido R$ 2,5 bilhões de verba extra para combate à Covbid-19 (reveja).

Na prática, a verba extra destinada pela União foi o suficiente para cobrir, com folga, os gastos tanto do Governo do Estado, quanto das prefeituras, com o controle da doença.

Maranhão se torna o estado com melhor desempenho no combate à Covid-19 no Brasil

Maranhão se torna o estado com melhor desempenho no combate à Covid-19 no Brasil

O Maranhão ocupa a primeira posição em índice de melhor desempenho no combate à Covid-19, segundo pesquisa nacional divulgada pelo Centro de Liderança Pública (CLP). O estudo avaliou as 27 unidades federativas do Brasil. A pesquisa foi encerrada em 28 de julho.

No Ranking Covid-19, o estado do Maranhão atingiu a nota 25,31. A pesquisa adotou nove critério de avaliação: proporção de casos confirmados, evolução logarítmica de casos e porcentual de mortalidade da Covid-19 e de Síndromes Respiratórias Agudas Graves (SRAG); as notas de transparência do combate à Covid-19 elaboradas pela Open Knowledge Brasil, bem como dados de isolamento social do Google. Quanto maior a nota final, pior é o desempenho dos estados no enfrentamento à pandemia. O Distrito Federal apresentou pior desempenho e lidera o ranking da pesquisa.

O secretário de Estado da Saúde do Maranhão e presidente do Conselho Nacional de Secretários de Saúde (Conass) lembra que todos os esforços estão sendo realizados para evitar o avanço da Covid-19 no estado. Segundo o gestor, mais de 260 mil testes foram aplicados, sendo 121.581 casos confirmados até 1º de agosto. O número de recuperados é 10 vezes maior do que o de pessoas que estão doentes com Covid-19. No dia 1º de julho, o número de novos casos era de 2.805. Em 31 de julho, o estado contabilizou 1.399, mostrando a tendência de queda de novos casos da doença.

“Aos poucos o Maranhão alcança a estabilização da pandemia. Entretanto, manter-se vigilante ainda é necessário para o enfrentamento dessa impiedosa doença. Por isso, mais uma vez, peço que confiem na ciência, escutem os profissionais de saúde: mantenham as regras de distanciamento social, usem máscaras e evitem aglomerações. Continuamos trabalhando dia e noite para reduzir os impactos da pandemia em nosso estado”, destacou o secretário Carlos Lula.

De acordo com dados da Secretaria de Estado da Saúde do Maranhão, o estado registou redução no número de internações por complicações da Covid-19. Atualmente, 478 pessoas estão internadas. Anteriormente, no pico da pandemia, o estado chegou a ter 1.700 pessoas internadas na rede estadual.

A ocupação de leitos de UTI no estado está em 43,94% e a taxa de ocupação dos leitos clínicos é de 28,15%, mesmo após o encerramento gradual de leitos exclusivos na capital e no interior.

O Maranhão iniciou o mês de agosto com taxa de letalidade da Covid-19 em 2,49. Esse mesmo indicador chegou a 10,67, em abril. Já em relação ao contágio, de acordo com os pesquisadores do projeto Covid-19 Analytics, da PUC-Rio e da FGV, o Maranhão continua com uma taxa do que 1 há mais de 40 dias.

Quando a taxa é superior a 1, cada contaminado transmite a doença para mais de uma pessoa, logo o vírus ainda avança. Quando é abaixo de 1, a tendência é que os novos casos comecem a cair.

BBC mostra profissionais de saúde do MA com salário atrasado na pandemia

BBC mostra profissionais de saúde do MA com salário atrasado na pandemia

Na linha de frente da batalha contra a covid-19, eles foram aplaudidos no mundo todo. Agora, centenas de profissionais de saúde pelo Brasil estão com seus salários atrasados.

Em reportagem especial, a BBC Brasil mostrou casos do Maranhão.

“Até dois dias atrás, os profissionais de saúde eram o que havia de mais valioso, os heróis. Antes, as pessoas aplaudiam, saíam na janela para bater palma. Mas o que ninguém sabe é o que tem por trás de tudo aquilo. Empresas que não cumprem o que tem nas nossas leis trabalhistas, que não respeitam o funcionário”, desabafa a enfermeira Thalita Santos. Seu último salário por ter trabalhado na triagem do aeroporto de São Luís, diz ela, ainda não foi depositado. “Colocamos nossa vida e a vida da nossa família em risco, e é dessa forma que somos pagos.”

A reportagem acaba por reforçar discurso do deputado estadual César Pires (PV), há duas semanas. Na ocasião, em discurso na Assembleia Legislativa, o parlamentar cobrou do governo Flávio Dino a regularização de salários e indenizações dos profissionais de saúde contratados pela Empresa Maranhense de Serviços Hospitalares (EMSERH).

Pires revelou que os médicos estavam, então, com três meses de salários atrasados e outros trabalhadores dispensados da rede estadual de saúde não receberam as rescisões a que têm direito.

“O Maranhão já recebeu mais de R$ 114 milhões do governo federal para o combate à pandemia do coronavírus. Onde estão sendo gastos esses recursos, se não estão pagando quem trabalha nas unidades de saúde?”, questionou (reveja).

O novo cartão postal de Duque Bacelar…

Com a conclusão das obras de construção da praça Nossa Senhora de Lurdes, o centro de Duque Bacelar já respira novos ares.

A obra integra parte do legado na infraestrutura do município que será contabilizada entre os marcos a serem deixados pelo governo do prefeito Jorge Oliveira (PCdoB).

A revitalização representa um ganho real para toda a cidade, mas em especial para a comunidade católica que acabou por revitalizar a área da gruta e dar nova vida as atividades do Festejo de São José.

Tem sido comum ver nos últimos dias as pessoas transitando pela obra, fazendo fotos e divulgando em rede social reconhecendo e valorizando o serviço executado pelo governo municipal.

Após 43 anos que fora iniciada, a praça foi concluida e já fora elevada a categoria de novo cartão postal da cidade….

Fotos: Renato Mizael

Morre o prefeito de Governador Nunes Freire, Indalécio Fonseca

Morre o prefeito de Governador Nunes Freire, Indalécio Fonseca

Morreu na manhã desta quarta-feira (29), em São Luís, o prefeito de Governador Nunes Freire, Indalécio Fonseca (PT), o Gago.

Ele estava internado no Hospital Carlos Macieira (HCM) e, segundo as primeiras informações, sofreu uma parada cardíaca.

Fonseca vinha enfrentando problemas de saúde desde 2017, quando foi vítima de um Acidente Vascular cerebral (AVC). Ele chegou a tirou licença para tratar da saúde por seis meses, e, depois disso, teve problemas para reassumir o posto, precisando recorrer à Justiça.

Do Blog do Gilberto Leda