Balanço: Após uma semana de decreto mais rígido, casos de coronavírus saltam de 202 para 379 confirmados em Coelho Neto

Balanço: Após uma semana de decreto mais rígido, casos de coronavírus saltam de 202 para 379 confirmados em Coelho Neto

Na última terça (02), a cidade de Coelho Neto contabilizou exatos uma semana que entrou em vigor o Decreto Municipal nº477/2020 assinado pelo prefeito Américo de Sousa (PT), que endureceu as regras de enfrentamento ao coronavírus.

Na normativa, a medida mais criticada diz respeito a mudança no horário do comércio que ficou restrito a funcionar apenas até às 14h. Após entrar em vigor, o que se viu foi um aumento significativo de pessoas nas ruas, empresários sendo constragidos e a população incomodada com a medida.

Se a idéia do prefeito com as restrições era diminuir a curva de crescimento de infectados, após uma semana o que se vê nos dados é que o decreto fracassou.

No dia 27 de maio quando entrou em vigor, a cidade tinha 202 confirmados que saltaram para 379 ontem (02), um aumento de 177 novos casos. O número de ativos cresceu de 132 para 270, totalizando 138 novos casos. O crescimento de recuperados no entanto foi mais moderado, saltando de 67 para 102 casos, totalizando 35 pacientes livres da doença. O número de óbitos também teve crescimento, ampliando de 03 para 07 casos – mais do que o dobro.

Apesar do governador Flávio Dino (PCdoB) ter iniciado a segunda etapa de flexibilização da reabertura do comércio no Estado, em Coelho Neto a rigidez do famigerado decreto segueaté o próximo dia 10.

E sem contabilizar queda alguma nos dados estatisticos do crescimento da doença no âmbito do município…

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *