A perseguição continua! Prefeito de Coelho Neto manda perseguir vendedoras ambulantes novamente…

Mães de família gastaram o que tinham para melhorar a barraca, mas governo quer depeja-las a todo custo para “não fazer feio para o governador”. Perseguição é a tônica do governo do PT em Coelho Neto

 

 

A revolta é geral. O blog foi procurado por várias pessoas para denunciar mais um caso de perseguição do governo chefiado pelo prefeito de Coelho Neto, Américo de Sousa (PT).

Sem dar emprego para as pessoas, o petista continua a perseguir aqueles que durante uma vida lutam para sustentar suas famílias. A ordem dessa vez é despejar as ambulantes que vendem lanches na calçada da Escola Coelho Neto.

Leia mais:

Os vizinhos procurados pelo blog relataram que as barracas tinham estrutura bem humilde, mas que a prefeitura procurou as ambulantes para cobrar um local visivelmente mais aprazível.

Elas gastaram comprando madeiras para fazer a estrutura de  vista na foto, mas com a desculpa de não “fazer feio” na suposta vinda do governador Flávio Dino (PCdoB), para inaugurar a reforma da escola, estão exigindo que mesmo depois do gasto, que elas saiam de vez do local onde fazem suas vendas há quase 20 anos. Nem a proposta de fazer estrutura de tijolo conseguiram demovê-los da idéia de perseguir as mães de famílias.

Não é de hoje que Américo persegue ambulantes. No ano passado ele quis tiriar vendedoras de batatinha da Praça João Santos e só recuou diante da pressão popular. Na época prometeu que reformaria o delta lanches apra dar um espaço mais digno as ambulantes, mas como o que o prefeito diz ninguém escreve, tudo ficou só na promessa, reforçando a tese de perseguição pura e simples.

E assim age o pior governo de nossa história. Perseguindo mães de família que sem a oferta de empregos da prefeitura, trabalham duro para garantir o sustento dos filhos.

Esse é o governo da mudança implantado pelo PT em Coelho Neto. A mudança que chegou pra muito pior…

2 thoughts on “A perseguição continua! Prefeito de Coelho Neto manda perseguir vendedoras ambulantes novamente…

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *