Prefeita de Chapadinha reclama de “tratamento desigual” do Palácio dos Leões

Belezinha-Face

Em uma postagem que questiona o clima de insegurança que atinge a cidade de Chapadinha, a Prefeita Ducilene Belezinha (PRB) resolveu se pronunciar e deu como justificativa o tratamento desigual dado aos prefeitos por parte do Palácio dos Leões.

Por meio do Facebook, a prefeita Belezinha disse que os deputados da base do governo não ajudam seu município. “O governador não recebe prefeitos que não votou nele e a maioria dos seus secretários também não nos recebe”, desabafou a prefeita.

Ducilene Belezinha reivindicava por meio do Facebook o aumento do efetivo da Polícia Militar em seu município. “Pois até então só temos promessa de aumento de efetivo e nada acontece”,frisou.

Com mais de 77 mil habitantes o município de Chapadinha é uma espécie de capital da região do Baixo Parnaíba Maranhense que tem nessa área 16 cidades. A população total dessa região é superior a 400 mil habitantes.

Com contribuição do Blog do Ludwig

Acorda Belezinha! Ventilador cai e atinge rosto de professora em escola de Chapadinha

 

Com contribuição do Blog do Foguinho

Na tarde da última terça (09), uma professora do Programa Mais Educação sofreu um acidente que por pouco não termina em tragédia dentro da  Escola Municipal Manoel José de Santana em Chapadinha.

20150610_170313

O acidente aconteceu por volta das 16h no final do seu expediente de trabalho quando a professora foi chamada na diretoria da escola,  momento em que o ventilador do teto caiu e atingiu o seu rosto.

IMG-20150610-WA0051

A professora foi socorrida e levada ao Hospital Antonio Pontes de Aguiar, onde recebeu os atendimentos médicos na parte do olho que foi atingido durante o acidente. Segundo informações, ela não está conseguindo enxergar nada e tem medo de perder a visão.

O fato é um descaso. Acorda Belezinha!

A versão “mamão com açúcar” de Aluízio…

Secretário de Obras Aluízio Santos: versão mãmao com açúcar para defender o indefensável
Secretário de Obras Aluízio Santos: versão mãmao com açúcar para defender o indefensável

Quase vinte e quatro horas depois que o militante social Juvenal Neres foi agredido por um funcionário público da Prefeitura de Chapadinha, eis que surge o Secretário de Obras de Aluizio Santos e a tropa de choque da mídia palaciana para divulgar uma versão “mamão com açúcar” no intuito de contrapor a mídia negativa em torno do ocorrido.

Agindo em causa própria já que o acusado é pessoa de sua confiança e seu funcionário, Aluízio que nem presente estava cometeu a proeza de tentar questionar o depoimento da vítima e de policiais militares que testemunharam o ocorrido.

O documento de prisão em flagrante é claro: “informo que o homicídio não foi consumado devido à chegada da polícia no momento do fato”.

Santos subestima a inteligência das pessoas ao tentar transformar um acusado preso em flagrante numa vítima perseguida. A versão dada embora seja estapafúrdia precisava de uma autoria. O titular da Secretaria de Obras precisou se expor ao ridículo de assumir uma defesa absurda, para livrar Belezinha de se manifestar sobre o vexame.

Lamentavelmente o aparato do governo municipal tenta maquiar de forma patética um atentado ao trabalho livre da imprensa e abre precedente para que isso possa ocorrer novamente.

No mais, aumentem a oferta de óleo de peroba em Chapadinha porque o estoque que tinha já foi todo utilizado…

Belezinha cala… e consente!

DSC_2741

A maioria dos blogs aliados a Prefeita de Chapadinha Ducilene Belezinha (PRB) fizeram de tudo para “tapar o sol com a peneira” e ignorar o ataque violento sofrido pelo militante social Juvenal Neres ontem (14) praticado por um funcionário público ligado ao Secretário de Obras Aluizio Santos.

O que deveria ser um gesto reprovável com as devidas sanções passou despercebido pelo governo municipal e nenhuma palavra foi dita sobre o ato.

Agindo dessa maneira a mandatária mostra o quanto seu governo caminha na contramão da normalidade e contribui para que a cidade ganhe a pecha de terra sem lei e o que é pior, sob as vistas omissas do aparato municipal.

O fato que ganhou destaque no noticiário da região não mereceu qualquer atenção da Subseção da OAB do município, entidade que até dias atrás se mostrou ofendida com uma manifestação popular mas que se fez de cega, surda e muda quando uma pessoa foi agredida fisicamente e ameaçada de morte por um funcionário público.

Juvenal Neres: agressão e ameaça de morte por parte de funcionário do governo
Juvenal Neres: agressão e ameaça de morte por parte de funcionário do governo

Já havíamos dito que tudo poderia acontecer, inclusive nada e por incrível que pareça estávamos certos em nossas previsões.

No frigir dos ovos a prefeita calou para proteger o aliado e consentiu pela agressão ter sido justamente a alguém com opiniões contrárias ao seu governo.

Dois pesos, duas medidas e um governo sem mando e sem comando… Simples assim!

Belezinha vira chacota após pedido de audiência…

Belezinha: dificuldade para governar sem a "sombra" do Palácio
Belezinha: dificuldade para governar sem a “sombra” do Palácio

Virou chacota em toda a imprensa o pedido de audiência via facebook feito ontem (07) pela Prefeita de Chapadinha Ducilene Belezinha (PRB) ao governador Flávio Dino (PCdoB).

Uma das maiores entusiastas da campanha do candidato derrotado Edinho Lobão (PMDB), a mandatária nem esperou a poeira baixar para demonstrar sinais de que não tem vocação para tocar seu governo sem a sombra do Palácio dos Leões, como vinha ocorrendo em seus dois primeiros anos de governo.

Embora tenha retirado à postagem do ar, o blogueiro Alexandre Pinheiro conseguiu registrar o flagra. O texto apelativo e cheios de erros ortográficos faz felicitações ao governo, menciona Deus e pede ao governador  “mais espaço na agenda para receber e ouvir os 217 prefeitos do nosso estado”.

O “pedido de clemência” da Prefeita sarneyzista pegou a todos de surpresa, já que recentemente blogs locais da cidade noticiaram críticas feitas por ela e seus auxiliares ao governador comunista.

11080989_970699832954157_4271336168975648848_n

Imagina-se que governar uma cidade do tamanho de Chapadinha sem as cifras milionárias dos convênios gordos que caiam da gestão anterior não deve ser tarefa fácil, talvez por isso esteja justificado o desespero da mandatária.

Ao optar por fazer oposição ao então candidato a governador que previamente era apontado como eleito em todas as pesquisas de opinião pública, Belezinha deveria saber que suas atitudes têm reflexos e que apesar de sua posição o governador não deixará de trabalhar pela cidade como deverá fazer em todos os municípios do Estado.

Deve ter esquecido a máxima que cabrito bom não berra…