NOVA AMBULÂNCIA JÁ ESTÁ A CAMINHO

NOVA AMBULÂNCIA JÁ ESTÁ A CAMINHO

Desde que assumiu suas funções em Coelho Neto, a Secretária de Saúde Dra. Rosângela Curado (foto) sempre demonstrou preocupação com a reposição da frota do Serviço de Atendimento Móvel de Urgência – SAMU do município. Naquela época, há exatos dois anos atrás, a ambulância do SAMU já necessitava reposição e foi isso que foi feito após a Secretária identificar essa necessidade.

Depois de obedecer todas as normas exigidas pelo Ministério da Saúde, Dra. Rosângela procedeu com a solicitação de reposição de frota e destacou a articulação do prefeito Soliney Silva-PSDB em conseguir que o Governo Federal liberasse o veículo em tempo recorde, demandas que naturalmente demoram muito. “Temos no Soliney um Prefeito articulador o que nos permite desenvolver um trabalho com mais qualidade. O SAMU é um serviço de extrema importância e que exige de nós uma atenção especial. O novo veículo que já está a caminho, depois de passar por todas as inspeções necessárias estará apto para ser entregue. A população que se utiliza desse serviço, terá garantias de um atendimento seguro e com mais eficiência”, comentou a Secretária.

O SAMU

O SAMU realiza o atendimento de urgência e emergência em qualquer lugar: residências, locais de trabalho e vias públicas, contando com as Centrais de Regulação , profissionais e veículos de salvamento. As Centrais de Regulação tem um papel indispensável para o resultado positivo do atendimento; sendo o socorro feito após chamada gratuita, para o telefone 192. A ligação é atendida por técnicos que identificam a emergência e, imediatamente, transferem o telefonema para o médico regulador. Esse profissional faz o diagnóstico da situação e inicia o atendimento no mesmo instante, orientando o paciente, ou a pessoa que fez a chamada, sobre as primeiras ações.

Esse mesmo médico regulador avalia qual o melhor procedimento para o paciente: orienta a pessoa a procurar um posto de saúde; designa uma ambulância de suporte básico de vida, com auxiliar de enfermagem e socorrista para o atendimento no local; ou, de acordo com a gravidade do caso, envia uma UTI móvel, com médico e enfermeiro. Com poder de autoridade sanitária, o médico regulador comunica a urgência ou emergência aos hospitais públicos e, dessa maneira, reserva leitos para que o atendimento de urgência tenha continuidade.

Quando chamar o SAMU?

Na ocorrência de problemas cardio-respiratórios;

Em casos de Intoxicação exógena;

Em caso de queimaduras graves;

Na ocorrência de maus tratos;

Em trabalhos de parto onde haja risco de morte da mãe ou do feto;

Em casos de tentativas de suicídio;

Em crises hipertensivas;

Quando houver acidentes/traumas com vítimas;

Em casos de afogamentos;

Em casos de choque elétrico;

Em acidentes com produtos perigosos;

Na transferência inter-hospitalar de doentes com risco de morte.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *