Maranhão tem pior renda per capita…

Maranhão tem pior renda per capita…

Levantamento divulgado nesta sexta-feira (28) pelo Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE), aponta que o Maranhão tem o menor rendimento domiciliar per capita do Brasil: R$ 636.

A média nacional ficou em R$ 1.439 em 2019, segundo dados da Pesquisa Nacional por Amostra de Domicílios – Contínua (Pnad Contínua).

O valor é 4,8% maior que o rendimento médio nacional registrado em 2018, desconsiderando os efeitos da inflação.

De acordo com o levantamento, o maior rendimento per capita foi observado no Distrito Federal (R$ 2.686) – quase o dobro da média nacional.

Esse é mais um dado a corroborar a tese de que, sob o comunismo de Flávio Dino (PCdoB), a miséria no Maranhão só aumentou.

Coincidentemente (ou não), no mesmo dia em que esses números foram divulgados, o governador maranhense foi às redes para dizer que quem “não sabe administrar” é o presidente da República, Jair Bolsonaro.

Blog do Gilberto Leda

5 thoughts on “Maranhão tem pior renda per capita…

  1. Um jovem quando termina um curso superior aquir no Brasil segundo o IBGE no mínimo ele passa dezoito meses para achar emprego o do nível técnico 12 meses e lento ainda têm a questão muitos que não querem nada da vida não quer estudar depois o governo é culpado pela pobreza do Maranhão o povo sempre fala a o governo não trás industrial para o
    Maranhão uma indústria para se instalar em um estado ela primeiro faz uma pesquisa de quantas pessoas tem com o nível de escolaridade superior, técnico, se os números for pífio não tem governo nenhum
    Que trás . Quando chegar época das eleições e você ver candidatos prometer
    Emprego e atraí empresa para a região você pergunta para ele como está a educação do município se existe curso técnico e proficionalizante na cidade

  2. Só a educação mesmo, porque as terras da baixada foi entregue para os fazendeiros na época da ditadura só restou a região dos Cocais uma terra muito acidentada e pedrigui não dá de fazer uma lavoura mecanizada só uns 20 por cento o restante só dá de fazer lavoura artesanal para sobre vivência

  3. Essa pobreza toda é consequência dos governos do passado de 20 anos atrás
    Está refletindo agora é impossível um nação se erguer se desenvolver com o analfabetismo tamanho desse que foi no Maranhão,

  4. Isso o governador não comentar pois faz aparte deles e do comunismo e da esquerda querer que os estados da região nordeste vivam sempre de bolsas e assistencialismo onde as pessoas ficam presas nisso. Emprego e geração de renda que é bom nada .

  5. Só quem pode libertar esse povo é a educação se não estudar vai ficar preso servindo de escravos recebendo bolsa.
    A vida toda . Nem um governo da esquerda ou comunista ou direita ou centro disse que a bolsa família e para o povo não trabalhar
    e sim para ter condições físicas para ir escola e ter condições de raciocínio porque o aluno com fome não aprende nada,
    Infelizmente nós brasileiros somos acomodados em vez de produzir mais vai se deitar reproduzir encher a casa de meninos ou seja se tiver uma rede e uma farinha molhada está bom, nos precisamos é exigir mais pedir políticas públicas dos governos

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *