Comunidade denuncia problemas na educação no Povoado Santa Maria

O blog recebeu uma denúncia na última sexta (31), de como anda a situação da educação no povoado Santa Maria, zona rural de Coelho Neto.

No relato, o que e vê são problemas de toda ordem e uma reclamação causada principalmente pela falta de professores. A seguir a íntegra do relato:

O DESCASO COM A EDUCAÇÃO CONTINUA… ATÉ QUANDO “PROFESSOR” AMÉRICO?

Como é do conhecimento de todos as aulas da rede municipal de ensino tiveram início no dia 06 de março, ou teria iniciado, se não fosse a incompetência da gestão de Américo…

Tudo começa com a falta de manutenção nas escolas, transporte escolar ineficiente, transferência de alunos para prédios inadequados, alunos sendo liberados antes do horário por falta de merenda escolar e água e escolas que ainda nem começaram o ano letivo por falta de professores como é o caso da Escola Agostinho José de Aguiar do povoado Santa Maria, que até hoje (31 de março) os alunos de 6º ao 9º ano não tiveram um dia normal de aula, pois a prefeitura não contratou os professores para as disciplinas de Língua Portuguesa, Língua Inglesa, História e Geografia.

Em reunião com os pais realizada hoje a atual gestora, Helena Ferreira (irmã de Francisca Ana) quando questionada sobre a falta dos professores, titubeou e sem saber o que responder, pediu aos pais mais um pouco mais de paciência e que talvez segunda-feira o quadro estaria completo. É esperar para ver, pois estamos vivendo o tempo da paciência…

Os pais preocupados com a situação temem a extensão do ano letivo até 2018. Levando em conta que a LDB 9.394 prevê que o ano letivo deverá ser de 200 dias de efetivo trabalho escolar. A não ser que a cúpula do governo tenha esquecido isso. Será???

E as salas continuam vazias…

Logo Américo que tanto “defendia” a causa!

2 thoughts on “Comunidade denuncia problemas na educação no Povoado Santa Maria

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *