JOÃO ALBERTO ANALISA ELEIÇÕES EM SUA VOLTA AO SENADO

JOÃO ALBERTO ANALISA ELEIÇÕES EM SUA VOLTA AO SENADO



Do Blog do Marco d´Eça

O senador João Alberto Souza (PMDB-MA) apontou, nesta segunda-feira (5), o clima de “tranquilidade democrática” que permeou as eleições municipais deste ano.
Ele afirmou que, independente do resultado, as eleições devem ser comemoradas porque representam um alto grau de amadurecimento da democracia brasileira.
– Um momento único em que o cidadão brasileiro escolhe o seu representante. Que bonita prática de cidadania, com nenhuma interferência externa ao pleito – elogiou.
João Alberto lembrou os tempos de ditadura militar (1964-1985) em que não havia liberdade política. O senador enalteceu o senador José Sarney (PMDB-AP) pelo papel desempenhado durante a redemocratização do país, no tempo em que assumiu a Presidência da República.
– Naquele [1985-1989], foram legalizados os partidos políticos até então clandestinos, foi assegurada a liberdade sindical e deu-se fim à censura prévia – disse.
O senador disse que o Brasil segue a expandir o direito à cidadania. Na República Velha (1889-1930), lembrou, menos de 5% da população participavam das votações.
– Este ano, segundo o Tribunal Superior Eleitoral, mais de 140 milhões de pessoas estavam aptas a votar nas eleições, número 6% maior que o número de eleitores das eleições de 2008 –frisou
João Alberto também elogiou a presidente Dilma Rousseff por reduzir os índices de pobreza no país por meio de programas sociais como o Minha Casa, Minha Vida 2 e o Brasil sem Miséria.
João Alberto reassumiu o mandato após licenciar-se do cargo em setembro do ano passado para ocupar o cargo de secretário-chefe da Assessoria de Programas Especiais da Casa Civil do Maranhão.
No período, João Alberto foi substituído pelo seu primeiro suplente, Clovis Fecury (DEM-MA).

COELHO NETO INTEGRA MUNICÍPIOS CONTEMPLADOS COM PMAQ DO MINISTÉRIO DA SAÚDE

COELHO NETO INTEGRA MUNICÍPIOS CONTEMPLADOS COM PMAQ DO MINISTÉRIO DA SAÚDE


O município de Coelho Neto foi inserido na lista de municípios que vão receber os recursos referentes ao desempenho das Equipes de Atenção Básica (EAB) – integrante da política saúde Mais Perto de Você – que foi divulgado recentemente pelo ministro da saúde, Alexandre Padilha. O anúncio foi feito durante reunião ordinária da Comissão Intergestores Tripartite, em Mato Grosso do Sul. As equipes, que já foram avaliadas, fazem parte do Programa Nacional de Melhoria do Acesso e da Qualidade da Atenção Básica (PMAQ-AB).
No evento, o ministro assinou documento de autorização do repasse dos recursos a 1.810 municípios, referentes à certificação de 7.236 equipes, totalizando mais de R$ 148 milhões, referentes aos meses de abril, maio, junho e julho. A partir deste mês (agosto), serão transferidos, mensalmente, mais de R$ 37 milhões.
O processo de certificação destas primeiras equipes, que determinou o volume de recursos a serem transferidos aos municípios, foi composto por três partes: uso de instrumentos autoavaliativos – o que corresponde 10% da avaliação; desempenho em resultados do monitoramento dos 24 indicadores de saúde firmados no momento da adesão do Programa – responsável por 20% da avaliação; e desempenho nos padrões de qualidade verificados in loco por avaliadores externos, que corresponde a 70% da nota de avaliação. Este último quesito foi realizado por 45 instituições de ensino e pesquisa de todo o país, por meio de visitas às equipes de atenção básica participantes do PMAQ.
A avaliação in loco considerou elementos como: infraestrutura das Unidades Básicas de Saúde, equipamentos, disponibilização de medicamentos, processo de trabalho das equipes, satisfação dos usuários, dentre outros.
Em maio deste ano, o Ministério da Saúde iniciou a uma avaliação in loco do trabalho de 17.304 equipes que atendem no SUS – o equivalente a 53,3% do total de equipes de saúde da família no país (32.809) – que aderiram ao programa em 3.972 municípios brasileiros. Destas equipes, 12.165 já receberam a visita dos avaliadores da qualidade, correspondendo a cerca de 70% de todas que participam do Programa.
Na avaliação, a opinião dos usuários também está sendo considerada no processo de certificação. Já foram ouvidos mais de 47.000 brasileiros e a percepção de cada um deles, a respeito de como anda a qualidade da atenção básica, será ponderada no momento da definição do volume de recursos financeiros que serão transferidos aos municípios.
As equipes são compostas por médico, enfermeiro, técnico ou auxiliar de enfermagem e agentes comunitários de saúde. Há equipes que também oferecem assistência odontológica e são formadas por dentistas, auxiliar de consultório dentário e/ou técnico em saúde bucal.
PROGRAMA– Criado em 2011, o PMAQ tem como objetivo incentivar os gestores a melhorar o padrão de qualidade da assistência oferecida aos usuários do SUS nas Unidades Básicas de Saúde (UBS) por meio das equipes de Atenção Básica à Saúde. A meta é garantir um padrão de qualidade por meio de um conjunto de estratégias de qualificação, acompanhamento e avaliação do trabalho das equipes de saúde. O programa eleva os recursos do incentivo federal para os municípios participantes, que atingirem melhora no padrão de qualidade no atendimento.
Equipes bem avaliadas poderão receber até R$ 11 mil adicionais, por mês. Hoje, cada equipe recebe do governo federal de R$ 7,1 mil a R$ 10,6 mil, conforme critérios socioeconômicos e demográficos, acrescidos ainda pelos recursos das equipes de Saúde Bucal e Agentes Comunitários de Saúde.

Com contribuição do Portal Saúde

COELHO NETO 119 ANOS: RECADO DO PREFEITO DE AFONSO CUNHA JOSÉ LEANE

COELHO NETO 119 ANOS: RECADO DO PREFEITO DE AFONSO CUNHA JOSÉ LEANE


O aniversário de Coelho Neto é uma data para homenagearmos uma cidade que tem experimentado um crescimento diferenciado nos últimos anos graças à competência e o esforço do meu amigoPrefeito Soliney Silva.
Nosso carinho é traduzido de uma forma especial, pois considero Coelho Neto como uma cidade irmã e que no dia-a-dia tem estendido as mãos para receber o povo de Afonso Cunha. Nossas congratulações pelos 119 anos de emancipação política da cidade que homenageia o Príncipe dos Prosadores Brasileiros.

TÁ EXPLICADO: SUPOSTO ENVOLVIMENTO COM AGIOTA GLÁUCIO, FAZ CASTELO ESCONDER A FILHA DA CAMPANHA

TÁ EXPLICADO: SUPOSTO ENVOLVIMENTO COM AGIOTA GLÁUCIO, FAZ CASTELO ESCONDER A FILHA DA CAMPANHA


Em todos horários eleitorais do candidato à reeleição João Castelo, fala que o seu adversário, o candidato Edivaldo Holanda Júnior, tem vergonha de mostrar seu pai, o suplente de deputado Edivaldo Holanda. 
No entanto, o horário eleitoral de Castelo não é diferente. O prefeito de São Luís esconde e mantém afastada a imagem da sua filha, a deputada estadual Gardeninha Castelo, de sua campanha.
Para alguns aliados do tucano, a imagem de Gardeninha pode prejudicar a campanha por conta do seu suposto envolvimento com o agiota Gláucio Alencar – mandante e financiador da morte do jornalista Décio Sá.
Na época, o nome da filha de Castelo foi citado no depoimento de Patricia Gracielli Martins, esposa do “empresário” Fábio Brasil, que foi executado pela quadrilha de Gláucio, em Teresina.
No depoimento, Patrícia revelou aos delegados uma suposta negociação entre a deputada Gardeninha Castelo e o agiota Gláucio Alencar.
Patrícia Gracielli contou que Gláucio teria emprestado para Gardeninha o valor de R$ 400 mil. Segundo ela, a deputada e o agiota tinham negócios. 
Talvez essa seja a razão da deputada Gardeninha Castelo servir apenas para negociar com os vereadores que se alinharam ao projeto de reeleição do prefeito tucano.

Do Blog do Luis Pablo

MTUR E BNDES DISCUTEM A POSSIBILIDADE DE AMPLIAR OS INVESTIMENTOS NO SETOR

MTUR E BNDES DISCUTEM A POSSIBILIDADE DE AMPLIAR OS INVESTIMENTOS NO SETOR

O ministro do Turismo, Gastão Vieira, se reuniu hoje com representantes do Banco Nacional de Desenvolvimento Econômico e Social (BNDES). Na pauta, os gargalos para a liberação de créditos e o aumento da vigência da linha de financiamento Pró-Copa, com a possível ampliação da lista de empreendimentos passíveis de serem beneficiados.
Recentemente duplicado para R$ 2 bilhões, o Pró-Copa está voltado exclusivamente para a hotelaria e está previsto para ser extinto no próximo ano.
Representantes do BNDES abriram a possibilidade de tornar permanente a linha de crédito voltada para o turismo, com a possibilidade de destinar o capital para outros tipos de investimentos, como centros de convenções.
O secretário executivo do MTur, Valdir Simão, apresentou o panorama do turismo no Brasil, o posicionamento do país no mercado mundial e as demandas do setor produtivo para o banco.
Na lista de pleitos, a flexibilização das garantias e a ampliação dos prazos de financiamento, atualmente fixado em, no máximo, 18 anos. Os representantes da entidade financeira se comprometeram a analisar as questões.
Do Blog do Gilberto Leda

DILMA ROUSSEFF INAUGURA HIDRELÉTRICA EM ESTREITO-MA

DILMA ROUSSEFF INAUGURA HIDRELÉTRICA EM ESTREITO-MA

O governador em exercício do Maranhão, Washington Luiz Oliveira, e a presidenta da República, Dilma Rousseff, inauguraram nesta quarta-feira (17), a Usina Hidrelétrica de Estreito, construída no Rio Tocantins, na divisa entre o sudoeste do Maranhão e o norte do Tocantins.
A presidenta destacou a importância das parcerias entre governos federal, estadual, iniciativa privada e movimentos sociais. “A hidrelétrica de Estreito é um projeto de milhões e milhões de esforços e trabalhos individuais”, disse.
Na oportunidade, Dilma Rousseff ressaltou ainda o baixo impacto ambiental causado pela construção  da usina. “É muito melhor, do ponto de vista ambiental, gerar energia a partir dos nossos rios. A UHE é inteiramente renovável”, garantiu.
Para o governador em exercício, Washington Luiz, “a UHE trouxe qualificação e emprego para toda região. Essa obra, com certeza, contribuirá para que o Brasil seja um país ainda mais forte”, ressaltou.
Durante a cerimônia, foi acionada a última das oito turbinas da hidrelétrica. A obra é considerada o maior investimento do conjunto de ações para a geração de energia do Programa Aceleração do Crescimento (PAC 2). A usina está agregando ao Sistema Elétrico Brasileiro 1.087 MW, energia esta, suficiente para abastecer uma cidade com quatro milhões de habitantes.
Também participaram da solenidade autoridades do Governo Federal e dos governos maranhense e tocantinense, além de prefeitos da Região Tocantina e do Bico do Papagaio, lideranças empresariais, políticas e comunitárias.
Investimento e estrutura
A Usina de Estreito é uma obra de utilidade pública realizada com investimentos privados da ordem de R$ 5 bilhões e sua construção e implantação foram realizadas em quatro anos, com a criação de 36 mil empregos diretos e indiretos. Dos empregos diretos, 85% foram captados na própria região, sendo que 4 mil desses profissionais foram capacitados em parceria entre o Ceste e o Governo do Maranhão.
A obra foi executada pelo Consórcio Estreito Energia (Ceste), sendo formado por quatros grandes empresas: GDF SuezTractebel Energia (40,7%), Vale (30%), Alcoa (25,49%) e Intercement (4,44%).
O cronograma de construção foi dividido em três fases: instalação do canteiro de obras, concretagem da casa de força e do vertedouro e a construção da barragem, com 60 metros de altura e 480 metros de extensão – ligando as estruturas da casa das máquinas e o vertedouro.
DADOS DA UHE ESTREITO
– Custo do empreendimento: R$ 5 bilhões
– Empregos gerados: 36 mil entre diretos e indiretos
– Potência instalada da usina (capacidade nominal instalada): 1.087 MW
– Energia Assegurada: 641 MW / médios
– Extensão do reservatório: 260 km
 8 unidades geradoras, de 135,87 MW cada
– Volume de concreto lançado: 994.454m³
– Municípios da área de influência: Estreito e Carolina no Maranhão; e Aguiarnópolis, Palmeiras, Babaçulândia, Barra do ouro, Filadélfia, Darcinópolis, Goiatins, Itapiratins, Palmeirante e Tupirantins em Tocantins

Do site do Governo do Estado

MAIS ADESÕES: GRUPO DE BIRA DO PINDARÉ DECLARA APOIO A EDIVALDO HOLANDA JR.

MAIS ADESÕES: GRUPO DE BIRA DO PINDARÉ DECLARA APOIO A EDIVALDO HOLANDA JR.

RAFAEL BRASIL É ELEITO EM BURITI

RAFAEL BRASIL É ELEITO EM BURITI

Após as urnas apuradas nas Eleições do dia 07 de outubro o candidato a Prefeito Rafael Brasil – PRB, apoiado pelo Prefeito Nenê Mourão foi eleito com 6.379 votos o que corresponde a 46,86% dos votos válidos. 
Em segundo lugar ficou Naldo Batista – PHS, com 2.859 votos, o que corresponde a 40,95% dos votos seguido de Zuca Marques-PT do B que obteve 1.659, o que corresponde a 12,19% dos votos. 
Dos votos válidos 13.613 (90,83%), foram contabilizados ainda 245 (1,63%) de brancos e 1.130 (7,54%) nulos. 
Fonte: UOL

EDIVALDO E CASTELO VÃO DISPUTAR 2º TURNO EM SÃO LUÍS

EDIVALDO E CASTELO VÃO DISPUTAR 2º TURNO EM SÃO LUÍS

SÃO LUÍS – Deu segundo turno nas Eleições para prefeito de São Luís. Edivaldo Holanda Júnior obteve 186.184 (36,44%) contra 156.320(30,60%) de João Castelo (PSDB). Eles vão disputar o segundo turno das Eleições, que será realizado no dia 28 de outubro. O Maranhão tem 4.558.855 eleitores, 678.070 destes votam em São Luís.
 
A pesquisa Ibope divulgada na sexta-feira (5) já havia adiantado que haveria um segundo turno nas Eleições para prefeito de São Luís, devido a um empate técnico entre os candidatos João Castelo (PSDB) e Edivaldo Holanda Júnior (PTC).
Perfis
João Castelo Ribeiro Gonçalves, o João Castelo, é natural de Caxias (MA), tem 70 anos de idade, é advogado e administrador, casado com a ex-prefeita de São Luís, Gardênia Gonçalves. Foi presidente do Banco da Amazônia, deputado federal por dois mandatos, governador do Maranhão, senador da República e novamente deputado federal por dois mandatos. Em 2006, foi candidato a senador, mas não obteve êxito. Pela quarta vez disputa a Prefeitura de São Luís. É filiado ao PSDB. Mais recentemente, foi presidente da Empresa Maranhense de Administração Portuária, a EMAP, que gerencia o Porto do Itaqui.
Edivaldo de Holanda Braga Junior é um empresárioe político brasileiro filiado ao Partido Trabalhista Cristão (PTC). Vereadorde São Luís de 2005 a 2010, quando foi eleito para a Câmara Federal.
Demais candidatos
Eliziane Gama (PPS) obteve 70.582 (13,81%) dos votos. Washington Luiz (PT) teve 56.328 (11,02%) dos votos. Tadeu Palácio (PP) ficou com 24.608 (4,82%), Marcos Silva (PSTU) teve 11.007 (2,15%) e Haroldo Sabóia (PSOL) ficou 4.074 (0,80%) dos votos. Brancos somoram 13.765 (2,52%) e nulos somaram 22.092 (4,04%). 
Projeção do Ibope para o segundo turno
Em uma simulação de segundo turno, realizada pelo Ibope, entre os candidatos Edivaldo Holanda Júnior (PTC) e João Castelo (PSDB), o primeiro conta com 43% das intenções de voto, contra 37% das intenções do candidato João Castelo. Há um empate técnico entre os dois candidatos, já que a margem de erro da pesquisa é de três pontos percentuais.
Do Imirante

DILMA VOTA EM PORTO ALEGRE E DIZ QUE BRASIL VIVE “IMENSA FESTA” DURANTE ELEIÇÕES

DILMA VOTA EM PORTO ALEGRE E DIZ QUE BRASIL VIVE “IMENSA FESTA” DURANTE ELEIÇÕES

A presidente Dilma Rousseff acabou de votar na Escola Estadual Santos Dumont, na zona sul de Porto Alegre. Ela veio acompanhada do governador do Estado, Tarso Genro, além de lideranças petistas como o ex-governador Olívio Dutra e o ex-prefeito Raul Pont. Dilma já se dirigiu ao aeroporto para voltar a Brasília.
A presidente não quis revelar seu voto e lembrou que, entre os candidatos, estão três representantes de partidos que compõem a base aliada do governo federal: Adão Villaverde (PT), Manuela D´Ávila (PCdoB) e José Fortunati (PDT).
“Vamos combinar, o voto é secreto. Eu sou presidente, mas aqui estou exercendo a minha condição de cidadã”, destacou.
Dilma ressaltou a importância do voto e da democracia.
“Eu sou da geração que não votou. Muita gente no Brasil já nasceu na democracia, mas tem uma quantidade de brasileiros que ainda se lembra do que é não ter o direito ao exercício do voto. Hoje é um momento muito especial para o Brasil, porque mais uma vez reiteramos que esse país é uma democracia estável, com regras, com respeito aos direitos das pessoas e especialmente com essa imensa festa que é escolher quem vai dirigir sua própria cidade.”
Os 1.076.263 eleitores de Porto Alegre vão poder escolher entre sete candidatos à prefeitura. Mais 575 candidatos disputam as 36 cadeiras da Câmara Municipal da capital gaúcha.
Em todo o Estado do Rio Grande do Sul, serão escolhidos 497 prefeitos.

Da UOL