Base do governo em Coelho Neto faz beicinho, são chamados pra conversar e silenciam…

Vereadores da base do governo fazendo graça pro prefeito: um dia batem, no outro dia assopram

Quem foi para a sessão da Câmara de Coelho Neto na última quinta (15), ficou sem entender o que estava acontecendo.

A base do governo que estava afiada na sessão de segunda (12), na defesa dos professores e que em represália ao governo não compareceu as inaugurações da terça (13), entrou muda e saiu calada. Ao que se sabe a boca miúda, o prefeito de Coelho Neto Américo de Sousa (PT) chamou a base para conversar e a paralisia dos vereadores ao que tudo indica tem tudo haver com essa “conversa”.

Para fechar o pacote, na última sexta (16), pelo menos 04 (quatro) dos vereadores que estavam com cangote grosso já estava de dente aceso para o prefeito: Moabe Branco, Wilson, Vaz, Camilla Liz e Reginaldo Janse (Cará), apareceram festejando o material esportivo doado pelo Estado, já que a prefeitura não tem coragem para comprar.

Pois bem, na matéria que o blog tratou do apoio dos governistas aos servidores, não fizemos qualquer referência ao discurso dos vereadores do governo justamente por isso. Sempre engrossam o discurso, o prefeito chama e eles voltam todos cordeirinhos ao primeiro grito do chefe.  Wilson Vaz fez o discurso mais duro e ao invés de pousar pra foto, deveria ter cobrado do prefeito no gabinete o que ele disse no plenário da Câmara. Mas não, preferiu mais uma vez a subserviência.

OPOSIÇÃO FIRME

Com a ausência do vereador Dr Ricardo Chaves (PPS) por está em São Luís em um congresso partidário, coube aos vereadores João Paulo e Rafael Cruz (ambos do MDB), continuarem o discurso em favor dos professores e contrários a desordem que se tranformou o início do ano letivo.

João Paulo cobrou do governo o diálogo com a classe sobre a decisão de aumento da carga horária e defendeu a legitimidade dos servidores de cobrar pelos seus direitos. O parlamentar foi aplaudido por diversas vezes pelos servidores.

O presidente da Câmara Osmar Aguiar (PT), que já foi presidente do Sindicato dos Servidores do Serviço Público Municipal de Coelho Neto – SINTASP, que em outros governos pulava na tribuna, gritava e batia na mesa não se manifestou em nada sobre a questão provocada pelos professores.

Daqui para frente os servidores saberão com quem realmente devem contar…

One thought on “Base do governo em Coelho Neto faz beicinho, são chamados pra conversar e silenciam…

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *