“Vamos botar ele pra voltar a fazer concurso pra juiz”, diz Roberto Rocha sobre Flávio Dino

3
Senador Roberto Rocha ao chegar em Chapadinha laedeado pelo deputado federal Waldir Maranhão

Durante passagem por Chapadinha nesta sexta (13), o senador Roberto Rocha (PSDB) endureceu o discurso contra o governador Flávio Dino (PCdoB). “Nós vamos botar ele pra voltar a fazer concurso para juiz, já que ele quer governar o Maranhão como se fosse um juiz”, disse ele assegurando que estará na disputa contra o comunista no segundo turno das eleições desse ano.

O tucano criticou o clima de perseguição no Estado, chegando ao ponto inclusive de haver proibição por parte do Palácio para que os prefeitos não o recebam, mesmo que institucionalmente. “Sou um senador da república e tenho compromisso com meu Estado. Não ando pedindo nada, minha estada nos municípios é sempre trazendo algo que possa beneficiar a população”, comentou.

O senador maranhense falou ainda das inúmeras dificuldades que o Estado tem vivido sob o comando da gestão comunista.

“É uma política de Robin Hood ao contrário: é o mais pobre dando para o mais rico. O mais pobre que precisa de uma moto para trabalhar, como a gente parou em Santa Rita ainda agora para tomar uma água ouvi uma mãe dizer: senador meu filho está fazendo farinha lá na beira do rio veio trazer a farinha aqui para vender tomaram a moto dele e ele teve que voltar a pé. Mas ai eles não tomam do rico, tomam do pobre pra dar pro rico. Vocês viram o que foi feito na semana passada não é? Tomaram até dos aposentados, até o dos aposentados. Quer dizer as pessoas que estão pagando toda a vida pra um dia ter uma velhice com mais segurança não vão ter esse direito mais, no Maranhão não”, denunciou ele.

Roberto Rocha é pré-candidato a governador do Maranhão e se tornou crítico ferrenho do modelo de gestão implantado por Flávio Dino.