TRUCULÊNCIA: LÍDER DO ACORDA MARANHÃO É DETIDO E DEPUTADA É AMEAÇADA DE PRISÃO

TRUCULÊNCIA: LÍDER  DO ACORDA MARANHÃO É DETIDO E DEPUTADA É AMEAÇADA DE PRISÃO


Início da semana marcado por vários protestos na grande ilha e no interior do estado.

Na região metropolitana de São Luís  desde às 05 horas da manhã centenas de manifestantes já estavam nas ruas reivindicando melhores condições de vida. Houve confronto com policiais em vários momentos. Mas no final do dia o policiamento partiu pra cima de integrantes do protesto para por fim no movimento.

No Elevado da Cohama os homens da segurança pareciam atuar num campo de guerra. Nem mesmo a Deputada Elisiane Gama escapou da ação. Ela afirmou pelo twitter, ter sido vítima da truculência policial, quando tentava  socorrer uma pessoa que estava passando mal durante a manifestação.

Um dos líderes do movimento Acorda Maranhão foi preso quando tentava fazer registros fotográficos da Assembleia Legislativa, onde ele foi duramente reprimido.

A Secretaria de Segurança Pública ainda não fez o balanço das prisões efetuadas ontem à noite nos manifestos.

No protesto da área Itaqui/Bacanga o confronto aconteceu em diversos momentos. Oito pessoas foram presas. Ainda com toda a situação de conflito moradores permaneceram durante todo o dia apoiando o movimento. E motivos para revindicar é o que não falta a comunidade.

Empresas como a Vale, EMX , Porto do Itaqui e termoelétricas poderiam destinar recursos aos bairros da região, através de uma uma comissão que pudesse gerir e aplicar esses recursos. Esta localidade merece incentivos,  diante de tantos problemas existentes nas áreas de saúde, educação, infraestrutura, mobilidade urbana, entre outros.

Representantes eleitos não podem e nem devem esquecer da força que tem essa comunidade. Mas muitos nem lembram das promessas eleitoreiras. Enfim, esta e outras comunidades acordaram. E não vão mais dormir enquanto não houver ação, ninguém quer respostas. 

Do Blog do Luis Cardoso

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *