Magistrado manda prender jurado em júri de Timon

Numa sessão histórica do Tribunal do júri Popular da cidade de Timon(MA) na última quinta-feira, dia 17, o presidente do Júri, juiz José Elismar Marques(foto),surpreendeu a todos.Ele suspendeu o julgamento, dissolveu o Conselho de Sentença e prendeu em flagrante o jurado Wesley da Silva Melo por crime de prevaricação.

O que aconteceu

A sessão começou as 13h. Depois de todos os procedimentos normais, oitiva das testemunhas, sustentação do MP e da defesa, quando o juiz se recolheu com o Conselho, o MP e os advogados para formular os quesitos aos membros do Conselho de Sentença, o jurado Wesley Silva ficou nervoso, e se recusou a responder a 1ª pergunta.

Prisão em flagrante

Ante a manifestação do jurado, o juiz não pensou duas vezes, imediatamente determinou o fim da sessão e deu voz de prisão ao jurado, encaminhando-o para a Delegacia do 1º Distrito Policial para cumprimento da decisão.

(Do 180 Graus)