Programação Especial marcou a celebração dos 122 anos natalício de Duque Bacelar

Uma programação especial proposta pela Família Bacelar marcou a celebração dos 122 anos natalício do genitor do clã Raimundo de Melo Bacelar, conhecido por Duque Bacelar. As comemorações iniciaram ainda no sábado (05), data oficial do nascimento. Parte da família e convidados estiveram presentes no Memorial localizado no Itapirema.

Neste domingo (06), a programação começou com uma Missa em Ação de Graças realizada na Paróquia de Sant´Ana. Dentre os filhos vivos, estiveram presentes Antônio Bacelar, Dr. José Bacelar, Dr Magno Bacelar, Flory Bacelar e Dr Afonso Bacelar.

Diversas autoridades estiveram presentes dentre os quais os secretários Antônio Nascimento (Articulação Política), Nelson Gaspar (Indústria e Comércio), Franco Filho (Chefe de Gabinete) e Antônio Abreu (Obras).

Durante a programação, os bisnetos Thiago Bacelar Aguiar (neto de Wanda Bacelar) e Raimundo Bacelar (filho de Afonso Bacelar) participaram dos rituais da Missa.

O discurso em nome da família ficou a cargo da neta Carmélia Bacelar, que fez um discurso enaltecendo o histórico de vida do patriarca da família.

RETORNO DO BUSTO

Ao final da missa, os presentes foram convidados a se deslocar até a Praça Duque Bacelar, onde foi apresentado o retorno do novo busto ao seu lugar de origem.

Os discursos ficaram a cargo do secretário Antônio Nascimento, que no ato representou o prefeito Américo de Sousa, seguido de Nelson Gaspar representando a comunidade e finalizando com o ex-prefeito Magno Bacelar que falou em nome da família.

Ao final os membros da família pousaram para fotos e foram tietados pelos conterrâneos que faziam questão de reconhecer o papel de Duque e dos filhos no engrandecimento de Coelho Neto.

Duque Bacelar: o aniversário, o retorno a praça e o reencontro com a história

Hoje comemoramos 122 anos do nascimento de Raimundo de Melo Bacelar, o lendário Coronel Duque Bacelar. Nascido de um parto complexo em meio a tranquilidade do povoado Olho d´Agua Pequeno, o menino descendente de família rica que cresceu convivendo com a pobreza era destemido demais para reclamar das adversidades.

Apesar da pouca instrução, Duque era autodidata e um homem a frente do seu tempo. Naquele período já via que o investimento na agricultura poderia ser uma saída para a pobreza da velha Curralinho, tanto que investiu na criação de campos agrícolas e na busca do primeiro engenheiro agrônomo para garantir o suporte técnico necessário.

Mesmo pobre não se fez de rogado e conseguiu conquistar o coração da serena Maria Bacelar (a moça rica de uma das famílias mais tradicionais da época), com quem casou e constituiu uma família numerosa de 18 filhos nascidos e 11 sobreviventes – dos quais 08 ainda vivem.

Estamos falando do primeiro prefeito eleito de Coelho Neto – o homem que construiu o primeiro grupo escolar, que implantou a luz elétrica, que construiu o campo de aviação, que inspirou o Centro Artístico Operário – que segue de pé, que iniciou a construção do primeiro cemitério público e que fundou a Sociedade Beneficiente para garantir donativos para que a Igreja de Sant´Ana que havia sido demolida fosse reconstruída.

A morte prematura aos 57 anos não interrompeu que seus sonhos pensados para Coelho Neto pudessem sair do papel. No decorrer da história, 04 de seus filhos foram prefeitos dessa cidade: Dalva Bacelar, Antônio Bacelar, Afonso Bacelar e Magno Bacelar – a primeira foi a única mulher na Constituinte de 1947 e o último foi senador da República.

Inspirados pelo também visionário Raimundo Bacelar – o filho que chegou à presidência da Assembleia Legislativa do Maranhão, fora criado o Grupo Bacelar que resultou em vários investimentos na cidade dentre os quais a pioneira Usina Itapirema e o Complexo Industrial Cepalma – o segundo maior do Nordeste.

Na manhã deste domingo (06), após uma missa em Ação de Graças na Igreja de Sant´Ana para celebrar seu aniversário natalício, o busto de Duque Bacelar retornará a praça que homenageia seu nome no centro da cidade, num momento de reencontro da nossa história com ela própria. Não há como falar do nosso passado sem citar a participação de Duque e seus filhos. É um momento de cultuarmos a memória do maior vulto histórico dessa região, eternizado e imortalizado pelos seus grandes feitos.

122 anos com muito orgulho!

12187920_941341445944567_640859551940206686_n

A cidade de Coelho Neto entra em contagem regressiva para o dia 31 de outubro, oportunidade em que celebramos 122 anos de emancipação política.

O Blog aproveitará a passagem da data para trazer fatos curiosos da história e de personalidades que fizeram parte dessa história.

Apesar dos desafios, a cidade vem crescendo e nesse momento não podemos deixar de esquecer o passado, comemorarmos o presente e festejarmos o futuro…