Secretário de Flávio Dino faz visita ao “esqueleto” do Projeto Salangô

O futuro Secretário de Agricultura Familiar Adelmo Soares esteve na última quinta (11) em São Mateus para conhecer in-loco o Projeto Salangô, instalado a 16km da sede do município e às margens do rio Mearim. O Projeto foi iniciado em 1993 no primeiro mandato da então governadora Roseana Sarney (PMDB) com um volume significativo de recursos da União e contrapartida do governo do Estado, com o objetivo de produzir arroz irrigado, frutas e hortaliças.

unnamed
Adelmo Soares observa funcionamento de canal

Com uma área total de 3.200 hectares, com 2.443 hectares beneficiados e considerados aptos para a ocupação econômica, o empreendimento foi concebido para operar com vários sistemas de irrigação, divido em setores e beneficiar cerca de 400 famílias de agricultores familiares distribuídas em várias associações.

1975243_822384587801005_2867349831842179083_n
Estrutura abandonada

“Triste constatar o desrespeito com recursos público e com toda a população que sonhou com esse projeto. Estamos aqui cumprindo uma determinação do governador Flávio Dino que vê no resgate dessa ação um importante aliado no fortalecimento social e econômico de toda essa região”, disse Adelmo Soares.

unnamed (1)
Adelmo Soares concedendo entrevista ao lado do Prefeito Miltinho Aragão

Planejado para ser o maior projeto de irrigação do Estado do Maranhão, o Salangô ainda no início de sua construção, foi tomado pela corrupção. Dados colhidos pelo Tribunal de Contas da União (TCU), Ministério Público e pela Corregedoria Geral do Estado mostram que o rombo chegou à estrondosa quantia de quase 70 milhões de reais, valor liberado para o projeto.

10616708_822384641134333_8696086788148097080_n
Símbolo do descaso com os recursos públicos

O Projeto Salangô encontra-se na agenda de prioridades do novo governo e uma força tarefa deve ser mobilizada para que seu funcionamento seja garantido. Participaram da visita Miltinho Aragão – Prefeito de São Mateus , Mauro Jorge – indicado para a Presidência do ITERMA, Pedro Pascoal – representando a AGERP, além de secretários municipais, vereadores e agricultores.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *