Prefeita de Guimarães é presa acusada de desviar R$ 3 milhões em um ano

nilce

A Polícia Civil do Maranhão, através da Superintendência Estadual de Prevenção e Combate à Corrupção (Seccor), prendeu hoje (20) a prefeita de Guimarães, Nilce de Jesus Farias Brito.

Foram presos, também, a filha dela, Carleane de Jesus Farias Ribeiro, atual secretária municipal de Finanças; um genro da prefeita, Railson de Assis Pereira Sodré, pregoeiro do município; o empresário Douglas Pereira Ribeiro; e Francivaldo Martins Piedade, o Buiú, ex-presidente da CPL de Guimarães.

As prisões e os mandados de busca e apreensão cumpridos pelos policiais foram autorizados pelo desembargador José Bernardo Rodrigues, da 2ª Câmara Criminal do Tribunal de Justiça do Maranhão (TJ-MA).

A prefeita e seus familiares/secretários, além do empresários, são acusados dos crimes de fraude em licitações, superfaturamento de contratos e peculato.

Os contratos investigados são de locação e manutenção de veículos, fornecimento de combustível, serviço de limpeza pública e coleta de lixo.

Segundo as investigações, só em 2013 os contratos que apresentam irregularidades somam quase R$ 3 milhões.

One thought on “Prefeita de Guimarães é presa acusada de desviar R$ 3 milhões em um ano

  1. Seria bom a Seccor fazer esse procedimento em Afonso Cunha.Porque funcionarios efetivo e contratados estão a tres meses sem receber salario.Ministerio Publico e Seccor colocar a prefeitura de Afonso Cunha na lista.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *