PARA EVITAR CRISE, GOVERNO DEVE CORTAR GASTOS

PARA EVITAR CRISE, GOVERNO DEVE CORTAR GASTOS

A imprensa nacional tem noticiado todos os dias sobre as dificuldades financeiras que passam os municípios de todo país ocasionado pela diminuição das receitas, sobretudo pela prorrogação do IPI feita pelo Governo Federal. 
No Maranhão a situação de dificuldade não é diferente e dezenas de municípios agonizam com o atraso de salários, falta de pagamento de fornecedores e falta de dinheiro para honrar o pagamento do 13º. salário. 
Em Coelho Neto o Prefeito Soliney Silva – PSD ainda não se pronunciou de como enfrentará a perda de receitas, mais é quase certo que o mandatário deve sim tomar medidas de corte de gastos e contenção de despesas para não sentir na pele as agruras que tem pertubado o sono de dezenas de gestores maranhenses.
A maioria dos prefeitos tem optado por redução na folha de comissionados, diminuição de aluguéis, readequação dos horários de atendimento e corte linear nas despesas da Prefeitura. No nosso caso a Câmara de Vereadores também deverá conter despesas haja visto que o repasse para o Legislativo não aumentou e haverá um aumento significativo na despesa de 09 para 13 vereadores, ambos com suas assessorias.
O Prefeito como de resto tem acontecido em todo o país deve “cortar na própria carne” se não quiser experimentar um colapso financeiro. Segundo a Confederação Nacional dos Municípios “a leve recuperação que era esperada, devido ao fator sazonal do fundo, não aconteceu”, ou seja não há expectativa de recuperação da queda do recurso
Vale aguardar!

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *