JOVENS PARTICIPAM DE OFICINA SOBRE AIDS

JOVENS PARTICIPAM DE OFICINA SOBRE AIDS
A Prefeitura de Coelho Neto através da Secretaria Municipal de Saúde realizou na última terça-feira (06), no Teatro Municipal, a 1ª. Oficina da importância da Luta contra a AIDS. Durante o evento foi discutido ainda assuntos voltados a Hepatite B e Doenças Sexualmente Transmissíveis – DSTAIDS.

Com o tema “O que você fizer eu tô dentro: camisinha com amor, paixão ou só sexo mesmo, use sempre”, a Enfermeira Flávia Carvalho (foto) da Unidade Básica de Saúde do Bairro Quiabos iniciou com a discussão do tema. Segundo ela a prevenção sempre será a grande aliada da luta contra a AIDS, que ainda é uma doença incurável. “A AIDS ainda não tem cura e isso aumenta nossa responsabilidade na luta contra essa doença. Está muito claro que trata-se de uma doença presente em todos os níveis sociais e nas mais diversas faixas etárias, embora nos últimos anos o jovem tenha estado mais vulnerável ao contágio”, disse ela.

A palestra magna foi dada pelo diretor clínico do Hospital Municipal Dr. Ozacy Moita Leal (foto) que apresentou dados da doença e seu atual estágio a nível nacional, regional e local e entre outras coisas alertou para o crescimento da doença no país e em Coelho Neto. “Os últimos dados de contágio da doença são alarmantes principalmente se olharmos para o público gay e jovem, que na sua maioria, possui uma vida sexual ativa muito cedo e com parceiros diversos. O uso do preservativo ainda é o nosso grande aliado nessa luta”, disse ele.

Presente no evento representando a Secretária de Saúde Dra. Rosângela Curado, a Coordenadora de Vigilância Epidemiológica Fabiana Queiroz destacou a preocupação do Governo em envidar esforços para a diminuição dos casos através de campanhas de sensibilização. “Durante anos Coelho Neto integrou a rota de prostituição infanto-juvenil do estado do Maranhão e isso contribuiu e muito para o aumento de casos da doença em nosso município. Os casos diagnosticados tem acompanhamento permanente por parte da Secretaria de Saúde e ações como essa servem para sensibilizar e esclarecer dúvidas de nosso público-alvo, em especial os jovens com vistas a diminuir o número de infectados”, finalizou ela. Na oportunidade foi realizado 40 testes rápidos entre os participantes do evento.
Estiveram presentes alunos das Escolas José Sarney, Santa Úrsula e CEM José Sarney, além de enfermeiros, técnicos de enfermagem, agentes comunitários de saúde e outros profissionais da saúde.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *