Instituto que divulgou pesquisa em Timon já teve vários levantamentos barrados pela Justiça Eleitoral

Instituto que divulgou pesquisa em Timon já teve vários levantamentos barrados pela Justiça Eleitoral

A mais nova pesquisa de intenção de votos divulgada no município de Timon foi realizada pela Qualitativa Instituto de Opinião Pública, instituto criado no dia 03 de julho de 2020 e que já acumula diversas representações na Justiça justamente por fraudes em suas pesquisas.

No dia 02 de outubro de 2020 este mesmo instituto foi proibido, pela Justiça Eleitoral em Timon, de divulgar levantamento realizado no município por haver suspeitas de fraude. A pesquisa divulgada hoje, 15, foi registrada uma semana após a proibição da divulgação do primeiro levantamento.

Além dos problemas com a Justiça Eleitoral em Timon, este mesmo instituto também já teve pesquisas proibidas ou questionadas judicialmente em outros municípios do Maranhão e também do Piauí. No Maranhão, além de Timon, a Qualitativa teve que responder judicialmente por suas pesquisas em Lago Verde e Pedreiras. Já no estado do Piauí, o Instituto teve problemas com pesquisa realizada no município de Buriti dos Lopes.

Coincidência ou não a pesquisa que, enfim, o Instituto Qualitativa conseguiu divulgar hoje em Timon mostra números que são completamente diferentes de todas as outras pesquisas, de vários institutos, que já foram divulgadas no município até hoje.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *