Exoneração de Karen Barros do Procon é derrota pessoal de Duarte Jr.

Exoneração de Karen Barros do Procon é derrota pessoal de Duarte Jr.

Trata-se de uma derrota pessoal do deputado estadual Duarte Júnior (PCdoB) a exoneração da advogada Karen Barros da presidência do Procon-MA (saiba mais).

Namorada do parlamentar e indicada por ele para ficar no posto após sua saída para disputar a eleição de 2018, a agora ex-presidente do órgão sempre foi vista como um bom quadro técnico pelo Palácio dos Leões.

Mas não resistiu a uma série de trapalhadas do comunista.

“Um cargo no primeiro escalão do Executivo não é só técnico, é, também, político”, destacou boa fonte do Blog do Gilberto Léda, há duas semanas, ao antecipar a queda.

Duarte Júnior era um privilegiado: foi o único deputado eleito na base governista que, sem ter que voltar para o posto no governo, manteve uma indicação sua. Mas entrou em rota de colisão com os próprios aliados. Brigou com meio mundo na imprensa.

E acabou virando alvo, principalmente, daqueles que o vêem como ameaça potencial na disputa pela Prefeitura de São Luís.

Nos últimos dias, até apresentou uma postura já diferente. Menos beligerante.

Já era tarde demais, entretanto.

No acumulado, ele já havia feito muitas escolhas equivocadas ao longo dos últimos quatro meses.

Os próprios governistas pediram a queda de Barros.

E, agora, Duarte vê-se com menos poder…

Do Blog do Gilberto Leda

Deixe uma resposta