Efeito contrário: Decreto do Prefeito de Coelho Neto que reduz horário do comércio aumenta fluxo de pessoas e provoca aglomerações

Efeito contrário: Decreto do Prefeito de Coelho Neto que reduz horário do comércio aumenta fluxo de pessoas e provoca aglomerações

Está sendo um verdadeiro tiro no pé o efeito do Decreto Municipal nº 477/2020, assinado pelo prefeito de Coelho Neto Américo de Sousa (PT), e que passou a valer desde a última quarta (27), para minimizar o efeito de propagação do coronavírus na cidade.

Um dos pontos do decreto versa exatamente sobre a redução do horário de atendimento do comércio local até as 14h, medida que ao invés de reduzir a presença das pessoas acabou tendo efeito contrário durante o horário em que este é permitido.

Acontece que o tempo reduzido para fazer compras – com destaque para os essenciais, fez com que mais pessoas procurassem o comércio no mesmo horário e o que se vê nos principais pontos comerciais da cidade é uma verdadeira aglomeração de pessoas transitando de um lado para outro.

Ao invés de fechar os comércios, a Prefeitura deveria manter a fiscalização para que as normas de distanciamento e higienização fossem cumpridas, sem que isso refletisse em aumento de pessoas nas ruas.

Além de antipática, a medida não teve o efeito prático esperado. Confira o vídeo de uma parte da Avenida Coelho Neto:

2 thoughts on “Efeito contrário: Decreto do Prefeito de Coelho Neto que reduz horário do comércio aumenta fluxo de pessoas e provoca aglomerações

  1. Ja nao é culpa do prefeito e sim da ignorância do povo!
    Nao tem o q fazer se o povo nao obece, deixar sofrer as consequência. Um colapço no sistema de ssude que a cidade nem tem.

    1. Concordo plenamente ,só quando precisarem de um respirador e não encontrar é que irão cair na realidade, queira Deus que se salvem mais muitos morreram , as informações estão na mídia todo instante .

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *