Arrotando cacife, mas sem grupo, Antônio Pires ataca Soliney incomodado com favoritismo de Bruno Silva

Arrotando cacife, mas sem grupo, Antônio Pires ataca Soliney incomodado com favoritismo de Bruno Silva

O pré-candidato a prefeito Antônio Pires (PL), tem arrotado cacife político de bastidores nos últimos dias em conversas com lideranças, mas na prática continua sozinho na disputa. Apesar da grande expectativa em torno de sua estrutura de campanha após declaração de apoio do jogador Elkeson, na prática o possível poderio não resultou em absolutamente nada no que se refere a crescimento de grupo político e ele continua na mesma.

Ao invés de gastar energia em busca de ter seu próprio grupo político, Antônio Pires perde tempo nas redes sociais atacando o ex-prefeito Soliney Silva – algo normal, se levarmos em consideração o favoritismo do pré-candidato a prefeito Bruno Silva (PP).

De todos os políticos de Coelho Neto na atualidade, Antônio Pires é um dos poucos que não tem motivo algum para falar do ex-prefeito de quem ele era fiel aliado.

Não custa lembrar por exemplo, que foi graças a Soliney que Pires se tornou presidente da Câmara em 2013, numa articulação que envolveu diretamente a ex-primeira dama Suely Silva na época. Também não custa lembrar os favorecimentos de governo que durante dias virou pauta do programa de um certo radialista e que não vale a pena relembrar nesse momento.

Pires esteve presente nos palanques dos últimos ex-prefeitos e por último do atual prefeito Américo de Sousa (PT), de quem se tornou vice-prefeito e rompeu pouco tempo depois. Recentemente virou as costas também para os deputados que ele mesmo ajudou a eleger: Adelmo Soares e Márcio Jerry e sem qualquer cerimônia trocou o PCdoB pelo PL, de Josimar de Maranhaozinho.

Será que todos os políticos estão errados e só Antônio Pires é o correto da história? Será que o pré-candidato a prefeito não lembra o período de sombra e água fresca que viveu às custas dos aliados que ele mesmo tenta se desfazer após usufruir? Por que não fazer sua campanha sem atacar os adversários, principalmente aqueles a quem até pouco tempo atrás lhe serviram tanto?

Pires pode tecer todas as críticas que quiser contra Soliney agora que ele está fora do poder, mas os fatos e as fotos estão ai para lembrar um passado não tão distante.

Passado que nem mesmo o dinheiro da China é capaz de apagar…

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *