A SAÚDE EM CHAPADINHA E OS DESAFIOS QUE AGUARDAM CHARLES BACELLAR

A SAÚDE EM CHAPADINHA E OS DESAFIOS QUE AGUARDAM CHARLES BACELLAR


Depois de iniciar o processo de transição com a ainda prefeita Danúbia Carneiro-PR, a prefeita eleita de Chapadinha Dulcilene Belezinha-PRB começa a dar formato ao seu governo, ao anunciar os nomes que deverão compor o primeiro escalão da futura administração. Conforme especulação da imprensa, o nome do médico Charles Bacellar (foto) foi oficialmente confirmado como titular da Secretaria de Saúde a partir de janeiro de 2013, nada fora do normal se não estivéssemos falando da pasta com maior índice de rejeição do atual governo, beirando a casa de 80%, segundo fontes do blog.
A saúde em Chapadinha é péssima e está literalmente na UTI. Por ser sede de microrregional, a cidade agoniza e não dispõe de qualquer suporte para atender com eficiência seus munícipes e muito menos a população dos 18 municípios referenciados pela cidade conforme a PPI (Programação Pactuada Integrada) em vigência.  As denúncias da falta de medicamentos, sucateamento dos hospitais, falta de aparelhamento das unidades de saúde, ineficiência na disponibilidade de exames laboratoriais que deveriam ser realizados pelo próprio município, são alguns dos casos que se tornaram rotina nos meios de comunicação. 
Por ser um município de gestão plena e diante do coeficiente populacional que atende, Chapadinha comportaria vários programas do Ministério da Saúde tais como Farmácia Popular, SAMU (Serviço de Atendimento Móvel de Urgência), CEO (Centro de Especialidades Odontológicas) e CEREST (Centro de Referência da Saúde do Trabalhador), que não foram viabilizados por falta de interesse, ou por má gestão mesmo.
No popular, Charles assumirá uma casa pegando fogo e se me permitissem ir além, com as labaredas já próximas do teto. A missão do novo secretário de saúde não será uma tarefa fácil e exigirá comprometimento da equipe, administração dos gastos e em alguns casos “corte na própria carne” na tentativa de responder a contento, os usuários do SUS que tanto necessitam de um bom atendimento.  
O novo secretário receberá o cargo com a missão de “apagar o fogo da casa” e responder com ações efetivas as cobranças diárias da população. Charles Bacellar participará do governo de Dulcilene Belezinha tendo como forte aliado a força de vontade pessoal e a torcida popular para que o caos da saúde em Chapadinha seja apenas um triste capítulo com dia e hora para terminar. Amém, ou pra ser mais incisivo ainda no desejo, que assim seja! 

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *