A repercussão da denúncia do vice-prefeito de Coelho Neto e seus desdobramentos…

O vice-prefeito de Coelho Neto Antônio Pires (PCdoB), prometeu através de sua rede social realizar mais denúncias contra o governo municipal, desta vez na área da educação.

O palco do ocorrido foi a tribuna da Câmara na sessão de ontem (18). De pasta debaixo do braço, o comunista precisou enfrentar algumas questões regimentais levantadas pelo vereador Osmar Aguiar (PT), até que após um longo debate e a suspensão temporária da sessão fosse lhe dado a oportunidade de falar.

A denúncia pelo seu conteúdo requer apuração logicamente, já que fala de possível inconsistência entre alunos matriculados e locais em que as turmas nunca funcionaram, conforme anunciado por ele. Mas é bom deixar claro que ainda não há denúncia formal. Foi feito um discurso e entregue o material que segundo o vice-prefeito confirma as informações dadas por ele, mas por enquanto é apenas isso. 

Da mesma forma da primeira denúncia feita pelo vice-prefeito, o governo optou por mais uma vez não esboçar reação alguma. Os vereadores apenas defenderam que a secretária de Educação Williane Caldas tivesse a oportunidade de se explicar e esclarecer os fatos.

Fora os excessos cometidos pelas suposições das quais não se tinha como provar, a denúncia serviu para criar um fato em meio ao marasmo que se encontra a politica tupiniquim e movimentar os bastidores em grupos de whatsapp em que não se falou de outra coisa.

Se foi mesmo uma bomba com poder de implodir o governo ou foi apenas um traque, só o curso dos desdobramentos das investigações é que dirá.

Com as devidas implicações positivas ou negativas para ambos os lados.

Ou para apenas um destes…

Deixe uma resposta