Prefeito de Coelho Neto enfrenta saraivada de críticas por fechamento de unidades de saúde

13
UBS do Mutirão fechada e deteriorada: marca da gestão descompromissada do prefeito Américo de Sousa

O prefeito de Coelho Neto Américo de Sousa (PT), enfrenta uma verdadeira saraivada de críticas nas redes sociais após a idéia de determinar o fechamento das unidades de saúde.

As unidades que deveriam ter voltado o funcionamento ainda no dia 02, foram obrigadas a se manterem fechadas porque o prefeito quer passar janeiro e fevereiro sem contratar ninguém.

Conforme já denunciado pelo blog em postagem anterior, houve princípio de tumulto no Centro de Saúde São Judas Tadeu. A coordenadora Marinalva Lima precisou passar por cima da ordem e abriu a unidade para garantir a distribuição de insulinas a pacientes que aguardavam desde o natal, quando os órgãos entraram em recesso.

Sem se importar com a população e olhando para as cifras nas contas,  o prefeito toma uma medida ilegal e que demonstra deu descompromisso com os usuários do Sistema Único de Saúde – SUS, do município.

Veja um pouco da repercussão nas redes sociais: