SALÁRIO DOS PROFESSORES DE COELHO NETO ULTRAPASSA VALOR DO PISO NACIONAL

SALÁRIO DOS PROFESSORES DE COELHO NETO ULTRAPASSA VALOR DO PISO NACIONAL
(11h:40) O reajuste de 22,22% no piso salarial de professores, anunciado na segunda-feira (27) pelo Ministério da Educação, deve custar cerca de R$ 7 bilhões aos cofres das prefeituras e governos estaduais, entre gastos com o salário de docentes, com a contratação de novos professores e com o reajuste na pensão dos professores aposentados. Os cálculos são de um levantamento da Confederação Nacional dos Municípios (CNM).
Segundo o presidente da entidade, Paulo Ziulkoski, o novo valor, que desde 1º de janeiro deste ano passa a ser de passa a ser de remuneração mínima de R$ 1.451,00 para o professor de nível médio e jornada de 40 horas semanais é “impagável”.
Por outro lado, para a Confederação Nacional de Trabalhadores em Educação (CNTE), o reajuste é positivo e deve ser cumprido. “Se a educação é uma prioridade, ela tem que ter o financiamento adequado”, afirma Roberto Leão, presidente da CNTE.
Fonte: G1
COELHO NETO
Conforme noticiado por esse blog e depois repercutido pelo Blog do Décio, a Prefeitura de Coelho Neto está pagando um dos melhores salários do Brasil para os professores.
Tabela do reajuste concedido aos professores em janeiro desse ano
Enquanto governadores e prefeitos de todo o país reclamam das dificuldades em cumprir o piso, em Coelho Neto o prefeito Soliney Silva-PSD é um dos poucos mandatários a dormir tranquilo com a medida.
Depois do reajuste determinado pelo Ministério da Educação de fixar o Piso Nacional no valor de R$ 1.451,00 reais para 40 horas, em Coelho Neto a Prefeitura paga como menor salário para um professor de nível médio na zona urbana R$ 1.541,67 para uma jornada de apenas 20 horas.
Se olharmos para o mesmo nível de professor trabalhando no campo com a mesma jornada de trabalho esse percentual sobe para R$ 1.759,67.
De acordo com a Secretária de Educação Rosário Leal, o atual governo se debruçou em cima dos dados para conceder o reajuste salarial dos professores já no início desse ano.
Secretária de Educação Rosário Leal explicou mudanças nos proventos dos professores da rede municipal de ensino
Como tivemos a preocupação de antecipar a data base que era em maio para janeiro, já nos primeiros dias do ano nossa equipe do financeiro se debruçou em cima dos dados para calcular o reajuste de nossos professores. Ao final o Prefeito Soliney Silva baseado nos dados fornecidos pela Contabilidade autorizou o reajuste de 14,13% em cima do salario mínimo e mais 21,24% em cima da gratificação do Fundeb, para um professor de 20 horas”, explicou ela.  

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *