PRIMEIRA REUNIÃO DO CEJOVEM APÓS POSSE DE ROSEANA É MARCADA POR MUITA DISCUSSÃO E POLÊMICA: ASSIS FILHO AGE EM DEFESA DO GOVERNO

A primeira reunião do Conselho Estadual de Juventude – CEJOVEM após a posse do novo Governo, foi marcada por muito bate-boca. Segundo informantes desse blog, um dos pontos altos da discussão foi à derrubada do projeto de lei que tramitava na Assembléia Legislativa encaminhado pelo governo anterior que tratava da reformulação do Conselho. Por 16 votos a 15, o projeto foi derrubado o que causou um tremendo mal estar entre conselheiros com a alegação de que o projeto sofreu boicote por parte do governo. Outro ponto de discussão foi quando alguém alegou que a reunião tinha sofrido esvaziamento por conta da não liberação de diárias aos conselheiros da sociedade civil.

Como nos fora informado o Vice-Presidente do CEJOVEM ASSIS FILHO saiu em defesa do Governo dizendo que todos os conselheiros que não participaram da reunião fizeram suas exposições de motivo e em nenhum momento alegaram que não participariam por causa de diárias. ASSIS FILHO aliado ao Assessor da SESPJUV o todo poderoso RUI PIRES alegaram que as diárias eram irregulares e que a própria Procuradoria do Estado na gestão do Governador Jackson lago havia atestado isso.

Na oportunidade foi distribuído aos membros presentes na reunião cópia do Parecer nº. 248/09 correspondente ao Processo nº. 721/2008 – SESP assinado em 16 de março de 2009, pela Procuradora do Estado Fausta Maria de Sousa Pereira indeferindo o projeto. “Não existe nenhuma Lei que autorize a concessão de diárias aos conselheiros do CEJOVEM. Diante do exposto, opinamos pelo indeferimento do pedido”, finalizou o parecer que foi assinado ainda pelos Procuradores Raimundo Soares de Carvalho e Maria Helena Neves Fonseca.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *