ORÇAMENTO DE 2011 PARA INSTALAÇÃO DE RESTAURANTES POPULARES E COZINHAS COMUNITÁRIAS É DE R$ 36,9 MILHÕES

ORÇAMENTO DE 2011 PARA INSTALAÇÃO DE RESTAURANTES POPULARES E  COZINHAS COMUNITÁRIAS É DE R$ 36,9 MILHÕES

Brasília, 12 – O Ministério do Desenvolvimento Social e Combate à Fome (MDS) tem exatamente R$ 36.950 milhões para apoiar a instalação de Restaurantes Populares e Cozinhas Comunitárias em municípios brasileiros em 2011. O programa, que tem o objetivo de oferecer alimentação nutritiva e saborosa a preço acessível, tem mudado a vida de milhares de pessoas.

O acesso à refeição saudável começou a mudar a partir de 2003, quando o Governo Federal começou a apoiar a implantação de equipamentos públicos de alimentação e nutrição. Todos os dias, de segunda a sexta-feira, são preparadas 122 mil refeições nos 89 Restaurantes Populares construídos em 73 municípios com o apoio do MDS. Essas unidades têm feito a diferença para milhares de pessoas de baixa renda nos 21 estados onde foram implantados.

Ter uma alimentação saudável agora está mais ao alcance dessa população. Com uma média de preço de R$ 1,50 por refeição, pessoas de baixa renda podem comer bem nos Restaurantes Populares.As Cozinhas Comunitárias funcionam como minirrestaurantes, com capacidade de servir até 200 refeições por dia; já os Restaurantes Populares têm capacidade de servir no mínimo mil refeições por dia. Até o final de 2010, o MDS apoiou a construção de 642 Cozinhas em 22 estados, das quais 406 estão em funcionamento, servindo 86 mil refeições diárias.

A implantação desses equipamentos formam a Rede Nacional de Equipamentos e Serviços Públicos de Alimentação e Nutrição que dão suporte à construção da Política e do Sistema Nacional de Segurança Alimentar e Nutricional. A política atua no eixo de apoio à produção e ampliação do acesso à alimentação para as populações em situação de insegurança alimentar e vulnerabilidade social.

Além de fornecer refeições saudáveis e balanceadas, os Restaurantes Populares e as Cozinhas Comunitárias abrem espaço para atividades de desenvolvimento comunitário, estímulo ao cooperativismo, promoção da saúde e educação alimentar, além de palestras, oficinas e campanhas educativas. Também promovem atividades com fins culturais e de socialização, como shows, apresentações e reuniões da comunidade.O MDS apoia a instalação dessas unidades por meio de editais de seleção pública.

São financiados projetos de construção, reforma e adaptação de instalações prediais, aquisição de equipamentos permanentes, móveis e utensílios novos, além de assessoria técnica aos gestores. Os governos municipais e estaduais se responsabilizam pela administração e manutenção das unidades.

Do site do MDS

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *