OPOSIÇÃO DIVIDIDA

OPOSIÇÃO DIVIDIDA
A cada dia que passa, o processo eleitoral vai naturalmente forçando uma definição dos políticos e seus determinados grupos. Na medida em que o tempo avança e que aproxima a data das convenções, os candidatos vão aumentando as propostas sedutoras, deixando muita gente sem saber verdadeiramente para onde ir.

Conforme vão se apurando os fatos e as alianças, a oposição seguirá dividida de um lado e unida de outro. Algumas das autoridades do solo tupiniquim ainda nem se manifestaram com respeito ao pleito eleitoral, fato que aumenta as especulações e ao mesmo tempo a procura dos apoios.

O blog foi o primeiro a noticiar o rompimento político do ex-prefeito Magno Bacelar-PV com o ex-auxiliar e ex-prefeito Antonio Cruz-PDT, que militarão em campos opostos. Aliado de primeira hora de Rildão Aguiar de Duque Bacelar, Cruz foi apresentado e resolveu de imediato fechar acordo e apoio com a Deputada Graça Paz-PDT. O estopim da quebra de aliança com o ex-chefe se deu na semana passada, quando Graça demonstrando força política e querendo agradar seu novo pupilo, conseguiu premiá-lo com a coordenação da campanha do ex-governador Jackson Lago-PDT na região.

No entanto a aliança com o PDT nem de longe agradaria ao ex-prefeito Magno Bacelar, que é sarneyzista até debaixo d´água e apoaiará dois candidatos de peso da governadora: o ex-genro Carlos Filho-PV e o irmão Sarney Filho (que também é compadre de Magno Bacelar).

Do lado de Flávio Dino-Pc do B os apoios são mais tímidos e ficará a cargo do Vereador Antonio Pires-PSB, aliado de primeira hora do Deputado Ribamar Alves, um dos articuladores da campanha do comunista.

A ex-prefeita Márcia Bacelar (foto) e o marido deputado Antonio Bacelar-PDT deverão também seguir com a governadora Roseana, a bem do grupo e dos planos da família de se manter a duras penas com pelo menos algum cargo político.

Quando se trata de Roseana, os adversários militarão juntos: Soliney (foto), Magno e Márcia deverão pedir votos para a filha de Sarney, com o grupo de Cruz e Antonio Pires seguindo por fora com o apoio as candidaturas do Jackson Lago e Flávio Dino respectivamente.

Embora reconhecendo que até as convenções muita água rola debaixo dessa ponte, é mais ou menos assim que se desenha os apoios dos grupos em Coelho Neto, com a oposição hora unida, hora divida. Ou processo complicado sô…

One thought on “OPOSIÇÃO DIVIDIDA

  1. Rapaz, a tua análise de conjuntura está incompleta quando tú exclui desse processo o vereador Américo de Sousa do PT. Ele é hoje o que há de concreto na oposição local e será candidato a deputado estadual com apoio em muitos municipios maranhenses, com a benção do grupo petista do deputado Washington (provável vice-governador de Roseana Sarney). A grande popularidade do vereador Américo em Coelho Neto aliada aos apoios que receberá em outros municipios podem levá-lo a garantir uma vaga Assembleia Legialativa do Maranhão. Lisandro Pereira

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *