Número de homicídios no Maranhão cresce 400% em 12 anos

Sepultamento do médico Luiz Alfredo Guterres, morto no domingo (10), na porta de sua residência.

No Maranhão, a taxa de homicídios aumentou 400% entre os anos de 2000 e 2012, crescimento bem maior que a média brasileira, que foi de 24%. O levantamento foi apresentado na noite da segunda-feira (10), durante o Observatório da Violência, realizado pela Faculdade Dom Bosco, em São Luís.

As vítimas desses crimes são, em sua maioria homens (92%) e negros (85%). Outro aspecto desse tipo de crime é o uso de armas de fogo, que chega a 54% nos homicídios praticados no Maranhão e 74% nos crimes cometidos na capital.

Nesse período de 12 anos, São Luís foi a 2ª capital brasileira com maior índice de crescimento de homicídios, perdendo apenas para Maceió (AL). Desde 2011, a capital maranhense figura na lista das 50 cidades mais perigosas do mundo, subindo de posição a cada ano: de 27ª em 2011 para 15ª em 2013.

Somente entre janeiro de 2013 e outubro de 2014 ocorreram 1.911 mortes violentas na grande São Luís. O bairro com o maior número de homicídios foi a Cidade Olímpica, com 80 casos, seguido de áreas como o Coroadinho, Liberdade, Vila Embratel e São Francisco/Ilhinha.

Também chamou atenção o elevado número de linchamentos na Região Metropolitana que levou a 22 mortes nesse período. Traçando um comparativo, no primeiro semestre de 2014 ocorreram 12 linchamentos em São Luís e 50 em todo o país.

Do Blog Marrapá

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *