Flávio Dino e o “banho de água fria” nos oportunistas…

Eleição-para-Diretor

Dentre as medidas anunciadas pelo governador Flávio Dino (PCdoB) no dia da posse (01), a que regulamenta eleição para diretor de escola é sem sombra de dúvidas a que melhor representa a forma ultrapassada que governava a oligarquia.

Durante anos a direção das escolas do Estado foi usada como forma de barganhar apoios e “arrumar boquinha” para aliados e eleitores.

A edição do Decreto 30.619 regulamenta o processo seletivo democrático para a função de gestão escolar das unidades de ensino da rede pública estadual, em outras palavras a partir de então os diretores de escola serão escolhidos após eleição direta.

Não há como falar em melhoria da educação se não mudarmos as práticas nocivas que se perpetuaram durante anos em todo o Estado. Não há como tratar de gestão democrática nos bancos da universidade quando a prática andava na contramão da realidade.

Essa medida anunciada já no primeiro dia do novo governo foi um verdadeiro “banho de água fria” em quem já se movimentava para “arrumar” uma vaguinha para aliados e assim manter a velha tradição da barganha. Haveremos de colher os resultados positivos dessa medida adotada com sucesso em outros Estados da Federação.

Aos oportunistas que ainda não entenderam o significado da verdadeira mudança que tratem de se acostumar…. a farra do toma lá da cá acabou!

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *