DISCURSOS ACIRRADOS MARCAM INÍCIO DA LEGISLATURA

DISCURSOS ACIRRADOS MARCAM INÍCIO DA LEGISLATURA

Os primeiro seis meses de atuação do parlamento municipal tupiniquim, encerra o primeiro período da nova legislatura com saldo bastante positivo, sobretudo no que diz respeito à intensidade dos debates. Numa Câmara mesclada e bastante popular, se presenciou vez por outra os ânimos aquecidos e debates acesos em torno de temas tidos como polêmicos.

Dos vereadores que renovaram o mandato Antonio Pires, Toinho da Emater, Lucinete Gonçalves e Fernando Couto continuam numa linha mais conciliadora e tranqüila, já os novos vereadores Edvaldo Alves (foto), Américo de Sousa, Mariano Crateús, Luis Ramos e Raimundão, possuem características distintas, uns mais calmos e outros mais efusivos foi quem na verdade deram o tom diferente nas sessões.

Nessa leva de discursos acesos, merece destaque a guerra paroquial protagonizada pelos vereadores Edvaldo Alves (líder do governo) e Américo de Sousa (oposição) que várias vezes fizeram à sessão tremer e o povo presente na galeria vibrar. Sempre que o assunto era tecer críticas a gestão do Prefeito Soliney Silva-PSDB, Américo de Sousa não mediu esforços, embora soubesse que jamais ficaria sem ouvir a defesa e as respostas à altura do líder do governo Edvaldo Alves e vice-versa. Na verdade em todas essas discussões com ânimos aflorados serviu para que o público começasse a perceber entre outras coisas o teor de participação de cada parlamentar nesses primeiros seis meses. Serviu também para medir quem fala e quem entra mudo e sai calado.

Enfim, com todo esse clima de ataques e defesas, a história foi se espalhando e aos poucos o povo foi sendo motivado a participar das sessões para ver qual seria o motivo de mais uma discussão entre os vereadores. De tudo que se viu ao longo desses primeiros seis meses, a lição que se tira é que temos uma um cenário legislativo diferente e altivo e que cada vereador está sensível que tem que prestar contas do mandato com os eleitores. Ou faz isso com cautela ouvindo as reclamações do povo e sem paixões, ou comprometerá o mandato e a tão sonhada reeleição. Sem sombra de dúvidas Val e Américo iniciaram o mandato com o pé direito. Que venha o segundo round, ou melhor, que venha o segundo semestre.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *