CASTELO COMEÇA A DEMITIR FUNCIONÁRIOS QUE NÃO DECLARAM APOIO A SUA REELEIÇÃO

CASTELO COMEÇA A DEMITIR FUNCIONÁRIOS QUE NÃO DECLARAM APOIO A SUA REELEIÇÃO
O presidente da Juventude do PDT no Maranhão, Raimundo Penha, denunciou, nesta terça-feira (5), que o prefeito João Castelo (PSDB) começou a demitir funcionários da Prefeitura de São Luís que não apoiam seu projeto de reeleição. Segundo ele, “o clima começa (sic!) ficar tenso no PDT de São Luís” por conta disso.

Corre nos bastidores que pelo menos 600 servidores contratados já foram para a rua nas últimas duas semanas.

Segundo Penha – que segue a corrente ligada ao deputado federal Weverton Rocha -, o problema é que, na maioria dos casos, as demissões atingiram trabalhadores que efetivamente davam expediente diário – o que sugere o conhecimento de que há “fantasmas” na Prerefeitura.

“A atitude mostra o uso do serviço prestado como cabos eleitorais (sic!)”, diz ele, em comentário na sua página pessoal no Facebook.

Outro dado curioso é que, ao tempo em que denuncia os desligamentos em massa, Penha também anuncia que a “executiva” [não seria a Comissão Provisória do PDT?] ingressará com ações no Ministério Público e Tribunal de Contas do Estado para reverter o quadro.

Um indício claro de que a deputada estadual Gardênia Castelo (PSDB) sempre esteve coberta de razão ao dizer que o PDT sempre manteve diversos cargos na administração Castelo, mesmo estando oficialmente aliado ao projeto de candidatura do deputado federal Edivaldo Holanda Junior (PTC).

Do Blog do Gilberto Léda

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *