Após ‘inaugurar’ obras de Roseana e do Iphan, comunistas reclamam de Bolsonaro com obras de Lula e Dilma

Após ‘inaugurar’ obras de Roseana e do Iphan, comunistas reclamam de Bolsonaro com obras de Lula e Dilma

Os comunistas do Maranhão passaram o fim de semana reclamando do presidente Jair Bolsonaro (sem partido) porque ele, segundo a Folha de S. Paulo, tem preparado um roteiro para inaugurar obras realizadas nas gestões dos ex-presidentes Lula e Dilma Roussef, ambos do PT.

Um dos que reclamaram foi o deputado federal Márcio Jerry (PCdoB).

Jerry, contudo, era secretário do governador Flávio Dino (PCdoB), quando este tentou se apropriar, após assumir o governo, de importantes obras da ex-governadora Roseana Sarney (MDB).

Em duas ocasiões, os comunistas foram desmascarados na Justiça Eleitoral, em 2018.

Em decisões naquele anos, eles foram obrigados a deixar de veicular propagandas em que afirmavam haver construído 26 Instituto Estadual de Educação,Ciência e Tecnologia do Maranhão (IEMAs) e que a sua adversária, a ex-governadora Roseana Sarney (MDB) não. Para o juiz Alexandre Lopes, o comunista faltou com a verdade ao fazer tal afirmação.

Nos autos a coligação emedebista provou que durante a gestão Roseana foram construídos os Cetecmas e que, ao assumir o governo, Dino apenas mudou o nome para Iema.

No outro caso, o mesmo magistrado determinou que Dino parasse de veicular propaganda em que dizia ter construído oito hospitais macroregionais e Roseana, não. Neste caso, o juiz Alexandre Lopes entendeu que conteúdo da propaganda do comunista era inverídico.

“É de conhecimento geral que os hospitais mencionados na propaganda contestada tiveram sua edificação iniciada ainda no governo anterior, alguns dos quais foram entregues à nova gestão em fase avançada de construção e próximos à conclusão, sendo despiscienda a análise de quaisquer documentos para se alcançar esse entendimento. Dito isso, reputo que a divulgação da informação de que a candidata Representante teria passado longo tempo à frente da Chefia Estadual sem empreender a construção de hospitais de grande porte em quantidade significativa, além de não corresponder à realidade, tem o condão de ofender a sua honra objetiva, compreendida como o juízo que terceiros fazem acerca dos atributos de alguém, ante ao fato de que sua imagem enquanto gestora foi conspurcada com as pechas da displicência e descaso”, destacou o juiz na sua decisão.

Iphan

Flávio Dino também foi alvo de crítica pública da ex-presidente nacional do Iphan Kátia Bogéa, após inaugurar indevidamente a obra de restauração do Engenho Central de São Pedro, em Pindaré-Mirim.

Em passagem pelo município, e sem a presença do Iphan, o governador decidiu “inaugurar” a obra. Questionada sobre o fato, na ocasião, Bogéa mostrou-se surpresa.

“Estou no Bahrein, na reunião do Comitê do Patrimônio Mundial. O governador entregou a obra por conta própria, sem qualquer comunicado ao responsável pela obra, o Iphan. Inacreditável. Em 38 anos de vida pública nunca tinha visto algo semelhante”, declarou (reveja)

Itapiracó

A Área de Proteção Ambiental (APA) do Itapiracó também foi outra obra de Roseana “inaugurada” por Dino.

A obra foi entregue pela ex-governadora em dezembro de 2014, no fim da sua gestão.

Meses depois, foi “reentregue” pelo comunista.

No fim das contas, está errado o presidente Jair Bolsonaro se usar essas inaugurações para tentar se apropriar de obras de governos anteriores como se suas fossem.

Os comunistas do Maranhão, no entanto, não têm qualquer moral para reclamar disso.

One thought on “Após ‘inaugurar’ obras de Roseana e do Iphan, comunistas reclamam de Bolsonaro com obras de Lula e Dilma

  1. Burrice de quem fica 8 anos no poder deixa para trabalhar no último dias no apagar dás luzes do seus mandatos , bem feito o Bolsonaro e os comunistas então certo, será se fosse o contrário eles perdoavam?
    Isso fica de uma lição começar e terminar,
    Acabar com as obras eleitoreira

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *