A JUSTIÇA FOI FEITA: GREVE ILEGAL NINGUÉM ACEITA

A JUSTIÇA FOI FEITA: GREVE ILEGAL NINGUÉM ACEITA


Não foi por falta de aviso. O $INTASP bem que tentou insuflar a população e se utilizar de todos os meios para mostrar sua força a força. Os dias de algazarra cessaram. A Prefeitura de Coelho Neto conseguiu na justiça a determinação de que todos os professores retornem as escolas.


Na primeira liminar conseguida pela Prefeitura, o $INTASP havia sido beneficiado com a liberação de 50% dos servidores para participação na greve. Na última ação concedida ontem (30) pelo TJ do Maranhão, os 50% que haviam sido liberados foram convidados (a força é claro) a retornar as suas salas de aula, sob pena de multa diária aplicada a entidade.

Fontes do blog informaram que ao saber da notícia os dirigentes sindicais correram para se esconder e não receber a notificação judicial. Pouco tempo depois uma grande leva dos remédios diazepam e lexotam desapareceram das prateleiras das farmácias obrigando os proprietários a fazerem o pedido de dose extra do remédio para atender as demandas.

Confira a integra do despacho do desembargador José Luiz Oliveira de Almeida do Tribunal de Justiça do Maranhão às 16h:26 do último dia 30:

(…) “Ante o exposto, presentes os requisitos legais, concedo, em parte, a antecipação da tutela pretendida para, reconsiderando a decisão antes prolatada, determinar que a categoria representada, neste ato, pelo SINDICATO DOS TRABALHADORES DO SERVIÇO PÚBLICO MUNICIPAL DA MICRORREGIÃO DE COLEHO NETO mantenha, em sua integralidade, a prestação do serviço de ensino na rede pública municipal, com retorno de todos os professores às salas de aula (…) A desobediência a presente determinação sujeitará o SINTASP/MCN a multa diária de R$ 30.000,00 (trina mil reais). Publique-se. Intime-se.”

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *