Rapidinhas da Boca da Noite

Rapidinhas da Boca da Noite

Hora de dar tchau

Eita que numa cidade acolá tem gente ligado a um determinado partido que tem motivo de sobra para estarem vermelhos de preocupação. Acontece que os pré-candidatos estão com os dias contados para deixarem os cargos para serem candidatos, mas estão com medo de ficarem de mão abanando que nem outros colegas ficaram. Te ilude, Maria de Lurde kkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkk

Pobreza

Acontece que lá pras bandas desse grupo político, o chefe chora pobreza e faz questão de dizer que o tempo é de vacas magras. E se for assim mesmo, como é que vai ficar a situação desses pais e mães de famílias que terão que pedir exoneração? Vão arriscar serem candidatos mesmo para passarem vergonha e de quebra ficar sem pagar as contas? Kkkkkkkkkkkkkkk Eita vergonha alheia kkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkk

Antigos

Diante de todo esse cenário, tem aliado que tá numa verdadeira cinuca de bico na dúvida se sai mesmo ou não para essa candidatura. Durante uma roda de conversa, um corajoso disse: se ele fez o que fez com aqueles históricos que hoje tão tudo fora do governo, imagina o que ele vai fazer depois que a gente pedir demissão e ir pra uma campanha sem um tostão furado kkkkkkkkkkkkkk Oh vida cruel, oh vida sem jeito!!

Muy Amigos

Rapaz já soube que tem um empresário acolá que voltou a ser “muy amigo” de um certo prefeito, mesmo depois da vergonha que um fez o outro passar kkkkkkkkk Rapaz por isso que uma amiga minha diz que política é lugar de gente sem vergonha kkkkkkkkkkkkkkk Como dizia Coronel Belarmino: É justo. É muito justo. É justíssimo kkkkkkkkkkkkkkkkkkk

Muy amigos 2

A amizade dos dois é tamanha que tem até a história de uma rua pelo meio em que o primeiro beneficiaria o segundo, mas talvez temendo a repercussão negativa do absurdo, acabaram recuando. Estamos de olho. Ah! inferno pra dar cão kkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkk

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *