Vereador Zé Júnior enfrenta prefeito Flávio Furtado em sessão da Câmara de Duque Bacelar

Vereador Zé Júnior enfrenta prefeito Flávio Furtado em sessão da Câmara de Duque Bacelar

Na sexta-feira,  09, depois de mais ou menos duas semanas fora do município, o prefeito Flávio Furtado/PDT reaparece na Câmara de Vereadores, acompanhado de para-choques e com pompa de coronel Saruê, tentando, outra vez, intimidar o vereador José Júnior/PCdoB.

De cara, foi logo subindo a Tribuna e detonando o parlamentar, acusando-o de ser estelionatário e o adjetivando de forma grosseira e leviana.

Durante sua fala, José Júnior permaneceu tranquilo, atento a tudo, sem interrompê-lo.

Chegada a vez de José Júnior, foi deprimente o que aconteceu naquele Plenário. O Oposicionista simplesmente massacrou Furtado, fazendo ressuscitar velhos episódios, desde a Fazenda Ana Maria, onde, segundo o vereador, trabalhadores eram massacrados e humilhados por Flávio.

José Júnior não fugiu ao rito. Sempre firme e seguro das suas colocações, citou o vasto número de obras inacabadas, fruto de gestões de Flávio Furtado, quais sejam:

QUADRAS DE ESPORTES DOS POVOADOS TABULEIRO E ÓRFÃO;

CRECHE DO BAIRRO ALTO BONITO; (Flávio sacou 80 por cento do recurso);

PRAÇA VICENTE VILAR ( Recebeu 700 mil reais e não concluiu);

BALNEÁRIO SANTO INÁCIO.

Ao enumerar essas obras, o vereador justificou afirmando que Flávio nunca iniciou uma obra licitada para concluí-la. Engessou todas!

O vereador foi mais além: desafiou Flávio Furtado a apresentar sua declaração de bens atualizada, para saber se o seu patrimônio seria condizente com o salário de prefeito que ele recebeu até agora. O Plenário emudeceu!

Furtado vive o resultado de um início de gestão desastroso, com medidas impopulares, as quais, têm sido muito bem utilizadas pelas Oposição.

Em seis meses de gestão, ele tem sido pressionado a agir com transparência nos gastos públicos. Segundo os Oposicionistas, na Câmara, foram mais de 16 milhões de reais enviados para o município sem que se veja qualquer benefício à população.

A oposição insiste na comparação com Coelho Neto, onde o prefeito Bruno Silva/Progressistas foi avaliado pelo Instituto Escutec com 79 por cento de aprovação.

Enquanto o vizinho realizou doze importantes obras, Duque Bacelar ainda falta a primeira.

Como se estivesse se deslocando em círculo, Flávio Furtado emaranhou-se sozinho.

Confira as medidas mais impopulares cometidas por ele, segundo José Júnior:

TENTATIVA DE FECHAMENTO DO HOSPITAL PRESIDENTE MÉDICI – cedeu às pressões da oposição e anunciou reforma, mas, até agora, nada;

CONSTRUÇÃO DE UM ESTÁDIO DE FUTEBOL EM PLENA PANDEMIA, UTILIZANDO PARTE DA ÁREA PERTENCENTE AO BALNEÁRIO – Segundo JJ, Flávio anunciou recentemente não se tratar mais de um amplo estádio, mas, de um mini-campo de futebol.

DISTRIBUIÇÃO DE MERENDA ESCOLAR POR FAMÍLIA E, NÃO, POR ALUNO – Na tentativa de driblar a Oposição, adotou critérios discrimoinatórios na distribuição das cestas.

Além disso, mantém ambulâncias quebradas nas oficinas da região, e apenas uma atendendo pacientes com Covid e os demais.

Pobre povo…

Do Blog Direto ao Assunto

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *