VEREADOR JÚNIOR SANTOS PROPÕE CONCESSÃO DE TÍTULO DE CIDADANIA A 1ª DAMA SUELY SILVA

VEREADOR JÚNIOR SANTOS PROPÕE CONCESSÃO DE TÍTULO DE CIDADANIA A 1ª DAMA SUELY SILVA


O vereador Júnior Santos-PMDB protocolou na Câmara Municipal o Projeto de Decreto Legislativo em que propõe a concessão do Título de Cidadania Honorária Coelhonetense a 1ª Dama Suely Silva. Ao falar sobre o projeto, Júnior Santos destacou a história de vida da homenageada, que chegou à cidade ainda criança.
A 1ª Dama Suely Silva chegou em Coelho Neto ainda criança nos áureos tempos da cana-de-açúcar e aqui residiu, estudou, constitui família e participou da vida política. Impossível contar a história política recente do município sem falar em sua participação e  esse projeto não é apenas uma homenagem, mas sobretudo pelos relevantes serviços que prestou e continua prestando a nossa sociedade ”, disse ele. 
Na justificativa do Projeto, o vereador Júnior Santos fez um breve relato da história da 1ª Dama desde essa chegou a Coelho Neto. Confira:
Mara Suely Almeida e Silva nasceu em 11 de fevereiro na localidade Ana Maria em Duque Bacelar-MA. Com Josely e Rejane forma o trio de filhas do casal José Alves de Almeida e Maria de Fátima Silva Almeida. Iniciou os estudos em Teresina-PI E concluiu o Ensino Médio em Coelho Neto, chegando a concluir o 3º período do Curso de Turismo em Teresina-PI, período que teve que se abdicar por incompatibilidade com a correria da vida política do marido.

Com a vinda do pai para Coelho Neto na década de 70 para prestar serviço para o Grupo João Santos e posteriormente com a investidura dele no mundo político, Suely começou desde cedo a sua estada nesse meio. Casou ainda muito cedo com o jovem empresário Soliney seu ex-colega de escola e que mais tarde assim como o sogro também tomaria gosto pela política. Pleiteou de imediato uma vaga de vereador sendo eleito e mais tarde se tornou Presidente da Câmara Municipal. 

No governo Lucia Guanabara prestou serviços com servidora pública ao coordenar a Farmácia Básica período em que se dividia com as atividades sociais de membro do Lions Clube.

Paralelamente acompanhou as tentativas do marido em tornar-se Prefeito da cidade tendo sido derrotado por duas vezes e depois ela própria como candidata a vice na chapa de Guanabara nas eleições de 2004 também não obtendo êxito.

Nesse intervalo foi uma das grandes articuladoras para que Soliney se tornasse o deputado mais jovem da Assembleia Legislativa da legislatura de 1998. A partir daí Soliney repetiu a dose da vitória em 2002 e 2006 sempre com votação crescente e com participação decisiva de sua mulher.

Como esposa de deputado, Suely nunca deixou de realizar seu trabalho social ajudando os menos favorecidos na cidade. Foi dela a idéia de distribuir enxovais para as grávidas e brinquedos para as crianças sempre nas datas comemorativas, além de grande incentivadora e patrocinadora de manifestações artísticas e culturais tais como escolas de samba, grupos de quadrilhas, gincanas e times de futebol. Paralelamente fez parte da Diretoria do GEDEMA – Grupo de Esposas de Deputados Estaduais do Maranhão, que mantém o financiamento de projetos a crianças em situação de risco e vulnerabilidade social na capital. 

Em 2008 estava novamente junto com o marido diante do maior desafio até então da vida política do casal: a terceira eleição para a Prefeitura de Coelho Neto. Como um sonho a ser perseguido conclamaram a classe política e a militância dos partidos coligados para arregaçarem as mangas e a partir dai fazer uma das campanhas mais exaustivas de toda carreira política de Soliney. Como coordenadora da campanha percorreram a cidade e o interior com o discurso da renovação e em 03 de outubro Soliney Silva foi eleito Prefeito de Coelho Neto com uma votação histórica e consagradora após 12 anos de domínio da família Bacelar no comando do município.

Como 1ª. Dama, Suely Silva continua mostrando ser avessa a holofotes. Prefere que as ações por ela desenvolvidas fiquem no conhecimento apenas de quem por elas são beneficiadas. Tem sido grande colaboradora da Secretaria de Assistência Social e apoiadora de vários projetos locais desenvolvidos nas comunidades do município. 

Mesmo sem ocupar cargo algum na administração do marido, Suely Silva tem sido grande interlocutora das ações do governo nas mais diversas áreas, tanto que foi designada pelo marido para receber o Prêmio Selo UNICEF – Município Aprovado 2009-2012, pelas ações desenvolvidas pelo município em prol da criança e do adolescente. Continua grande colaboradora e patrocinadora das manifestações artísticas, esportivas e culturais do município e foi responsável em 2011 pela realização da Festa de Debutantes para jovens de baixa renda.

No ano passado como Presidente do Diretório Municipal do PSD ajudou a coordenar a campanha que culminou com a reeleição do marido para novamente administrar Coelho Neto no quadriênio 2013-2016 e elegeu a maior bancada de vereadores da Câmara Municipal.

Do casamento com o Prefeito Soliney Silva nasceram os filhos Soliney Filho, Bruno José e Marcelo Henrique.

Em toda a vida como cidadã e figura pública, Mara Suely Almeida Silva não passou despercebida e conseguiu dar sua contribuição para Coelho Neto. Seja nas ações sociais, na participação na vida política coordenando campanhas políticas, comandando partidos e ela mesmo sendo candidata, é impossível contar a história política recente do município sem citar sua participação efetiva. São estas, entre outras, as razões maiores que lhe conferem o merecimento do Titulo de Cidadania Honorária.  

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *