Vão ter que engolir ele….

DSCF7068
Américo de Sousa: entre “amigos”

Chega a ser trágico se não cômico a facilidade que Coelho Neto tem de fabricar seus “experts” em política, gente que insiste em vender suas versões para os fatos achando que ninguém vai ter discernimento de contrapor com a realidade. Me poupe!

Na semana passada blogs aliados a oposição fizeram festa com a presença do ex-candidato a deputado estadual Américo de Sousa-PT num almoço que reuniu um fecho de “lideranças” da oposição tupiniquim.

Minha avó dizia que língua é bicho que castiga, talvez foi por isso que os oposicionistas tiveram que aceitar o petista almoçando na mesma mesa, pessoas que até pouco tempo atrás o considerava “persona non grata” e vivia lhe “metendo a ripa” pelos cantos.

Após duras críticas ao estilo político do petista, os “líderes” oposicionistas de uma hora para outra mudaram de opinião? Ora, não me façam rir! Estavam unidos “pelo beiço”, tiveram que engolir o orgulho, baixar a crista e chamar Américo para a mesa… essa não foi uma decisão simples, mas teve razão de ser.

O comportamento foi movido pelo duro recado das urnas em outubro em que a oposição saiu cambaleante. Américo não foi eleito mas mostrou que tem voto e ainda conseguiu transferir uma importante votação ao deputado federal eleito Zé Carlos da Caixa (PT). Os outros? Ah os outros… com os números da última eleição ficou muito claro quem tem voto, quem não tem, quem cresceu e quem sequer saiu do lugar.

Nada de bem comum, nada de quebra de aresta, nada de perdão, nada de unidade de grupo, só vão engolir ele porque é ele quem tem voto, o resto é conversa pra boi dormir, sem mais e sem meio mais.

É simples assim!

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *