Um reconhecimento para quem merece!

 

“Recebes cidade querida de nossa vida todo ideal, por tua gente serás protegida, com civismo, paz e moral”. (Refrão do hino de Coelho Neto)

Esse refrão do hino de Coelho Neto quando ouvido chega a causar arrepio e emoção. Sem medo de errar é uma das músicas mais belas que eu já ouvi e seu autor deveria está muito inspirado quando a compôs. Cantamos esse hino várias vezes durante o ano e lamentavelmente poucos sabem que o autor está vivo ai para contar a história.

JOSÉ SAMPAIO DE OLIVEIRA acaba de ser condecorado pela Câmara de Coelho Neto com suas principais homenagens: o Título de Cidadania Honorária e a Medalha Maria Bacelar – a maior honraria da Casa, graças a sensibilidade do vereador Luiz Ramos (PSD) que foi o autor da proposta. Na plenária todos era unânimes em reconhecer a legitimidade da proposta apresentada pelo vereador.

Durante a Sessão Solene, mesmo de muletas, fez questão de fazer seu discurso da tribuna, onde tentou com voz visivelmente embargada descrever a emoção do momento. Zé Sampaio – como é conhecido pelos amigos, tem outra larga folha de serviços prestados, mas ser o autor do hino da cidade o coloca em posição privilegiada.

A dívida que temos com a nossa cultura e com os nossos vultos históricos é infelizmente impagável, pois ao longo dos anos foi-se deixando com que os capítulos da nossa história se passassem sem que nada fosse escrito. Nonatinho sem dúvida alguma faria festa se estivesse vivo para ver o irmão receber esse reconhecimento tão esperado.

Que bom e oportuno essas homenagens, pois sou a favor de que elas venham em vida e a pessoa sinta a emoção de ser enaltecido pelos seus feitos. Tem outros Zé Sampaio por ai na fila aguardando a vez do reconhecimento, mas hoje nos sentimos representados pela vez dele. Aplausos!

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *