Reconhecimento: Dr Walkmar Neto receberá Título de Cidadania Honorária Coelhonetense

Dr Walkmar Neto: atuação reconhecida 

Era para ser apenas uma prestação de serviço, mas como quem conhece e terrinha se apaixona por ela, com o advogado Dr. Walkmar Neto não foi diferente.

Natural de Caxias e radicado em Coelho Neto já algum tempo, o advogado teve a grata surpresa de ser agraciado com o Título de Cidadania Honorária Coelhonetense, outorgado pela Câmara de Vereadores por unanimidade na sessão desta quinta (07). O reconhecimento é merecido diga-se de passagem.

O projeto de autoria do vereador Osmar Aguiar (PT), enaltece principalmente sua atuação reconhecida na história recente em favor da luta dos servidores públicos locais. Além da atuação no direito, Walkmar também se destacou na forma como conduzia situações conflitantes, inclusive com reconhecimento do governo do qual sentava para reivindicar os pleitos da classe que defendia.

Pela rede social ele agradeceu a honraria. “Coelho Neto entrou em minha vida no ano de 2009, quando assumi a Assessoria jurídica do SINTASP/MCN. Esta maravilhosa cidade me proporcionou e me proporciona momentos incríveis e inesquecíveis, sendo muito importante na minha formação profissional como advogado e como cidadão. Coelho Neto é tão importante em minha vida, que há mais de um ano fixei residência definitiva aqui, morando atualmente na Avenida Marechal Cordeiro de Farias (Vila Isapel). Estou honrado. Estou feliz e grato e prometo honrar o título de cidadão Coelhonetense que estão me concedendo. Obrigado Coelho Neto, obrigado Vereadores e Vereadoras e obrigado meu grande amigo irmão Osmar Aguiar, por me proporcionar tamanha honraria”, disse ele.

A data da solenidade de entrega aguarda a definição da Mesa Diretora.

Nova secretaria criada por Américo consumirá sozinha mais de R$ 100 mil/mês só com salários…

Walkmar Neto: confirmado como o homem mais forte do governo depois do prefeito

Dentre as cinco novas secretarias propostas pelo prefeito Américo de Sousa (PT) através da reforma administrativa, várias coisas chamam atenção, dentre elas a estrutura destinada à Secretaria de Governo e Articulação Política.

Fora a missão de coordenar as ações do Comando da Guarda Municipal (que ainda não existe) e o Departamento Municipal de Trânsito, as outras atribuições servirão apenas para consolidar na teoria, o forte poder que o advogado Walkmar Neto já exerce dentro do governo na prática.

O desenho foi feito de modo que praticamente quase tudo passará pelas mãos dele antes de chegar ao prefeito, desde os despachos internos até a coordenação da relação com a Câmara, dentre tantas outras atribuições.

Dentro da estrutura de pessoal, além do cargo de secretário com salário de R$4.500,00, está embutido um Secretário Adjunto recebendo R$ 4.000,00 além de quatro assessorias especiais sendo R$ 4.000,00 cada uma. Fora estes terá ainda o Comando da Guarda Municipal que receberá R$ 3.200,00 e o chefe do Departamento de Trânsito que receberá vencimentos no valor de R$ 1.800,00 perfazendo um gasto de quase R$ 30.000,00/mês.

No outro corpo de assessores o secretário terá a sua disposição 05 cargos de Coordenadoria Regional Especial de Acompanhamento Administrativo, nas microrregiões delimitadas por Decreto do Prefeito, que apesar de não ficar claro para que servirão, receberão cada um a quantia de R$ 1.800,00. O que mais chama atenção é o cargo de Assessor Setorial que terá 60 vagas recebendo um salário de R$ 940,00 cada um, cujos gastos somarão nesses dois setores R$ 94.900,00.

Ao todo, a super-secretaria comandada pelo advogado Walkmar Neto consumirá sozinha a bagatela de R$ 124.900,00 só com salários.

Resta saber se essa quantidade de empregos estará mesmo a disposição do povo de Coelho Neto, ou se será dado prioridade a importação de mão de obra de outras cidades como vem ocorrendo em outros setores.

Tem crise ou não tem?

Dr. Walkmar Neto e o apelo sóbrio à legalidade…

Dr. Walkmar Neto: defesa da legalidade

O que esperar de alguém que deseja ser a principal autoridade de um município? Além de uma vida ilibada espera-se que o candidato seja um cumpridor das leis, já que ao assumir o cargo é o que consta no juramento.

Recentemente o competente advogado da Coligação Frente Oposicionista de Coelho Neto Dr Walkmar Neto, ajuizou junto à Justiça Eleitoral uma Representação com pedido de liminar solicitando que fosse verificada as irregularidades cometidas pela campanha volante do candidato Luis Serra (PSDB).

Nas alegações foram contestadas por exemplo, carros de som andando com porta mala aberto e motoristas dirigindo sem habilitação, o que contraria a Portaria expedida pela própria Justiça Eleitoral.

Não vamos nos prender ao fato de que a Representação tenha sido analisada em tom de deboche por um dos advogados do candidato tucano em rede social quando deste deveria vir justamente o contrário, vamos apenas tratar dos fatos que é o que na verdade importa.

O que há de errado no questionamento do renomado advogado? Nada, absolutamente nada. Se tem alguém errado é a coordenação de campanha do candidato Luis Serra, que no afã de colocar “o bloco na rua”, não se ateve ao fato de fazer cumprir a Lei.

A desculpa usada por aliados de que existem pessoas que dirigem sem CNH não pode ser defendida pelo candidato, pois isso nos daria margem para pensar que o tucano tem dificuldades em cumprir a Lei e se assim fosse, não estaria habilitado para proferir o famoso “Cumprir e fazer Cumprir”.

Não é de hoje que a propaganda volante de Luis Serra lhe rende dores de cabeça. Além das questões de ordem legal por exemplo, está o desrespeito constante dos seus motoristas que insistem em não baixar o som nas proximidade dos templos religiosos, conforme denúncias em rede social.

Todo esse cenário deve ser visto com preocupação, pois não há nada mais temeroso do que alguém que se dispõe a ocupar um cargo eletivo que “dá de ombros” para o respeito à Lei.

Dr. Walkmar está certíssimo, afinal por mais dinheiro que se tenha, ninguém está acima da Lei, que foi feita para ser cumprida…

Por todos.

Tão simples assim!

Justiça legitima direito de Sindicato dos Servidores…

13230672_1023061581102948_1180479551_o

A Primeira Câmara Cível do Tribunal de Justiça do Maranhão resolveu colocar um ponto final numa discussão da Prefeitura de Coelho Neto contra o Sindicato dos Servidores – SINTASP/MCN.

A briga começou quando o Prefeito Soliney Silva (PMDB) publicou um decreto suspendendo os descontos do plano de saúde dos servidores da APSERV que até então eram feitos em folha.

A decisão em primeira instância não havia ficado clara no que diz respeito se era legal ou não os descontos e o advogado da entidade Dr. Walkmar Neto decidiu recorrer ao TJ. O voto dos desembargadores foi unânime no sentido de validar os argumentos levantados pelo advogado.

Embora a Prefeitura já tivesse retomado os descontos em folha, a partir de então o assunto passa a ser pauta vencida no que diz respeito à sua legalidade.

Dr. Walkmar venceu mais uma, como se isso fosse uma novidade.

Coisas de quem sabe ser bom no que faz.

Simples assim!

Responde-me quando clamo, ó Deus que me faz justiça! Dá-me alívio da minha angústia; Tem misericórdia de mim e ouve a minha oração. Salmos 4:1