Vereadores prestigiam evento da Assembleia de Deus Missão

O presidente da Câmara de Vereadores Marcos Tourinho (PDT), acompanhado do vereador Wilson Vaz (Avante) participaram na última quinta (01), do evento Desperta Coelho Neto, promovido pela Igreja Assembleia de Deus Missão em Coelho Neto.

Na oportunidade os parlamentares prestigiaram o convite feito pelo pastor presidente Raimundo Nonato Branco e pelo colega vereador Mohabe Branco (PSD).

O evento de evangelização realizado na praça João Santos reúne evangélicos da cidade e convidados de diversas cidades do Estado.

“Um evento dessa importância precisa ser prestigiado, pois além do importante trabalho de evangelização serve para movimentar a cidade e aquecer a economia através dos vários visitantes que passarão pela cidade nesse intervalo de uma semana. Está de parabéns o pastor Nonato e todos membros da igreja pelo realização do evento”, destacou o presidente Marcos Tourinho.

Assecom/CMCN

Vereadores prestigiam solenidade de lançamento do projeto “Prefeitura na Comunidade”

O presidente da Câmara Marcos Tourinho (PDT), acompanhado de um grupo de vereadores participaram na última terça (30), do lançamento do projeto “Prefeitura na Comunidade”.

O projeto que fora idealizado pela Prefeitura de Coelho Neto reuniu dezenas de pessoas no Teatro Municipal, dentre as quais autoridades, empresários e membros da comunidade.

Estiveram presentes ainda os vereadores Camila Liz (PROS), Júnior Santos (MDB), João Paulo (MDB), Osmar Aguiar (PT), Reginaldo Janse – Cará (MDB) e Luiz Ramos (PSD). Ausente, o vereador Sillas Alexandre foi representado pelo seu pai, o empresário Louro.

Todos os vereadores que fizeram uso da palavra fizeram questão de parabenizar o prefeito Américo de Sousa (PT), pelo projeto, reconhecendo sua importância e seu longo alcance social para quem de fato precisa.

O projeto “Prefeitura na Comunidade” foi concebido para descentralizar a administração pública e levá-la para mais próximo da comunidade, facilitando o acesso a serviços das mais diversas áreas.

Ascom/CMCN

Sobre descaramento, sobre o bloqueio do FPM de Coelho Neto e sobre vereadores…

Sobre descaramento, sobre o bloqueio do FPM de Coelho Neto e sobre vereadores…

Em mais uma matéria “plantada” com digitais do governo, um dos blogs da cidade fez uma postagem para tentar livrar o prefeito de Coelho Neto Américo de Sousa (PT), dos desgastes ocasionados pelo bloqueio do Fundo de Participação dos Municípios – FPM.

Para tentar isentar o prefeito de suas responsabilidades, a matéria além de atribuir culpa no governo anterior e nos vereadores da legislatura passada, tenta se aproveitar do fato para justificar a falta de investimento do governo na cidade.

Primeiro é bom pontuar que quando o prefeito se predispôs a governar a cidade ele sabia não apenas desse problema, como vários outros deixados pela gestão anterior e mesmo assim quis ser candidato. Mas ele não foi eleito para desculpas esfarrapadas (que a cidade já está cheia delas), ele foi eleito para resolver os problemas com a mesma facilidade que ele resolvia quando estava no microfone da rádio. Infelizmente até agora não conseguiu.

Segundo, não é o bloqueio do FPM realizado em janeiro que vai impossibilitar o município de receber investimento, pois Américo está há mais de dois anos no governo e essa cidade não possui uma obra planejada, licitada, construída e inaugurada por ele. Engano, até tem uma pracinha, mas essa foi abandonada durante sua execução.

Por fim, quanto a querer atribuir a culpa aos vereadores da legislatura anterior e que foram reeleitos é mostrar que o governo está alheio aos fatos. Não era com esses vereadores que o prefeito esteva reunido durante a semana falando em diálogo? Não são esses vereadores da legislatura passada que hoje integram a base do governo?

Foram dois destes vereadores “gananciosos, maldosos desonestos e desumanos” pontuados na matéria (que integravam a legislatura passada) é que foram escolhidos recentemente para a liderança e vice-liderança do prefeito? É isso mesmo? Se os vereadores estão num entra e sai na prefeitura tratando dos interesses pessoais como diz a matéria, por que o prefeito os aceita em sua base? Ou eles só servem quando ao governo é conveniente?

Falta vergonha e sobra descaramento…

Erro do governo pode ter provocado ausência dos vereadores em Audiência Pública

Erro do governo pode ter provocado ausência dos vereadores em Audiência Pública

O servidor da Secretaria de Comunicação Ezequias Martins divulgou postagem nesta quinta (28), cobrando a presença dos vereadores na Audiência Pública de Prestação de Contas da Prefeitura de Coelho Neto.

Talvez não tenha sido informado, a data da audiência que era para ser realizada em março foi antecipada e o desencontro na informação pode ter ocasionado a ausência.

A Câmara divulgou nota sobre o caso. Confira:

Sobre não participação dos vereadores em Audiência Pública realizada pela Prefeitura de Coelho Neto nesta quinta (28), a Mesa Diretora expõe o que abaixo segue:

1. Por ser uma ação de governo, a mobilização da sociedade, bem como dos vereadores é de responsabilidade exclusiva do governo municipal;

2. Na sessão da última segunda (25), os vereadores aprovaram a cessão do espaço da Câmara para uma Audiência Pública que seria realizada apenas no dia 20 de março, conforme ofício nº 040/2019;

3. Acontece que uma mudança do próprio governo fez com que a data fosse remarcada e um novo ofício fosse enviado para a Câmara justamente às 13h:03 da última terça (26), após o expediente da Câmara. O evento que seria realizado um mês depois fora antecipado para um dia depois do novo protocolo;

Novo ofício remarcou audiência para um dia após o protocolo

4. A Mesa Diretora não delibera sobre a agenda pessoal dos vereadores, mas acredita que o atropelo na mudança de data pode ter sido decisivo para a ausência dos edis;

5. Por fim, os vereadores tem se colocado à disposição para contribuir com todas as discussões de interesse da sociedade.

Assessoria de Comunicação

Mesa Executiva da Câmara convoca vereadores para sessão extraordinária

Mesa Executiva da Câmara convoca vereadores para sessão extraordinária
De autoria da Mesa Executiva da Câmara de Coelho Neto, os vereadores estão sendo convocados pelo Edital nº 001/2019 para uma sessão extraordinária na próxima sexta (18), a partir das 09h:30, para deliberar sobre as seguintes matérias:
 
•Projeto de Lei nº 001/2019, que “DISPÕE SOBRE O PLANO DE CARGOS, CARREIRAS E SALÁRIOS – PCCS DOS SERVIDORES DA CÂMARA MUNICIPAL DE COELHO NETO NO ESTADO DO MARANHÃO (PODER LEGISLATIVO) E DÁ OUTRAS PROVIDÊNCIAS”;
• Projeto de Lei nº 002/2019 que “AUTORIZA A CONTRATAÇÃO DE PESSOAL POR PRAZO DETERMINADO PARA ATENDER A NECESSIDADE TEMPORÁRIA DE EXCEPCIONAL INTERESSE PÚBLICO, NOS TERMOS DO INCISO IX DO ART. 37 DA CONSTITUIÇÃO FEDERAL, E DÁ OUTRAS PROVIDÊNCIAS”.
• Projeto de Resolução nº 001/2019, que acrescenta o §4º ao art. 129 e altera a redação do §3º do art. 208 do Regimento Interno da Câmara Municipal;
• Projeto de Resolução nº 002/2019, que fixa os valores das diárias dos vereadores.
• Projeto de Resolução nº 003/2019, que fixa os valores das diárias dos servidores.
 
ENTENDA MAIS SOBRE A PAUTA QUE SERÁ APRECIADA:
 
A maioria dos projetos que serão apreciados pelos vereadores são necessários para que a Câmara atenda a normatizações exigida pelo Tribunal de Contas do Estado – TCE.
 
O Projeto de Lei nº 001/2019 trata do Plano de Cargos, Carreiras e Salários para os servidores da Câmara. Nele se faz a projeção do quadro de funcionários do Poder Legislativo para os próximos anos, inclusive preparando a instituição para um Concurso Público. A exigência do Tribunal é que as funções não comissionadas sejam frutos de Concurso Público, só que essa convocação está impossibilitada de acontecer durante esses dois anos em decorrência de não haver previsão do Plano Plurianual para a realização do certame.
 
O Projeto de Lei nº 002/2019 é necessário para regulamentar a situação dos contratados, que por não ter concurso terão que ser convocados por tempo determinado. Essas contratações que antes eram feitas por meio de Resolução, deverão ser formalizadas através de Lei obedecendo as exigências da Corte de Contas;
 
O Projeto de Resolução nº 001/2019 é uma adequação da Câmara a modernização. Antes as atas das sessões eram escritas a mão e com a aprovação da matéria o documento deverá ser digitado;
 
Os Projetos de Resolução 002/2019 e 003/2019 referem-se a outra normativa legal para atender vereadores e servidores que se deslocarem para outros municípios, capital do Estado ou outros Estados a serviço do Poder Legislativo. Antes os valores eram estabelecidos em porcentagem e agora deverão ter valores fixos. Com a medida os percentuais das diárias sofrerão uma redução significativa se comparado aos valores atuais.
Da Assecom da Câmara

7 x 2: Eleição da Câmara garante vitória do grupo de Arquimedes em Afonso Cunha

Da esquerda para a direita: O presidente reeleito Pedro Medeiros, o prefeito Arquimedes Bacelar e os vereadores Manoel Gomes, Evangelista, Paizinho, Farid e Zé do Gás: vitória do governo

A sessão da Câmara da última sexta (26), marcou mais uma importante vitória do grupo liderado pelo prefeito de Afonso Cunha, Arquimedes Bacelar (PTB).

Após uma mudança no Regimento Interno, os vereadores anteciparam a eleição da Mesa Diretora e garantiram a reeleição do atual presidente Pedro Medeiros (PP).

Com o registro de apenas uma chapa, o presidente foi eleito por 07 (sete) votos contra 02 (dois), incluindo nesse placar um voto da vereadora de oposição.

Com direito a recepção e ao som de fogos, o resultado foi comemorado, pois representa uma vitória pessoal do prefeito Arquimedes Bacelar que ampliou e manteve a união do seu grupo político.

Mas essa é uma outra história…

Arquimedes amplia base de apoio na Câmara e fala em esforço conjunto em prol do município

Farid Crispim, Evangelista Braga, manoel Gomes, Pedro Medeiros, prefeito Arquimedes, Paizinho e vereador Zé do Gás: união e esforço conjunto em prol da cidade

 

 

O prefeito de Afonso Cunha Arquimedes Bacelar (PTB), mostrou-se mais uma vez um habilidoso articulador político ao garantir a ampliação de sua base de apoio na Câmara.

A base aliada saltou de 04 (quatro) vereadores para 06 (seis) e o prefeito atribui o fato a nova realidade vivenciada pelo município.

“Admito que assumimos o município sucateado, com inúmeras obras paralisadas, débitos, nome comprometido e desequilibrado financeiramente. Hoje o resultado é outro, estamos tocando as obras, arrumando a cidade, buscando os recursos e já não figuramos mais nas listas escandalosas dos inadimplentes. Os vereadores tem acompanhado toda essa mudança de cenário”, disse ele.

O petebista se mostrou otimista com o ano de 2018 e disse que há muitos projetos encaminhados que para terem êxito precisam ter a parceria com a Câmara de Vereadores.

“Estendi a mão para eles e disse que o êxito do município não é fruto da atividade de uma pessoa, mas de uma ação conjunta. Com a nossa articulação e o apoio do parlamento pode ter certeza, de que ao final do meu mandato teremos uma cidade melhor para se viver. Não posso corrigir em um ano e quatro meses o que não deram conta de fazer em oito anos”, explicou ele.

Mesmo tratando das novas aquisições em âmbito administrativo, o prefeito não deixa de contabilizar a chegada dos novos aliados como ganho também no campo político.

E assim reforçar seu time também para as eleições que se avizinha…

Vereadores de Coelho Neto participam de Encontro de Legisladores Municipais

Parte dos vereadores de Coelho Neto prestigiaram na última quinta (05), a abertura do Encontro de Legisladores Municipais, realizado no auditório do Complexo de Comunicação da Assembleia Legislativa.

O evento foi promovido pela União dos Vereadores e Câmaras do Maranhão (UVCM), presidido pelo vereador Asaf Sobrinho, em parceria com a União dos Vereadores do Brasil (UVB), a Assembleia e o TCE.

“Participar de um evento dessa natureza é a oportunidade que nós temos de nos capacitar ainda mais para desempenharmos nosso papel no município”, disse o vereador João Paulo.

Entre os assuntos debatidos no Encontro estão 13º salário, verba indenizatória e transferência de gestão nas câmaras municipais, fortalecimento do Poder Legislativo, valorização dos vereadores, estímulo à participação da mulher na política e práticas legislativas.

“Estamos aqui para aprender mais e compartilhar experiências com legisladores de todo o Estado. Eventos como esse enriquecem o nosso currículo e nos oportuniza desenvolver um trabalho mais qualificado”, destacou o vereador Marcelo Tourinho.

Participaram do evento os vereadores Moabe Branco, Camilla Liz, Júnior Santos, Marcos Tourinho, Wilson Vaz, João Paulo, Reginaldo Janse – Cará e Luiz Ramos.

Vereadores governistas cobram melhorias na saúde em Coelho Neto…

Vereadores governistas cobraram melhorias urgentes no atendimento hospitalar

Os vereadores Júnior Santos e Moabe Branco relataram na sessão de ontem (09), uma visita que fizeram a Unidade de Pronto Atendimento – UPA de Coelho Neto, para verificar in loco as condições da unidade.

Em seu discurso, o vereador Júnior Santos (PMDB) destacou que as visitas se estenderão por todas as demais unidades de saúde para serem encaminhadas ao governo e disse que a unidade precisa da contratação de mais medico para atender a demanda.

Ao fazer uso da palavra o vereador Moabe Branco (PSD) elogiou o empenho da equipe, mas reforçou que diversas necessidades precisam ser vistas pelo governo com urgência como a contratação de médicos para a UPA e de enfermeiros para o Hospital Maternidade.

Ele informou que a cidade está sem leitos para receber os pacientes da UPA que deveriam sair num prazo de 24 horas e que havia casos de pacientes internados com até dois dias.

A postura dos vereadores de fiscalizar órgãos do governo mostram que os parlamentares decidiram adotar uma postura mais independente e fazer jus ao mandato para o qual foram eleitos.

A população agradece…

Só falta um: Vereador propõe CPI para investigar contrato imoral de caminhonete da Câmara de Coelho Neto

Vereador Dr. Ricardo

O vereador Dr Ricardo Chaves em aparte na sessão de ontem (09), se mostrou a favor da abertura de uma Comissão Parlamentar de Inquérito – CPI para investigar o contrato imoral de uma caminhonete celebrado pelo presidente da Câmara Osmar Aguiar.

Das 04 (quatro) assinaturas que precisam para criação da Comissão, o vereador já tem assegurado três assinaturas faltando apenas 01 (um) vereador a se dispor para assinar o documento e a investigação possa ser aberta.

O caso da caminhonete da Câmara foi divulgado em primeira mão por esse blog que denunciou o contrato no valor de quase R$ 200 mil.

Acuado o presidente Osmar Aguiar chegou a emitir nota negando o fato e usou a tribuna para tentar se explicar mas não convenceu e nem apresentou quaisquer documentos sobre o contrato. O que reforça a tese de que há algo irregular na história, é de que após a denúncia o carro simplesmente desapareceu, quando deveria permanecer na Câmara prestando o serviço para o qual foi contratado.

A abertura de uma CPI será de grande valia para apurar o fato. Cabe aos vereadores a sensibilidade em assinar o documento e mostrar para a sociedade que desejam que esse caso seja esclarecido, sob pena de pairar sob os demais vereadores o sentimento de protecionismo e conveniência.