Pesquisa Escutec confirma favoritismo de Fábio Gentil em Caxias

Pesquisa Escutec confirma favoritismo de Fábio Gentil em Caxias

A tendência de que Caxias pode ser palco de uma das vitórias mais acachapantes nas eleições deste ano é constatada em mais uma pesquisa do instituto Escutec.

Sendo a segunda pesquisa do instituto em menos de 15 dias, essa nova sondagem acontece por conta da celeuma provocada por um dos partidos da base de apoio do pré-candidato Adelmo Soares, que alegou um suposto prejuízo ao pecebista, onde o questionário da sondagem anterior não teria respeitado a ordem alfabética na apresentação dos postulantes ao cargo de prefeito.

Nessa nova pesquisa, os números confirmaram o resultado anterior e o prefeito Fábio Gentil está na dianteira com uma margem folgada.

Confira a reportagem do jornal O Estado do Maranhão:

Em nova pesquisa Escutec/O Estado, os números confirmam liderança do prefeito Fábio Gentil (Republicanos) na corrida pela cidade de Caxias. Em três cenários estimulados, Gentil aparece com mais de 60% da opinião dos entrevistados.

O levantamento ouviu 500 eleitores no município nos dias 21 a 24 de julho. O registro na Justiça Eleitoral tem o número MA 00645/2020. O intervalo de confiança de 90% e margem de erro de quatro pontos percentuais para mais ou para menos.

Na pesquisa Escutec/O Estado há quatro cenários sobre a disputa eleitoral em Caxias. Em todos eles, Fábio Gentil conseguiria ser reeleito. Os percentuais de intenção de votos para o prefeito de 43% até 64%.

Na espontânea, primeiro cenário da pesquisa, Fábio Gentil foi citado por 43% dos ouvidos no levantamento. Ele é seguido pelo deputado estadual Adelmo Soares (PC do B) que obteve 8%. Paulo Marinho Jr vem em seguida com 4%, e Júnior Martins, 3%. César Sabá, Tino Castro e professor Arnaldo Rodrigues aparecem com 1% cada. Não sabe ou não respondeu somaram 39%.

No primeiro cenário estimulado, que tem sete nomes na disputa, Gentil aparece com 60% da opinião dos entrevistados.

No cenário seguinte, com cinco nomes na disputa, o prefeito seria reeleito em Caxias com 64% dos votos. O deputado do PC do B obteve na pesquisa, 16%. Nenhum dos candidatos foi a opção de 11% dos ouvidos na pesquisa e 9% disseram não saber ou não responderam.

Aprovação

A aprovação da gestão de Fábio Gentil em Caxias é de 66% da população de Caxias. Outros 30%  dos entrevistados disseram desaprovar e 4% não sabe ou não respondeu.

Rejeição

Já sobre rejeição, o levantamento mostra que Adelmo Soares tem 28% de rejeição. Não votaria em Fábio Gentil, 16% dos entrevistados. Outros 6% disseram que não votariam em César Sabá e em Júnior Martins. Professor Arnaldo Rodrigues aparece com 4% de rejeição, Luis Carlos Moura com 2%, Tino Castro com 2% e nenhum dos candidatos com 26%. Não sabe ou não respondeu, 9%.

(Fonte: jornal O Estado do Maranhão)

Fábio Gentil que se cuide: PCdoB quer a Prefeitura de Caxias

A situação parece ter complicado para o prefeito de Caxias, Fábio Gentil (PRB). O gestor que se elegeu sendo Oposição ao grupo político de Flávio Dino (PCdoB) na cidade, mas depois sucumbiu a “cartilha do comunista”, agora corre o sério risco de perder a Prefeitura de Caxias, justamente para o PCdoB.

O presidente do PCdoB, deputado federal Márcio Jerry, nas redes sociais, afirmou que foi celebrado um acordo com o PDT, da deputada estadual Cleide Coutinho e o PCdoB, para apoiar a pré-candidatura do deputado estadual Adelmo Soares.

“A convite do PCdoB em Caxias participei de uma reunião dos deputados estaduais Adelmo Soares, do PCdoB , e Cleide Coutinho, do PDT, em que os dois parlamentares debateram a formação de uma composição para a disputa da prefeitura municipal este ano. Pelo acerto político entre os dois parlamentares e seus partidos , Adelmo disputará a prefeitura tendo como vice uma indicação de Cleide Coutinho. Chapa forte”, afirmou Jerry.

A junção do PCdoB com o Grupo Coutinho, inegavelmente, fortalece a pré-candidatura de Adelmo e deixa a reeleição de Fábio Gentil bem mais complicada.

Imperatriz – Vale lembrar que além de Caxias, o PCdoB também irá muito forte, inclusive como favorito, na disputa pela Prefeitura de Imperatriz, com o deputado estadual Marco Aurélio.

Curiosamente, Caxias e Imperatriz, foram duas grandes cidades em que o grupo político de Flávio Dino foi derrotado em 2016, mas pela fraca administração e condução política desastrosa dos dois gestores atuais, podem eleger dois prefeitos do PCdoB.

É aguardar e conferir.

Do Blog do Jorge Aragão

O chororô injustificável de Paulo Marinho

Não parece coerente a reclamação de traição feita pelo ex-deputado federal contra o prefeito de Caxias, Fábio Gentil; o resultado no município mostra números excepcionais para o seu filho, o candidato a deputado federal Paulo Marinho Jr.

Paulo Marinho e Paulinho: acusação de traição dissonante dos números da eleição em Caxias

À primeira vista, soa incoerente a reclamação do ex-prefeito de Caxias, Paulo Marinho, de que seu filho, o candidato da deputado federal Paulo Marinho Jr. (PP) teria sido traído pelo prefeito Fábio Gentil (PRB).

Marinho-pai acusa Gentil de ter favorecido o deputado federal Cléber Verde (PRB).

– O próprio Fábio Gentil, nas reuniões que fazia, dizia: meu candidato é o Paulinho. Eu preciso de um deputado federal ajudando a minha administração. Mas, por exemplo, no dia da eleição, estavam os sobrinhos dele almoçando no Gran Brasile com o adesivo do Cleber Verde. Então, é estranho o prefeito da cidade, que foi eleito com nossa ajuda, no dia da eleição, a família dele toda com o adesivo de Cleber Verde. É muito esquisito isso. Em nenhum momento deixamos de dizer que o nosso deputado estadual era o José Gentil. Nós não usávamos o boton do Paulinho e de outro candidato a estadual. Nós apoiamos o José Gentil – disse Paulo Marinho, segundo o blog do Gláucio Ericeira. (Leia a íntegra aqui)

Mas a análise dos números da eleição em Caxias não corroboram a grita do ex-prefeito.

Paulo Marinho Júnior alcançou nada menos que 30.822 votos no município onde é vice-prefeito; são apenas 665 votos a menos que os 31.487 dados para deputado estadual em José Gentil (PRB), pai do prefeito.

A votação de Paulinho é mais de duas vezes maior que a do segundo colocado, Rubens Pereira Júnior (PCdoB), apoiado pela família Coutinho.

Cléber Verde, que Paulo Marinho diz ter recebido o apoio da família de Gentil, ficou apenas numa terceira posição, com distantes 4.889 votos.

José Gentil com Fábio Gentil: votação quase idêntica para seus dois anunciados candidatos

Proporcionalmente, os 41,88% de votos de Paulo Jr. é um dos índices mais altos dentre todos o candidatos proporcionais no Maranhão.

Para efeito de comparação, a votação de Eduardo Braide (PMN), mais votado em São Luís, foi de apenas 25,83%.

Dentre os candidatos a deputado federal, apenas Josimar de Maranhãozinho (PR) alcançou índice superior na terra onde foi prefeito, superando 83% dos votos.

É necessário, portanto, que Paulo Marinho explique mais claramente, em números, onde se deu a traição de Fábio Gentil.

É simples assim…

Do Blog do Marco d´Eça

Fábio Gentil em Coelho Neto: um tapa de luva de pelica…

 

Durante estada em Coelho Neto na noite de ontem (20), para prestigar evento político do G-10, o prefeito de Caxias Fábio Gentil (PRB), deu um verdadeiro show no discurso, conseguindo desbancar de uma só vez a fala verborrágica do ex-prefeito Soliney Silva (MDB) e mesmo que indiretamente deixar mais nítida a apatia administrativa do governo liderado pelo prefeito Américo de Sousa (PT).

Fábio Gentil acompanhando o pai Zé Gentil durante atividade política em Coelho Neto: liderança inconteste

Ovacionado pela multidão durante sua fala, ele destacou a forma carinhosa como sempre foi recebido em Coelho Neto, contando um pouco de sua história até ser eleito prefeito de uma das maiores cidades do Maranhão e destacando a humildade como a principal qualidade para vencer uma disputa que parecia impossível.

Fábio evitou entrar na onda de baixaria do ex-prefeito Soliney Silva, mas não deixou de alfinetá-lo: Disseram que iam me fazer descer numa canoa com a ex-prefeita. Com você Márcia eu vou para qualquer lugar”, disse sob apalusos dos presentes, referendando o legado da ex-prefeita como exímia administradora da cidade.

Fábio Gentil durante discurso foi ovacionado pela multidão

“A única cidade brasileira que já pagou o mês de setembro na última quarta (19) foi Caxias. Foram quase R$ 19 milhões pagos para cerca de 10 mil funcionários e alguém pode dizer que estou fazendo isso porque meu pai é candidato. Não. Assumi a prefeitura no dia 1º de janeiro e no dia 15 já havia pago a primeira folha e durante esses  20 meses estamos pagando a folha antes do final do mês”, explicou. Ele destacou o abono dado esse ano a professores, além de outras categorias como agentes de endemias e agentes comunitários de saúde.

Ele aproveitou para lembrar o episódio de ajuda da Associação dos Pais e Amigos dos Excepcionais – APAE de Coelho Neto, perseguida desde o início do atual governo onde aproveitou para contar o desafio de está construindo o maior hospital municipal do Estado com recursos próprios orçado em R$ 3,5 milhões de reais.

“Não sou prefeito de gabinete que se esconde atrás de quatro paredes. No nosso governo em Caxias estou nas ruas, nos bairros, onde ando de cabeça erguida, porque se eu fui eleito pelo povo é por ele que temos que trabalhar”, pontuou. Falou ainda das obras de calçamento, asfaltamento de ruas, construção de escolas, praças, festas (cidade natalina, aniversário da cidade, carnaval, festejo junino), além do arrojo do Mirante da Balaiada, tudo isso custeado com recursos próprios. Se tem algum prefeito por ai que não sabe fazer e quer aprender, vai em Caxias que a gente ensina”, provocou.

Ao final, Fábio explicou o segredo para continuar fazendo grandes realizações sem se reclamar de falta de dinheiro: “O segredo é não roubar”, disse sob aplausos efusivos da multidão. Ele também destacou o legado de Zé Gentil como deputado, sua condição de ficha limpa, sua honradez, sua biografia ilibada, seu jeito respeitador e assinalou o compromisso deste de após eleito trabalhar também por Coelho Neto.

Fábio Gentil é um administrador de excelência confirmado pelos dados de sua aprovação como um reconhecimento a sua liderança política e a revolução administrativa que está sendo feito na Princesa do Sertão. Sem dúvida, deveria ser o espelho para muito prefeito incompetente, que gasta tempo se reclamando quando deveria trabalhar para mudar a vida das pessoas.

O “cabeludo” matou dois coelhos com uma cajadada só: mostrou a grandeza de um homem público que não desce para a vala comum da baixaria e deu uma aula de gestão para quem se elegeu prefeito com discurso de mudança, mas que hoje faz justamente o contrário de tudo aquilo que prometeu.

Parafraseando o ex-presidente dos Estados Unidos, Barack Obama: esse é o cara!

Em Caxias, Fábio e José Gentil participam de carreata com Flávio Dino

Apontado como um dos maiores apoiadores da candidatura da ex-governadora Roseana Sarney (MDB), em Caxias, o ex-deputado José Gentil Rosa, que é pai do prefeito Fábio Gentil, participou nesta quinta-feira (06) de uma carreata em seu município ao lado do governador Flávio Dino (PCdoB). Apesar da proximidade com Roseana, Gentil é filiado ao PRB, partido que integra a coligação Todos pelo Maranhão, inclusive é a legenda do vice-governador Carlos Brandão.

A carreata de Flávio Dino, organizada pelo prefeito, contou também com a participação do presidente da Câmara Municipal, Antonio Jose Bittencourt de Albuquerque, o Catulé, que por muitos anos também foi uma das maiores lideranças que apoiavam o Grupo Sarney no município. Flávio percorreu diversas ruas da cidade e depois participou de um comício. “Foi um ato importante para ganharmos no primeiro turno”, afirmou Flávio.

O prefeito, que é um dos maiores adversários do grupo do ex-deputado Humberto Coutinho, falecido em janeiro deste ano, ratificou seu apoio ao governador. “Estamos no caminho correto, e a participação do Governo do Estado em Caxias é primordial para que nossos sonhos continuem sendo realizados, com geração de emprego, melhoria da infraestrutura, da saúde. E o governo do Estado veio para isso, para consolidar esse compromisso”, disse. A esposa de Coutinho, Cleide, disputa com Gentil a eleição para a Assembleia, mas também é aliada de Dino.

Dentre as obras que realizou em Caxias, o governador destacou o Hospital Macrorregional, onde são atendidos casos complexos, diminuindo o fluxo de pessoas para outras cidades em busca de tratamento de doenças. Caxias também ganhou escolas dignas, uma escola de ensino integral, obras de infraestrutura pelo Mais Asfalto e outros benefícios.

Antes de ir a Caxias, Flávio esteve em Coelho Neto, Afonso Cunha e Senador Alexandre Costa.

(Com dados e  imagem do site www.flaviodino.com.br)

Fábio Gentil dá aulas de habilidade política ao prefeito de Coelho Neto…

Gentil tem sido principal articulador da campanha do pai: talvez a relação de amor do filho com o pai seja traumática para o prefeito de Coelho Neto por algum motivo

O prefeito de Caxias Fábio Gentil (PRB), tem dado um verdadeiro baile no prefeito de Coelho Neto Américo de Sousa (PT), em todos o sentidos, mas principalmente na habilidade política.

Gentil é agradável, sabe dialogar, consegue atrair em torno de si admiradores do seu trabalho e é extremamente simples, ao contrário de Américo que é tem todas as caracterísiticas daquilo que pode se chamar de “encosto” da política. Tem perfil rancoroso, perseguidor ao extremo (principalemnte de nomes da imprensa), anti-social, anti-popular e que tenta se impor na marra, nem que para isso seja preciso utilizar a justiça como escudo.

Desde que chegou a Coelho Neto para viabilizar os apoios a candidatura a deputado estadual de Zé Gentil (PRB), Fábio foi conversando com lideranças de todos os tipos e partidos conseguindo simpatia imediata, diferente de Américo que há um ano e meio a frente do governo mantém uma secretaria de Articulação Política que não lhe rendeu um dividendo, muito pelo contrário. É só mais uma secretaria para abrigar uma cabo eleitoral de campanha.

É a primeira vez na história recente do município que um prefeito com a máquina na mão não consegue atrair ninguém para o seu grupo político em apoio aos seus candidatos, ao contrário, vereadores da base aliada escancaradamente votam em outros candidatos reforçando a tese que o petista é um desastre em todos os sentidos.

Esse grupo consolidado que Fábio conseguiu arregimentar em apoio ao pai num cirto espaço de tempo, acaba que por despertar a ira do “projeto de ditador da cidade”, que escalou seus “capatazes” na internet para atacar o prefeito de Caxias. Na falta do que mostrar de ações de um governo incompetente, vale o tudo ou nada e a baixaria, tão bem cultivada pelo prefeito em seu currículo extenso de derrotas eleitorais.

Américo é conhecido por ser “alérgico” a voto, tanto que em duas disputas políticas conseguiu a proeza de em 1992 conseguir 44 votos e quatro anos depois em 1996 saiu das urnas com os mesmos 44 votos.

Talvez essa reação virulenta contra Gentil é motivada pelo medo de passar vergonha nas urnas.

Algo que parece ser cada vez mais inevitável, diante do governo desastroso e inerte que ele comanda…

Fábio Gentil e o reconhecimento de um astro…

 

O cantor Bell Marques esteve em Caxias para participar das festividades em comemoração ao aniversário da cidade, organizado pela Prefeitura. Antes do show, Marques aceitou o convite do prefeito Fábio Gentil (PRB), para conhecer o famoso Mirante da Balaiada, obra do atual governo que se tornou atração da cidade.

Avesso a política, o cantor nacional começou a se apresentar quando já não havia mais nenhum político no palco. Ao fazer referência ao prefeito para a multidão de quase 50 mil pessoas, o cantor teve uma reação no mínimo inusitada para quem conhece seu estilo e rasgou elogios ao prefeito.

“Eu estou realmente impressionado com o prefeito Fábio Gentil pelos detalhes e pelo carinho com que ele trata a cidade de vocês… Ele motiva até as pessoas que vem passar algumas horas na cidade, assim como motivou a mim”, disse ele.

Bell chamou Gentil de novo ao palco e fez questão de falar sobre a gestão caxiense. O reconhecimento de um astro nacional sobre o governo de Caxias não estranha, apenas confirma aquilo que todo o Estado já sabe sobre a revolução administrativa que passa a Princesa do Sertão.

 

E que não precisa de certificado nenhum para comprovar…

Confira a integra no vídeo abaixo:

Caso Apae: Fábio Gentil dá tapa de luva de pelica no prefeito de Coelho Neto…

Autoridades e classe política manifestaram apoio na ajuda do prefeito de Caxias Fábio Gentil a Apae de Coelho Neto

O prefeito de Coelho Neto Américo de Sousa (PT) acusou o golpe ao perceber que seu plano de fechar a Associação dos Pais e Amigos dos Excepecionais – APAE, foi para as cucuias.

Perseguidor ao extremo, o petista parte para cima de quem não ousa se submeter aos seus caprichos e tem sido assim desde que tomou posse quando de lá para cá conseguiu montar um verdadeiro espetáculo circense para tentar fechar a entidade a qualquer custo.

O plano maquiávelico foi tamanho que de uma hora para outra arrumou dinheiro e sem qualquer dificuldade fez questão de abrir uma outra entidade, que nem de longe chega aos pés da estrutura que a  Apae dispõe hoje.

Pois bem, com a notícia de que o prefeito de Caxias Fábio Gentil (PRB) ajudaria a manter a entidade, o prefeito deu chilique e escalou seu capataz da imprensa para proferir impróprios em rede social e fazer um showzinho barato como de costume, para tentar criar um fato. Felizmente a patacoada ficou sem platéia.

Gentil no entanto, deu um verdadeiro banho de água fria na má intenção do petista ao anunciar que sua ajuda para manter a entidade seria de cunho pessoal e não da Prefeitura de Caxias como acreditava o prefeito de Coelho Neto. A reação virulenta do seu porta voz só confirma que a questão de Américo contra a Apae não tem nada de patriótica, ao contrário, é única e exclusivamente polítiqueira.

Fábio Gentil deu uma tapa de luva de pelica no prefeito de Coelho Neto.

E lhe mostrou como se faz política com grandeza de espírito, coisa que Américo anda longe de saber o que é….

Ao contrário de outros, Fábio Gentil faz gestão bem-sucedida em Caxias com recursos próprios

Em seu primeiro ano de mandato, gestor lista uma série de obras e outras ações de impacto executadas pelo Município, totalizando R$ 25 milhões em investimentos

O prefeito de Caxias, Fábio Gentil (PRB), faz um balanço altamente positivo do seu primeiro ano de gestão e lista uma série de obras impactantes e diversas outras ações realizadas em 2017. Sem ajuda financeira do governo estadual ou de qualquer outro órgão, ele superou as dificuldades financeiras e, com recursos próprios, executou inúmeras benfeitorias, que mudaram a realidade caxiense em apenas 12 meses.
Fábio Gentil toma como referência o último mês do ano passado para demonstrar quão bem-sucedida e responsável tem sido sua gestão. Ele lembra que em dezembro cumpriu o compromisso de pagar o 13º e o salário do mês em um período recorde de 15 dias.
“Isso me deu uma segurança maior na forma de administrar. Nós percebemos que é possível fazer, apesar das dificuldades”, enfatizou, ressaltando que além de manter a folha em dia nos 12 meses de 2017, sempre pagou os vencimentos do funcionalismo antecipadamente, no máximo, até o dia 19.
 
Enxugamento da folha
Uma das primeiras ações adotadas por Fábio Gentil ao assumir o mandato de prefeito foi reduzir o número de secretarias municipais de 32 para 12. Outra providência foi identificar os servidores que recebiam salários da prefeitura, mas não trabalhavam, conhecidos popularmente como “fantasmas”. “Não eram poucos os funcionários nessas condições, que ganhavam salários entre R$ 2 mil e R$ 11 mil. Após fazermos os ajustes, conseguimos reduzir os gastos com a folha em R$ 1 milhão”, revela.
O prefeito atribui os bons resultados da sua administração à capacidade que sua equipe de governo tem de criar, sobressaindo-se em meio à crise. Para Fábio Gentil, a eficiência e a responsabilidade da gestão possibilitaram à Prefeitura de Caxias investir R$ 25 milhões em obras. A lista inclui a construção de avenidas, de pontes de concreto armado, aplicação de centenas de quilômetros de asfalto e sistemas de abastecimento de água, com perfuração de poços artesianos e interligação dos imóveis à rede. “Somos o único município a investir tamanha soma em obras, com recursos próprios. Desconheço outra cidade em todo o Maranhão que esteja investindo tanto quanto nós com receitas próprias”, assinala o gestor, que projeta para este ano um cenário ainda mais positivo.
Vereador por 20 anos, Fábio Gentil recorda que em seu último mandato legislativo discutiu muito na Câmara Municipal o porquê de Caxias não ter, na gestão passada, uma única placa de inauguração que indicasse que determinada obra fora executada unicamente pela prefeitura. “Em nossa administração investimos logo R$ 25 milhões e todos duvidavam de onde viriam os recursos”, pontua, assegurando que qualquer prefeito pode fazer o mesmo, desde que respeite o pensamento do povo e defina prioridades.
 
Perdas
Fábio Gentil relembra que no inicio do seu mandato de prefeito, Caxias amargou perda de recursos que deveriam ter sido destinados pelo Governo do Estado ao município, sobretudo na área de saúde. “Sofremos perdas, mas, não só mantivemos o atendimento, como avançamos, melhorando a assistência médica na Unidade de Pronto Atendimento (UPA) e aumentando o número de profissionais de saúde”. Ele recorda que recebeu o Município com um hospital de urgência e emergência fechado, que além de ter sido reaberto, está sendo ampliado em mais de dois mil metros quadrados.
Sobre as dificuldades com as quais se deparou ao assumir a prefeitura, o gestor reconheceu que tinha plena convicção das condições desfavoráveis que encontraria. “Não adianta só chorar, nós temos que resolver. E nossa equipe é preparada para dar bons resultados”, salienta.
Responsabilidade
A responsabilidade foi outra marca registrada do primeiro ano da atual gestão municipal de Caxias. Atualmente, segundo o prefeito, todas as despesas com fornecedores e prestadores de serviços estão com pagamentos em dias, restando apenas débitos da administração passada. “A nossa gestão está 100% limpa e regular”, garante Gentil. “Estamos pagando, neste mês, um abono aos professores equivalente ao 14º salário. São poucas as cidades que conseguem isso sem prejudicar o andamento legal e o funcionamento da educação”, ressalta o prefeito, que autorizou reajuste de 9% ao piso salarial dos educadores, superior aos 7% concedidos pelo Governo Federal.
Fábio Gentil afirma que está sempre em busca de convênios com órgãos federais e até mesmo com o governo estadual. Segundo ele, a prefeitura tem diversos projetos elaborados, todos com o intuito de favorecer o povo caxiense. Ele menciona o convênio assinado recentemente com a Companhia de Desenvolvimento do Vale do São Francisco (Codevasf) para a construção de estradas vicinais e para a reforma do Mercado Central.
Em relação à falta de apoio do Estado, ele lembra que os recursos que foram retirados jamais retornaram ao Município, mas frisa que o auxílio que vier será bem vindo e será revertido em prol da população. “Caxias faz parte do Maranhão. O governador tem o compromisso e a obrigação de ajudar não só Caxias, mas todos os 217 municípios maranhenses”, alerta. “Continuamos buscando caminhos para que o Governo do Estado consiga enxergar e respeitar o povo de Caxias e contribuir com convênios e outras ações voltadas à saúde pública do município, como fazia na gestão anterior”.
Município tem investimentos em várias frentes
O Natal Iluminado de Caxias, com programação alusiva ao período realizada em diferentes pontos do município, foi outro destaque do primeiro ano de gestão, de acordo com Fábio Gentil. O prefeito classificou o evento como um dos maiores e melhores natais do Nordeste, a ponto de Caxias ter sido comparada a Gramado (RS), estimulando, o turismo na cidade. Frisou, ainda, que a mão de obra contratada para as festividades foi predominantemente local, o que fez os recursos circularem dentro do próprio município.
Fábio Gentil listou diversas outras ações realizadas em seu primeiro ano de gestão, a exemplo da inauguração, em 23 de dezembro, da Praça Dom Luís Marelim, um dos maiores logradouros públicos do interior do Maranhão, tanto em termos de área física, quanto em funcionalidade. “Dotamos a praça com tudo o que há de melhor, a exemplo de anfiteatro, fonte interativa, luminosa e musical, academia ao ar livre, pista de cooper, pátio de diversões, dentre outros equipamentos”, enumera.
Livros didáticos
Outra ação inédita da gestão de Fábio Gentil foi a aquisição de livros didáticos para todos os estudantes da educação infantil da rede pública de ensino de Caxias, graças a um investimento de R$ 2 milhões em recursos exclusivos da prefeitura. “Estamos sempre fazendo algo diferente em benefício do nosso povo. No caso dos livros didáticos, nunca, na história do nosso município, os alunos haviam recebido material didático”, exalta.
Outro destaque foi a construção de 100 quilômetros de estradas vicinais, que melhoraram os acessos entre as diversas localidades de Caxias e facilitaram o escoamento da produção agrícola. Sobre essa última atividade, o prefeito informa que a própria prefeitura se encarrega de fomentar o setor, adquirindo os produtos da agricultura familiar para servir na merenda escolar, nos hospitais municipais e em repartições”.
Eleição
 
Prefeito diz que, nas eleições, apoiará quem “ajudar a cidade”
Sobre o cenário eleitoral e os apoios políticos que, porventura, vier a dar a determinadas candidaturas, Fábio Gentil diz que levará em conta, acima de tudo, o que for melhor para Caxias. O prefeito reconhece a importância da cidade que administra como pólo da Região dos Cocais e garante que quem fizer por Caxias será recompensado. “Nós ajudaremos quem ajudar a cidade. Estou pronto para assumir compromisso político com aquele que dispuser a ajudar o município de Caxias”, afirma, apontando como única certeza em relação à eleição de outubro, neste momento, o apoio que dará à candidatura do vice-prefeito, Paulo Marinho Júnior (PMDB), a deputado federal.
Fábio Gentil lembrou, ainda, os quatro prêmios com os quais foi agraciado pelo bom desempenho da sua gestão (o segundo melhor prefeito do Maranhão, em Recife (PE); Excelência e Qualidade Brasil, em São Paulo, como o prefeito maranhense que mais investiu em saúde; uma moção de aplauso da Assembleia Legislativa e o prêmio The Best, em São Luís). Abordou também sua boa relação com a Câmara Municipal, onde 15 dos 19 vereadores fazem parte da sua base de apoio.
O prefeito promete fazer o melhor Carnaval da história de Caxias, lembrando que ano passado teve apenas um mês para planejar a folia e ainda assim fez um evento memorável.
O plano de trabalho de Fábio Gentil também contempla o transporte público, antes inexistente em Caxias. “Hoje, temos 14 ônibus no município e nossa meta para este ano é dobrar a frota”, anuncia.
(Daniel Matos, jornal O Estado)